• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Isadora Mello Vilarinho Soares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2018
Orientador
Banca examinadora
Cruz Filho, Antonio Miranda da (Presidente)
Carvalho Junior, Jacy Ribeiro de
Duarte, Marco Antonio Hungaro
Silva, Ricardo Gariba
Título em português
Estudo comparativo entre diferentes cimentos endodônticos em relação à resistência de união do conjunto cimento resinoso/pino de fibra de vidro à dentina radicular
Palavras-chave em português
Cimento de resina
Cimento endodôntico
Retentor intrarradicular
Resumo em português
O objetivo do estudo foi avaliar, comparativamente, a influência do cimento biocerâmico EndoSequence BC a diferentes cimentos endodônticos sobre a resistência de união do conjuno cimento resinoso/pino de fibra de vidro à dentina radicular. Setenta e dois dentes caninos selecionados tiveram a coroa seccionada transversalmente e o remanescente radicular padronizado em 17mm. O canal radicular foi preparado com Reciproc R50 e NaOCl 1%. Os espécimes foram distribuídos conforme o cimento obturador utilizado (n=12): G1-controle (sem cimento); G2- óxido de zinco e eugenol (EndoFill) G3- hidróxido de cálcio (Sealapex); G4- resina epóxi (AHPlus); G5-resina epóxi e hidróxido de cálcio (Sealer Plus) e G6- biocerâmico (EndoSequence BC). Decorridas 48h da obturação, as raízes foram desobturadas e preparadas para receber o pino de fibra de vidro. Após secagem do canal, os pinos foram cimentados com Panavia F 2.0. Dez raízes de cada grupo foram seccionadas transversalmente para obtenção dos slices. O primeiro slice de cada terço foi submetido ao teste de resistência de união (push-out) e padrão de falha. No segundo slice foi avaliada a interface adesiva dentina/cimento resinoso, por meio de microscopia de varredura confocal a laser (MVCL). Dois espécimes de cada grupo não tiveram o pino cimentado no canal radicular e foram destinados à microscopia eletrônica de varredura para observação de remanescente de material obturador na superfície dentinária. Os dados referentes à resistência de união foram submetidos ao teste Shapiro-Wilk, seguido de ANOVA two way. Os dados referentes à MVCL foram analisados pelo teste Kruskal-Wallis seguido pelo teste Dunn ( = 5%). Os grupos controle e AHPLus apresentaram os maiores valores de RU (p<0,05). Os cimentos EndoSequence BC, Sealer Plus e Sealapex apresentaram os valores intermediários de RU, sem diferença estatística entre eles. O cimento EndoFill apresentou os menores valores de RU com diferença estatisticamente significante em relação aos demais grupos (p<0,05). Quanto aos terços radiculares, os maiores valores de RU foram observados no terço cervical (p<0,05). As imagens de MEV demonstraram no geral, presença de poucos remanescentes de material obturador na superfície radicular em todos os grupos. Quanto a análise da interface cimento resinoso/dentina, a maioria dos grupos apresentou adaptação razoável, com exceção do EndoFill. Concluiu-se que os cimentos endodônticos Endosequence BC, Sealapex, Sealer Plus e EndoFill influenciaram negativamente a RU do conjunto pino/cimento resinoso à dentina radicular
Título em inglês
Comparative study between different endodontic sealers in relation to the bond strength of the resin cement / fiberglass post complex to the root dentin
Palavras-chave em inglês
Endodontic cement
Intraradicular retainer
Resin cement
Resumo em inglês
The aim of this study was to compare the influence of EndoSequence BC bioceramic sealer on the bond strength (BS) of resin cement/fiber post in root canals filled with different sealers. The coronary of seventy-two canines were removed and the root length standardized at 17mm. The root canal was prepared with Reciproc R50 and 1% NaOCl. The specimens were distributed according to the filling material used (n=12): G1- control (no sealer); G2- zinc oxide and eugenol (EndoFill) G3- calcium hydroxide (Sealapex); G4- epoxy resin (AHPlus); G5- epoxy resin and calcium hydroxide (Sealer Plus) and G6- bioceramic (EndoSequence BC). Later forthy eight hours, the roots were prepared to insert the fiberpost. Fiberposts were attached with Panavia F 2.0. Ten roots of each group were sectioned transversely, obtaining slices of cervical, medium and apical root canal thirds. The BS of the first slice of each third was evaluated by push-out test and failures was analyzed by stereo microscope. The interface between dentin wall/resin cement of the second slice was evaluated by confocal laser microscopy (CLM). Two specimens from group were not restored with fiberpost, and assigned to scanning electron microscopy (SEM) to analyze the remaining material on the dentin surface. Data on the bond strength were submitted to the Shapiro-Wilk test, followed by two way ANOVA. The CLM data were submitted to the Kruskal-Wallis and Dunn tests ( = 5%). The control and AHPLus groups had the highest RU values (p <0.05). The EndoSequence BC, Sealer Plus and Sealapex sealers presented the intermediate values of RU, with no statistical difference between them. EndoFill sealer presented the lowest values of RU with a statistically significant difference in relation to the other groups (p <0.05). Regarding root thirds, the highest BS values were observed in cervical third (p <0.05). SEM images showed presence of few remaning filling material on the root surface in all groups. Regarding the dentine/resin cement interfaces analyzes most of the groups presented average adaptation, unless the G2. It was concluded that Endosequence BC, Sealapex, Sealer Plus and EndoFill endodontic sealers poor influenced the BS of the fiber post/resin cement in root canal dentin
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-07-23
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.