• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.58.2011.tde-15022012-110909
Documento
Autor
Nome completo
Janine Montenegro Toscano Moura de Medeiros Vanderlei
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2011
Orientador
Banca examinadora
Taba Junior, Mario (Presidente)
Costa, Lino João da
Novaes Junior, Arthur Belem
Título em português
A hipertensão perpetua a perda óssea alveolar
Palavras-chave em português
Hipertensão
Perda óssea alveolar
Periodontite
Ratos espontaneamente hipertensos
Resumo em português
A medicina periodontal vem mostrando uma associação entre a doença periodontal (DP) e doenças sistêmicas. Entretanto, são poucos os estudos que têm focado no impacto da hipertensão arterial sistêmica na progressão da periodontite. A relação entre estas duas patologias envolve o processo de inflamação, uma vez que a hipertensão está associada à disfunção endotelial. O objetivo deste estudo foi avaliar, morfometricamente, se a hipertensão afeta a progressão da DP através do aumento da perda óssea alveolar mesmo após a remoção da ligadura. Utilizando-se um modelo de periodontite induzida por ligadura, 20 ratos hipertensos (Spontaneously Hypertensive Rats - SHR) e 20 ratos normotensos (Wistar Kyoto - WKY) foram distribuídos nos seguintes grupos: WKY-C, WKY-DP, SHR-C e SHR-DP (C grupo controle e DP grupo com doença periodontal). Nos grupos com DP os 1°s molares inferiores receberam ligadura com fio de algodão no início do experimento. Após 10 dias, metade dos animais de cada grupo foi sacrificada e a outra metade teve suas ligaduras removidas. No 21° dia (11 dias após a remoção das ligaduras), os animais restantes foram sacrificados. As mandíbulas tiveram seu tecido mole removido e foram submetidas à análise morfométrica, medindo-se a distância entre a crista óssea alveolar e a junção cemento-esmalte (COA-JCE, mm) em todos os grupos. Aos 10 dias, os grupos com DP mostraram uma perda óssea maior (p<0.05) que seus controles (SHR-DP = 0.72 ± 0.05; SHR-C = 0.39 ± 0.04; WKY-DP = 0.75 ± 0.04 e WKY-C = 0.56 ± 0.04). Após a remoção das ligaduras, a perda óssea acumulada foi superior (p<0.05) àquela aos 10 dias com ligadura, apenas no grupo SHR-DP (0.94 ± 0.13 mm). Foram observados 32% de perda óssea adicional após a remoção das ligaduras no grupo SHR-DP e apenas 17% no grupo WKY-DP. Os ratos SHR (83% e 102%) apresentaram um padrão de perda óssea diferente e mais severa que os WKY (32% e 26%) comparando-se com seus respectivos controles, tanto aos 10 quanto principalmente aos 21 dias. Enquanto que a perda óssea nos WKY tendeu a diminuir após a remoção das ligaduras, os SHR apresentaram uma progressão da perda óssea no 21° dia. Portanto, pode-se especular que a hipertensão está associada com uma perda óssea alveolar mais severa, mesmo após a remoção das ligaduras, e que pode perpetuar a progressão da periodontite.
Título em inglês
Hypertension perpetuates alveolar bone loss
Palavras-chave em inglês
Alveolar bone Loss
Hypertension
Periodontitis
Spontaneously Hypertensive rats
Resumo em inglês
Periodontal medicine has been showing an association between periodontal disease (PD) and systemic diseases. However, few studies have focused on the impact of hypertension on the progression of periodontitis. The correlation of both conditions involves the inflammatory process, once hypertension is associated to endothelial dysfunction. The purpose of this study was to evaluate morphometrically whether hypertension affects PD progression by enhancing bone loss even after ligature removal. Using a ligature-induced periodontitis model, 20 Spontaneously Hypertensive Rats (SHR) and 20 normotensive rats (Wistar Kyoto - WKY) were assigned to one of the following groups: WKY-C, WKY-PD, SHR-C and SHR-PD (C control group, and PD periodontitis group). On PD groups, the first mandibular molar received a cotton ligature at baseline. After 10 days, 5 animals of each group were sacrificed and the ligatures of the other animals were removed. On the 21th day (11 days without ligatures), the remaining animals were sacrificed. The jaws were defleshed and the distances between the alveolar bone crests and the cementoenamel junctions (ABC-CEJ, mm) were measured in all groups. After 10 days, the PD groups showed more bone loss (p<0.05) than the controls (SHR-PD = 0.72 ± 0.05; SHR-C = 0.39 ± 0.04; WKY-PD = 0.75 ± 0.04 and WKY-C = 0.56 ± 0.04 mm). After ligature removal, the culmulative bone loss was worse (p<0.05) than that one at 10 days with ligature only in SHR-PD group (0.94 ± 0.13 mm). It was observed 32% of additional bone loss in SHR-PD group and only 17% in WKY-PD. The SHR animals (83% and 102%) showed a different and more severe pattern of bone loss than WKY (32% and 26%) related to their respectively controls, at 10 and mainly at 21 days. After ligature removal, bone loss in WKY group tended to diminish, while SHR showed a progressive bone loss in 21° day. Therefore, it may be speculated that the hypertensive condition is associated with an advanced bone loss even after ligature removal that may perpetuate the progression of periodontitis.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-11-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.