• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Otavio Marino dos Santos Neto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
Ribeirão Preto, 2019
Orientador
Banca examinadora
Issa, João Paulo Mardegan (Presidente)
Damante, Carla Andreotti
Pedrazzi, Vinicius
Zavanelli, Ricardo Alexandre
Título em português
Avaliação genômica dos microrganismos detectados em implantes com diferentes superfícies associados a pilares de zircônia ou titânio: estudo in vitro
Palavras-chave em português
Biofilmes
Conectores protéticos
Implante dentário
Microbiologia
Titânio
Zircônia
Resumo em português
Frequentemente estão sendo lançados no mercado novos implantes dentários com diferentes topografias e tratamentos de superfície, visando melhorar a osseointegração e promover tratamentos com uma maior previsibilidade. O aperfeiçoamento estético tem sido uma realidade clínica e a utilização da zircônia para a implantodontia se tornou uma prática frequente no atual cenário da reabilitação oral, entretanto a terapia com implantes pode ser comprometida pela peri-implantitite. Nesse sentido, este estudo teve como objetivo analisar a microbiota associada ao biofilme formado sobre dois tipos de superfícies de implantes (com ou sem hidrofilia) associados a pilares de titânio ou zircônia. Os grupos envolvidos no estudo foram: (1) Grupo NTi (Implantes com superfície hidrofóbica - NeoPoros® + pilar de titânio); (2) Grupo ATi(Implantes com superfície hidrofílica Acqua® + pilar de tintânio); (3) NZn (Implantes com superfície hidrofóbica NeoPoros® + pilar de zircônia); (4) Grupo AZn (Implantes com superfície hidrofílica Acqua® + pilar de zircônia), sendo que cada grupo possuía 10 amostras (n=10). Após a conexão dos respectivos pilares aos implantes, estes foram contaminados durante 7 dias com saliva e biofilme humanos. Ao final do período de incubação, amostras do biofilme formado sobre a superfície dos implantes e pilares foram coletadas de 7 amostras para a realização da avaliação genômica através do método de hibridização DNA-DNA Checkerboard. Três implantes de cada grupo foram destinados para avaliação da superfície através da técnica de Microscopia Eletrônica de Varredura (MEV). O teste de normalidade (Shapiro-Wilk) reportou distribuição não normal dos dados, foi realizado então a análise em Modelo Linear Generalizado. As múltiplas comparações foram realizadas com ajuste de Bonferroni. Para o S. salivarius dois grupos não apresentaram contagem de microrganismos e assim foi aplicado teste U de Mann-Whitney. Foi considerado nível de significância de 5%. Quarenta e uma espécies de microbianas foram identificadas e quantificadas pela técnica DNA Checkerboard. Ao analisar a contaminação global, ou seja, o total de microrganismos detectados em cada grupo, foi possível encontrar que AZn>NTi>ATi>NZn. No geral os valores entre AZn e NTi; e ATi e NZn são semelhantes. No entanto, o perfil microbiano mostrou-se como variável entre os diferentes grupos. O AZn apresentou as maiores taxas de contaminação entre os grupos estudados. Pelos resultados encontrados, foi possível determinar que as superfícies Acqua e pilares cerâmicos foram responsáveis por uma maior detecção de microrganismos. As imagens obtidas por microscopia eletrônica de varredura mostraram a adesão de microrganismos em ambas as superfícies de implante e pilar. Através desse estudo foi possível concluir que diferentes superfícies dos implantes e pilares protéticos mostraram diferenças quanto aos microrganismos avaliados, sendo que o grupo AZn detectou maior quantidade de microrganismos pela técnica do DNA Checkerboard
Título em inglês
Genomic evaluation of biofilm formed in implants with different surfaces associated with zirconia or titanium abutments: in vitro study.
Palavras-chave em inglês
Biofilms
Dental implant
Microbiology
Prosthetic connectors
Titanium
Zirconia
Resumo em inglês
Frequently new dental implants with different topographies and surface treatments are being marketed in order to improve osseointegration and promote treatments with greater predictability. Aesthetic improvement has been a clinical reality and the use of zirconia for implant dentistry has become a frequent practice in the current oral rehabilitation scenario, however implant therapy could be compromised by peri-implantitis. Thus, this study aimed to evaluate the microbiota associated with the biofilm formed on two types of implant surfaces (with or without hydrophilicity) associated with abutments of titanium or zirconia. The groups involved in the study were: (1) NTi(Implants with hydrophobic surface NeoPoros® + titanium abutment); (2) ATi (Implants with hydrophilic surface - Acqua® + titanium abutment); (3) NZn (Implants with hydrophobic surface NeoPoros® + zirconia abutment); (4) AZn (Implants with hydrophilic surface Acqua® + zirconia abutment), each group having 10 samples (n = 10). After the abutments were connected to the implants, they were contaminated for 7 days with human saliva and biofilm. At the end of the incubation period, samples of the biofilm formed on the surface of the implants and columns were collected from 7 samples to perform the genomic evaluation using the DNA-DNA Checkerboard hybridization method. Three implants from each group were used for surface evaluation through the Scanning Electron Microscopy (SEM) technique. The normality test (Shapiro-Wilk) reported a non-normal distribution of data, and the analysis was performed in Generalized Linear Model. The multiple comparisons were performed with Bonferroni adjustment. For S. salivarius, two groups did not present microorganism counts and Mann-Whitney U test was applied. A significance level of 5% was considered. Forty-one microbial species were identified and quantified by the DNA Checkerboard technique. When analyzing the global contamination, that is, the total number of microorganisms detected in each group, it was possible to find that AZn> NTi> ATi> NZn. In general, the values between AZn and NTi; and AT 1 and P 2n are similar. However, the microbial profile showed to be a variable among the different groups. AZn presented the highest contamination rates among the studied groups. From the results found, it was possible to determine that the Acqua surfaces and ceramic abutments were responsible for a highest detection of microorganisms. The images obtained by scanning electron microscopy showed the adhesion of microorganisms on both the implant and abutment surfaces. Through this study, it was possible to conclude that the surfaces of implants and prosthetic abutments evaluated had different microorganisms and the AZn group showed a highest detection of microorganisms by the Checkerboard DNA technique
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.