• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.58.2020.tde-20092018-134925
Documento
Autor
Nome completo
Tatiana Carvalho Montes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Regalo, Simone Cecilio Hallak (Presidente)
Lepri, Cesar Penazzo
Mazzetto, Marcelo Oliveira
Soares, Paulo Vinicius
Título em português
Efeito de solução experimental de quitosana com extratos naturais nas propriedades físicas, morfológicas e adesivas da dentina radicular
Palavras-chave em português
Dentina radicular
Dessensibilizantes
Erosão dentinária
Hipersensibilidade dentinária
Permeabilidade dentinária
Resumo em português
O objetivo do estudo foi analisar as alterações provocadas na permeabilidade e morfologia da dentina radicular, quando tratada com uma solução experimental de quitosana contendo em sua composição os extratos naturais do chá verde (EGCG) e do fruto da planta gardênia (genipin), por meio da mensuração da condutância hidráulica da dentina e morfologia e avaliar seu efeito na resistência de união em restaurações de resina composta, por meio do ensaio de microtração. Os espécimes foram confeccionados a partir da dentina radicular de incisivos bovinos. Para o teste de permeabilidade dentinária e análise em microscopia confocal a laser, foram utilizados 45 discos de dentina, com 4mm de diâmetro e 1mm de espessura, divididos em 3 grupos (n=15): Controle, Dessensibilize Nano P (NP) e solução experimental de quitosana (SE). Foram realizadas 3 mensurações da permeabilidade dentinária: Permeabilidade mínima (presença da smear layer na face externa dos discos de dentina); permeabilidade máxima (remoção da smear layer com ácido cítrico 6%) e a permeabilidade pós-ciclagens/tratamentos (ciclagens erosivas com ácido cítrico 0,3% e tratamentos dessensibilizantes), com análise em microscopia confocal a laser após o desafio erosivo (permeabilidade máxima) e ao término das ciclagens/tratamentos. Posteriormente, foram confeccionados 30 espécimes de 6 x 6mm, divididos nos grupos (n=10) de acordo com o tratamento dessensibilizante (controle - sem tratamento; Dessensibilize Nano P; solução experimental de quitosana) para ensaio de microtração. Foram realizadas as aplicações dos agentes dessensibilizantes na superfície da dentina desmineralizada, após a exposição ao ácido clorídrico (pH 1,2), com posterior confecção de um platô de 4mm de resina composta. Os espécimes restaurados foram cortados em fragmentos de 1mm de largura por 1mm de espessura e levados a máquina de ensaios universais para o teste a uma velocidade de 0,5 mm/minuto, com célula de carga de 500 N. Os padrões de fratura foram analisados em microscópio confocal a laser. As permeabilidades máxima e mínima em relação a pós-ciclagem/tratamentos dentro de cada grupo e entre os grupos, foram analisados pelo teste de Mann-Whitney (α=5%). Para a microtração foi empregado ANOVA e teste de Tukey (α=5%). Os dados foram analisados, quanto ao número, área e perímetro dos túbulos, pelo teste de Kruskal- Wallis (α=5%). Os grupos NP e SE apresentaram diminuição significativa da permeabilidade dentinária para todas as análises, porém no grupo controle houve um aumento da condutância hidráulica. SE não influenciou na resistência de união em resinas compostas, contudo, NP a reduziu significativamente. O maior número de obliterações dos túbulos dentinários foi verificado para o grupo SE. Pode-se concluir que SE promoveu um efeito na diminuição da permeabilidade, obliterando os túbulos dentinários, sem afetar a resistência adesiva.
Título em inglês
Effect of chitosan experimental solution with natural extracts on physical, morphological and adhesive properties of root dentin
Palavras-chave em inglês
Dentin erosion
Dentin hypersensitivity
Dentin permeability
Desensitizers
Root dentin
Resumo em inglês
The aim of this study was to analyze the changes in root dentin permeability and morphology when treated with a chitosan experimental solution containing green tea (EGCG) and gardenia fruit (genipin) naturals extracts, through the dentin hydraulic conductance measurement and morphology and to evaluate its effect on bond strength in composite resin restorations, through the microtensile test. Specimens were made from the root dentin of bovine incisors. For the dentin permeability test and laser confocal microscopy analysis, 45 dentin disks with 4mm diameter and 1mm thickness were used, divided into 3 groups (n = 15): control (C), Dessensibilize Nano P (NP ) and chitosan experimental solution (ES). Three measurements of dentin permeability were performed: Minimum permeability (smear layer presence on the dentin discs outer face); maximum permeability (removal of smear layer with 6% citric acid) and post-cycling permeability/treatments (citric acid 0.3% erosive cycling and desensitizing treatments), with laser confocal microscopy after the erosive challenge (maximum permeability) and at the end of the cycling/treatments. Thereafter, 30 specimens of 6 x 6mm were divided into groups (n = 10) according to the desensitizing treatment (control - without treatment; Desensibilize Nano P; chitosan experimental solution) for microtensile test. The desensitizing agents were applied to the surface of the demineralized dentin after exposure to hydrochloric acid (pH 1.2), thereafter a 4mm plateau of composite resin was made. The restored specimens were cut into 1x1 mm fragments and taken to the universal test machine for testing at a 0.5 mm / min speed with a 500 N load cell. The fracture patterns were analyzed in a confocal laser microscope. Mann-Whitney test (α = 5%) was used for comparisons of maximum and minimum permeability to post-cycling / treatments within each group and between groups. For microtraction, in means comparison between groups, ANOVA 1 criteria with Tukey test (α = 5%) was used. The data obtained from the difference between the final and the initial for dentin tubules number, area and perimeter were submitted to the Kruskal-Wallis test (α = 5%). The NP and ES groups showed a significant decrease in dentin permeability for all analyzes, but in the control group there was an increase in the hydraulic conductance. ES did not influence in dentin bond strength of composite resins, however, NP25 reduced it significantly. The largest number of dentinal tubules obliterations was verified in ES group. It can be concluded that ES decrease dentin permeability, closed dentin tubules without negatively affected the adhesion.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Liberação
2021-04-04
Data de Publicação
2020-05-15
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.