• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Rodrigo Dantas Pereira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Sousa Neto, Manoel Damião de (Presidente)
Brito Junior, Manoel
Estrela, Carlos
Moraes, Rafael Ratto de
Soares, Carlos José
Título em português
Impacto da cavidade endodôntica conservativa no preparo e comportamento biomecânico de pré-molares superiores restaurados com diferentes materiais
Palavras-chave em português
Acesso endodôntico
Endodontia
Obturação do canal radicular
Odontologia
preparo do canal radicular
Resistência à fratura
Restauração de dente tratado endodonticamente
Resumo em português
A proposta deste estudo foi avaliar o impacto da cavidade endodôntica conservativa no preparo de canais radiculares com diferentes sistemas de instrumentação e no comportamento biomecânico de pré-molares superiores restaurados com diferentes materiais restauradores. Noventa pré-molares superiores com bifurcação radicular no terço cervical ou médio foram selecionados e escaneados em microtomógrafo para determinação de parâmetros bidimensionais (2D) e tridimensionais (3D) dos canais radiculares e dados de comprimento e volume de coroa e raiz. A partir desses dados, os espécimes foram distribuídos de acordo com a cavidade endodôntica de acesso: controle (hígido) (n=10), cavidade endodôntica convencional (CC) (n=40) e cavidade endodôntica conservativa (CEC) (n=40), e quanto ao sistema de instrumentação (n=10): Protaper Universal (PTU), Reciproc (RP), Reciproc Blue (RB) e Hiflex EDM (HEDM). As CC e CEC foram realizadas usando de brocas 1014 HL e Endo Z e inserto ultrassônico E7D e os espécimes foram escaneados para quantificar o tecido dental removido. Os dentes foram instrumentados com os sistemas PTU, RP, RB e HEDM seguindo as orientações dos fabricantes. Após o preparo biomecânico foi realizado novo escaneamento para avaliação das alterações dos parâmetros 2D e 3D dos canais radiculares e nova aleatorização quanto ao material restaurador (n=10): controle (material restaurador provisório), resina composta convencional, resina composta bulk fill regular e resina composta bulk fill fluida associada a resina composta convencional. Os espécimes foram obturados com cimento à base de resina epóxica e cone único e selados com cimento provisório. Após sete dias os dentes foram restaurados de acordo com seus respectivos grupos utilizando resina composta convencional por meio da técnica incremental, resina composta bulk fill regular em incremento único e incremento único de resina composta bulk fill fluida com camada de resina composta convencional. Novo escaneamento foi realizado para analisar o material restaurador e presença de espaços vazios, seguido de inclusão para simulação do ligamento periodontal e ensaio de resistência à fratura e determinação do padrão de fratura. Foram gerados modelos tridimensionais das condições de acesso endodôntico e material restaurador para análise pelo método de elementos finitos. Os dados de preparo e comportamento biomecânico foram submetidos ao teste de T pareado, ANOVA e teste Tukey e qui-quadrado (=0,05). As cavidades endodônticas de acesso e sistemas de instrumentação apresentaram valores estatisticamente semelhantes para dados 2D e 3D, no entanto, observou-se que a CC propiciou maior centralização do canal radicular quando comparada a CEC. Os sistemas RB e HEDM apresentaram maior centralização quando comparados ao sistema PTU. O sistema Protaper apresentou maior percentual de paredes não tocadas em CEC. Menor percentual de material restaurador foi observado em CEC (78,7%) comparado a CC (96,3%), sendo observado em CEC maior percentual de material obturador e espaços vazios. Os valores de resistência à fratura e padrão de falha foram estatisticamente semelhantes para o grupo controle e grupos experimentais. Os grupos avaliados apresentaram comportamento similar na análise de elementos finitos, com maior concentração de tensões na cúspide palatina comparada à cúspide vestibular e maiores tensões na região de sulco principal e cristas marginais. Pode-se concluir que a CEC impactou negativamente na centralização do preparo biomecânico, sendo que PTU promoveu maior desvio e percentual de paredes não tocadas. A cavidade endodôntica de acesso não alterou o comportamento biomecânico de pré-molares superiores, no entanto, CEC apresentaram material obturador remanescente após tratamento endodôntico e maior percentual de espaços vazios no material obturador
Título em inglês
Impact of the conservative endodontic cavity on the biomechanical preparation and behavior of maxillary premolars restored with different materials
Palavras-chave em inglês
Dentistry
Endodontic access
Endodontics
Fracture strength
Restoration of endodontically treated tooth
Root canal filling
Root canal preparation
Resumo em inglês
The purpose of this study was to evaluate the impact of the conservative endodontic cavity in the biomechanical preparation with different systems and in the biomechanical behavior of maxillary premolars restored with different restorative materials. Ninety maxillary premolars with root bifurcation in the cervical or middle third were selected and scanned in microcomputed tomography for the determination of two-dimensional (2D) and three-dimensional (3D) parameters of root canals and length and volume data of the root and crown. From these data, the specimens were distributed according to the endodontic access cavity: control (higid) (n=10), conventional endodontic cavity (CC) (n=40) and conservative endodontic cavity (CEC) (n=40); and according the biomechanical preparation system (n=10): Protaper Universal (PTU), Reciproc (RP), Reciproc Blue (RB) and Hiflex EDM (HEDM). CC and CEC were performed using 1014 HL and Endo Z drills and E7D ultrasonic insert, followed by a new micro tomographic examination to quantify the removed dental tissue. The teeth were prepared with the PTU, RP, RB and HEDM systems following the manufacturers' guidelines. After the biomechanical preparation, a new scanning was performed to evaluate the 2D and 3D root canal parameters changes and a new randomization was performed for the restorative material (n=10): control (temporary restorative material), conventional composite resin, bulk fill regular composite resin and resin composite bulk fill flow associated with conventional composite resin. The specimens were filled with epoxy resin-based sealer and single cone, and sealed with temporary restorative cement. After seven days the teeth were restored according to their respective groups with conventional composite resin using the incremental technique, composite resin bulk fill regular using a single increment and single increment of composite resin bulk fill flow with conventional composite resin layer. New scanning was performed to analyze the restorative material and presence of voids, followed by the inclusion for periodontal ligament simulation and fracture strength test and determination of fracture pattern. Three-dimensional models of endodontic access conditions and restorative material were generated for finite element analysis. The biomechanical preparation and biomechanical behavior data were submitted to paired T test, ANOVA and Tukey test and chi-square test (=0.05). The endodontic access cavities and biomechanical preparation systems presented statistically similar values for 2D and 3D data, however, it was observed that CC showed a greater centralization of the root canal compared to CEC. The RB and HEDM systems presented greater centralization compared to the PTU system. The Protaper system presented a higher percentage of untouched walls in CEC. A lower percentage of restorative material was observed in CEC (78.7%) compared to CC (96.3%), showing the presence of filling material and greater percentage of empty spaces in CEC. The values of fracture strength and failure pattern were statistically similar for the control group and experimental groups. The evaluated groups presented similar behavior in finite element analysis, with a higher stress concentration in the palatal cusp compared to the vestibular cusp and higher stress in the main sulcus region and marginal ridges. It can be concluded that the CEC had a negative impact on the centralization of the biomechanical preparation, and that PTU promoted greater deviation and percentage of untouched walls. The endodontic access cavity did not alter the biomechanical behavior of maxillary premolars, however, CEC had remaining filling material after endodontic treatment and greater percentage of voids
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.