• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2011.tde-15082011-161306
Documento
Autor
Nome completo
Luciane Almeida do Carmo
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Matsumoto, Mirian Aiko Nakane (Presidente)
Souza, Margareth Maria Gomes de
Valera, Fabiana Cardoso Pereira
Título em português
Área da nasofaringe após a expansão rápida da maxila por meio de radiografia cefalométrica lateral e ressonância magnética
Palavras-chave em português
Imagem por Ressonância Magnética
Nasofaringe
Radiografia Cefalométrica Lateral
Técnica de Expansão Palatina
Resumo em português
A respiração bucal é uma condição frequente na infância, e acredita-se que ao longo do tempo, ela possa influenciar o padrão de desenvolvimento das estruturas craniofaciais, promovendo alterações importantes da oclusão dentária, como deficiência transversal da maxila e mordida cruzada posterior. A expansão rápida da maxila (ERM) é o procedimento ortodôntico/ortopédico mais utilizado para o tratamento dessa maloclusão, principalmente em pacientes em fase de crescimento. O objetivo deste estudo foi verificar o efeito da expansão rápida da maxila sobre a dimensão do espaço nasofaríngeo por meio da radiografia cefalométrica lateral (RCL) e da imagem de ressonância magnética (IRM) e comparar e correlacionar os dados obtidos nos dois exames de imagem. Foram selecionadas trinta crianças, de ambos os gêneros, com idade variando entre 07 e 10 anos, com respiração bucal e/ou mista, em fase de dentição mista, com mordida cruzada posterior uni ou bilateral, envolvendo caninos e molares decíduos e primeiros molares permanentes, que não tivessem sido submetidas a tratamento otorrinolaringológico ou ortodôntico. A respiração bucal foi diagnosticada por meio da nasofibroscopia e os pacientes foram submetidos à ERM com o aparelho disjuntor de Haas modificado. A área da nasofaringe foi avaliada nas radiografias cefalométricas laterais e na ressonância magnética em 2 tempos: antes (T1) e 6 meses após (T2) a expansão, utilizando o método de Linder-Aronson e Henrikson (1973). Os resultados mostraram que houve aumento estatisticamente significante da área da nasofaringe após a ERM quando avaliadas as imagens obtidas por meio da ressonância magnética, porém, quando as imagens foram avaliadas por meio da radiografia cefalométrica lateral, não houve aumento estatisticamente significante. Houve correlação positiva entre a área da nasofaringe medida por meio da IRM e RCL, pré e pósexpansão. Pôde-se concluir que não houve alteração significativa na dimensão do espaço nasofaríngeo após a ERM, avaliado por meio da RCL, porém, com a IRM o aumento desse espaço foi significativo. Além disso, houve correlação positiva entre os dados obtidos nos dois exames de imagem, porém, quando comparados apresentaram diferença estatisticamente significante.
Título em inglês
Nasopharyngeal area after the rapid maxillary expansion by lateral cephalometric radiography and magnetic resonance imaging
Palavras-chave em inglês
Lateral Cephalometric Radiograph
Magnetic Resonance Imaging
Nasopharynx
Palatal Expansion Technique
Resumo em inglês
Mouth breathing is an extremely common condition in childhood, and it is believed that over time, it can influence the pattern of development of craniofacial structures, leading to major changes in dental occlusion, as transverse maxillary deficiency and posterior crossbite. The rapid maxillary expansion (RME) is the orthodontic / orthopedic procedure most used to treat this malocclusion, especially in growing patients. The aim of this study was to evaluate the effects of rapid maxillary expansion in nasopharyngeal dimensions by lateral cephalometric radiography and magnetic resonance imaging and to compare and to correlate the results of the two images exams. Thirty children of both genders were selected, ranging in age from 07-10 years, with buccal and/or mixed breathing, in mixed dentition phase, using unilateral or bilateral posterior crossbite, involving canine and molars deciduous and first permanent molars, without any type of previous orthodontic or otolaryngology treatment. The diagnosis of oral breathing was made by nasofibroscopy and the patients were submitted to RME by modified expander of Haas. The nasopharynx area was evaluated by lateral cephalometric radiography (LCR) and magnetic resonance imaging (MRI) in two times: before the expansion and 6 months after it, according to the method described by Linder-Aronson and Henrikson (1973). The results showed a statistically significant increase of the nasopharyngeal area after the expansion when evaluated images were obtained by magnetic resonance imaging, but a not statistically significant increase was observed when the images were evaluated by lateral cephalometric radiography. A positive correlation was found between the nasopharynx area measure by MRI and LCR, before and after expansion. It was concluded that no significant changes in the nasopharyngeal dimensions were found after the RME evaluated by LCR, however, the increase of this area was significant by the MRI. Furthermore, there was a positive correlation between the values of the two images exams, however, when they were compared a statistically significant difference was demosntrated.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-04-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.