• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.58.2022.tde-06122022-173025
Documento
Autor
Nome completo
Áyla Natália Ferezin
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2022
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Fabricio Kitazono de (Presidente)
Amaral, Flávia Lucisano Botelho do
Queiroz, Alexandra Mussolino de
Yasuoka, Fatima Maria Mitsue
Título em português
A utilização da tomografia de coerência óptica para o diagnóstico diferencial da gravidade da hipomineralização molar incisivo (HMI)
Palavras-chave em português
Análises de dados
Diagnóstico
Esmalte dentário
Hipomineralização dentária
Tomografia de coerência óptica
Resumo em português
A Hipomineralização Molar-Incisivo (HMI) é um termo que designa uma alteração qualitativa do esmalte dentário de origem multifatorial, que afeta um ou mais primeiros molares permanentes, podendo também acometer incisivos permanentes, com graus de severidade variáveis. O padrão-ouro para o diagnóstico é o exame clínico visual, podendo ser exercido com auxílio de índices que descrevem suas características, entretanto, o grande desafio encontrado é avaliar a profundidade do tecido envolvido, sendo que a maior parte destas opacidades é sobreposta à estrutura dentária, tornando-se difícil de avaliar com precisão, utilizando apenas o exame clínico visual. Sendo assim, o objetivo do presente estudo é avaliar de forma descritiva e quantitativa os dentes acometidos pela hipomineralização, por meio da tomografia de coerência óptica para fins de diagnóstico por imagem. Neste estudo, foram utilizados vinte dentes permanentes e decíduos hipomineralizados, classificados de acordo com os critérios de Ghanim et al., 2017, e separados por grupos de acordo com os graus de severidade, cada dente apresentou três varreduras na área afetada e uma varredura na área sadia do próprio dente com a formação de suas imagens ópticas correspondentes. Nas análises qualitativas, na maioria das imagens, foram observadas características de uma linha brilhante em relação ao esmalte e logo abaixo há um alto nível do espalhamento de fótons, ocorrendo a disseminação de sombreamentos, sendo identificados como áreas hipomineralizadas, nas quais o sinal de dispersão pode ser usado como critério de diagnóstico. Nas análises quantitativas, o teste de Tukey foi feito para avaliar as médias do coeficiente de atenuação óptico que não houve diferenças significativas e dos parâmetros de textura, sendo que o grupo grave foi mais homogêneo e correlacionado e de menor contraste do que os grupos controle e leve. Portanto, a utilização deste método, por meio destas técnicas de processamento, revela avanços futuros quanto ao diagnóstico por imagem da HMI.
Título em inglês
The use of optical coherence tomography for the differential diagnosis of the severity of molar incisor hypomineralization (MIH)
Palavras-chave em inglês
Data analysis
Dental hypomineralization
Diagnosis
Optical coherence tomography
Tooth enamel
Resumo em inglês
Molar-Incisor Hypomineralization (MIH) is a term that designates a qualitative alteration of the dental enamel of multifactorial origin that affects one or more first permanent molars, and may also affect permanent incisors, with varying degrees of severity. The gold standard for the diagnosis is the visual clinical examination, which can be performed with the help of indices that describe its characteristics, however the great challenge encountered is to assess the depth of the involved tissue, with most of these opacities being superimposed on the dental structure, making it difficult to accurately assess using only visual clinical examination. Therefore, the objective of the present study is to descriptively and quantitatively evaluate the teeth affected by hypomineralization, through optical coherence tomography for diagnostic imaging purposes. In this study, 20 hypomineralized permanent and deciduous teeth were used, classified according to the criteria of Ghanim et al., 2017, and separated into groups according to degrees of severity, each tooth presented three scans in the affected area and one scan in the affected area. of the tooth itself with the formation of its corresponding optical images. In the qualitative analyses, in most of the images it was observed characteristics of a bright line in relation to the enamel and just below there is a high level of photon scattering, with the spread of shading occurring, being identified as hypomineralized areas, in which the scattering signal can be used as a diagnostic criterion. In the quantitative analyses, the Tukey test was performed to evaluate the averages of the optical attenuation coefficient, which showed no significant differences, and of the texture parameters, with the severe group being more homogenous and correlated and with lower contrast than the control and Light. Therefore, the use of this method through these processing techniques reveals future advances in the imaging diagnosis of HMI.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-12-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.