• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2012.tde-12072012-093003
Documento
Autor
Nome completo
Carina Thaís de Almeida e Silva
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2012
Orientador
Banca examinadora
Silva, Marco Antonio Moreira Rodrigues da (Presidente)
Silva, Jose Aparecido Da
Silva, Rafael dos Santos
Título em português
Análise da relação entre estresse ocupacional, sinais e sintomas de DTM e atividade eletromiográfica dos músculos mastigatórios em militares da 5ª CSM de Ribeirão Preto/SP
Palavras-chave em português
Disfunção temporomandibular
Estresse ocupacional
Militares
Resumo em português
Atualmente, o nível de exigências do mercado de trabalho tem aumentado, a qualificação profissional se tornou indispensável, a concorrência está cada vez maior e por isso, o estresse ocupacional tem destaque no processo de saúde-doença do individuo em seu ambiente de trabalho. O mecanismo interno de liberação de estresse pode causar, entre outros, um aumento na tonicidade da musculatura da cabeça e do pescoço, como também dos níveis de atividade muscular parafuncional, como o bruxismo e o apertamento dentário. Assim, o cirurgião-dentista tem o papel de diagnosticar, tratar e proservar os pacientes com disfunção temporomandibular. Uma das profissões mais históricas no Brasil, ser militar, especificamente da força armada terrestre, o Exército Brasileiro tem, além de suas características de honestidade, vigor físico, responsabilidade e pontualidade, fatores associados que podem gerar o estresse ocupacional, como o risco à vida, sujeição a preceitos rígidos de hierarquia e disciplina, disponibilidade permanente, mobilidade geográfica, formação específica e aperfeiçoamento constante, além das consequências para a família. Nesse contexto, o objetivo desta pesquisa foi investigar a presença de estresse ocupacional em uma população de militares no município de Ribeirão Preto, Estado de São Paulo, Brasil e analisar sua relação com os achados clínicos de DTM e o exame eletromiográfico dos músculos mastigatórios. A amostra foi composta por 30 sujeitos da pesquisa, militares da 5ª CSM. A presença de DTM foi investigada por meio de questionário anamnésico (ProDTMMulti) e de exame clínico odontológico (RDC/TMD; Helkimo). O estresse ocupacional foi investigado por meio de questionário específico, Maslach Burnout Inventory (MBI). Os exames eletromiográficos e de força de mordida foram realizados no gabinete odontológico da 5ª CSM por cirurgiã-dentista experiente, a qual participa ativamente do serviço como profissional militar contratada pela instituição. Os resultados mostraram que no exame clínico, 90% dos militares não foi classificável pelo RDC e apenas 20% foram classificados com disfunção severa (grupo 3) do Índice de HELKIMO. Pelo Protocolo ProDTMMulti: 46,66% dos militares se enquadraram no grau zero (ausência de DTM), 40% no grau 1 (DTM leve) e apenas 13,33% dos militares relataram sintomas um pouco mais acentuados, ficando no grau 2 (DTM moderada). Com relação ao estresse, a única correlação existente foi com a patente: quanto maior a patente, menor o estresse. Pela análise eletromiográfica nos testes estáticos e dinâmicos da mandíbula, observou-se simetria entre os lados direito e esquerdo, e um padrão mastigatório equilibrado entre os lados. No teste de força máxima de mordida, a força também se apresentou equilibrada entre os lados. Concluiu-se que o estresse ocupacional está presente nesta amostra, porém não se correlacionou com os achados clínicos de DTM e com o exame eletromiográfico dos músculos mastigatórios dos militares da 5ª CSM do município de Ribeirão Preto/SP.
Título em inglês
Relation between occupational stress, TMD signs and symptoms and electromyographic activity of masticatory muscles in military personnel of the 5th CSM of Ribeirão Preto, Brazil
Palavras-chave em inglês
Military
Occupational stress
Temporomandibular dysfunction
Resumo em inglês
As the labor market requirements have increased, professional qualification has been taken as essential and the work competition keeps heightening, occupational stress has become prominent in the health-disease process of the working person. Among other things, the internal mechanism of stress release can cause an increased tonicity of head and neck muscles and increased levels of muscular parafunctional activity such as teeth grinding (bruxism) and teeth clenching. The dentist has the role in diagnosing, treating and following-up patients with temporomandibular dysfunction. One of the most historic occupations in Brazil, the military career at the Brazilian Army, besides characteristics of honesty, physical force, responsibility and punctuality, has associated factors that can lead to occupational stress, as the risk of death, to be under precepts of strict discipline and hierarchy, permanent availability, geographic mobility, specific training and continuous improvement, and the resulting consequences for the family. The objective of this research was to study the relation between occupational stress and degree of TMD in soldiers of Ribeirão Preto, State of São Paulo, Brazil. The study sample had 30 military volunteers from the 5th CSM. The presence of TMD was investigated by use of an anamnestic questionnaire (ProDTMMulti) and dental clinical examination (RDC/TMD; Helkimo). Occupational stress was investigated by means of a specific questionnaire, Maslach Burnout Inventory (MBI). Electromyographic and bite force tests were held in the dental office of the 5ª CSM by a qualified dentist who participates actively in the service as a military professional hired by the institution. Results of clinical examination showed that 90% of the studied subjects were not classifiable by the RDC and only 20% were classifiable as having severe dysfunction (Group 3) by HELKIMO Index. By the ProDTMMulti Protocol, 46,66% of the individuals were classified in Grade 0 (absence of TMD), 40% in Grade I (light TMD) and only 13,33% reported symptoms a little more pronounced being in Grade II (moderate TMD). Regarding stress, the only identified correlation was with the military rank: higher the rank, lower the stress. By electromyography analysis in mandible static and dynamic tests, it was observed symmetry between right and left sides, and a balanced masticatory pattern between sides. In the maximal bite force test, the force between the sides also stayed balanced. It was concluded that occupational stress is present in this sample, but it does not correlate with the clinical findings of TMD and the electromyography examination of masticatory muscles in military personnel from the 5th CSM of the city of Ribeirão Preto/Brazil.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-09-24
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.