• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.55.2013.tde-16052013-143315
Documento
Autor
Nome completo
Thales Akira Matsumoto Ricarte
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Carlos, 2013
Orientador
Banca examinadora
Cúri, Mariana (Presidente)
Andrade Filho, Marinho Gomes de
Azevedo, Caio Lucidius Naberezny
Título em português
Teste adaptativo computadorizado nas avaliações educacionais e psicológicas
Palavras-chave em português
Modelo de resposta gradual
Modelo de Samejima
Teoria de resposta ao item
Teste adaptativo computadorizado
Resumo em português
Testes Adaptativos Computadorizados (TAC) são aqueles que selecionam gradativamente as questões (itens) a serem apresentadas ao indivíduo de acordo com o seu nível de conhecimento (traco latente). Um TAC pode se basear em um modelo da Teoria da Resposta ao Item (TRI) para a estimação do traco latente e escolha do item a ser apresentado em cada passo do teste. Este trabalho apresenta modelos da TRI utilizados em TAC encontrados na literatura e descreve alguns métodos de calibração de itens para a formação e manutenção do banco de questões do teste sob o modelo de Samejima (1969), estimação do traço latente, seleção de itens com restrições utilizando a abordagem Shadow test e critérios de parada normalmente utilizados. Foram realizadas simulações com um banco grande (500 itens) e com um banco pequeno (21 itens) e avaliada a qualidade das estimativas dos traços latente (através do cálculos dos vícios e erros quadráticos médios) de TACs com diferentes números de itens. Foi aplicado o modelo de Samejima às respostas de estudantes do Exame ao proficiência em inglês (EPI) do ICMC - USP, que é aplicado semestralmente no formato lápis e papel, para a formação de um banco de itens e posterior construção de um TAC. Também foi aplicado o modelo às respostas de pacientes clínicos do Hospital das Clínicas da Medicina da USP, cedido pelo doutor Yuang-Pang Wang, ao Inventário de Depressão de Beck (BDI) para os mesmos propósitos. Comparações com a atual metodologia para avaliação da proficiência em língua inglesa do EPI (Medida de Probabilidade Admissível, MPA) e para o diagnóstico de depressão do BDI (critério sugerido por Kendall et al., 1987) foram realizadas demonstrando as vantagens e maior riqueza dos resultados obtidos com a TRI e com os TACs implementados. Adcionalmente foi desenvolvido um programa Same-CAT que armazena bancos de itens e possibilita a criação e aplicação de TACs com restrições, através da abordagem Shadow test
Título em inglês
Computerized adaptative test in educational and psychological evaluation
Palavras-chave em inglês
Computerized adaptive test
Graduated response model
Item response theory
Samejima model
Resumo em inglês
Computerized Adaptive Tests (CAT) are those that select questions (items) gradually to be presented to an individual according to their proficiency (latent trait level). A CAT can be based on an Item Response Theory (IRT) model for estimation of the latent trait and selection of the next item to be presented in each step of the test. This paper presents IRT models used in CATs found in literature and describes some methods of item calibration for creation and maintenance of a test items bank under the Samejima's model (Samejima; 1969), estimation of latent trait, item selection with constraints using the Shadow test approach and usuals stopping criteria. Simulations were conducted with a large bank (500 items) and a small bank (21 items) and the quality of the estimatives of latent traits were evaluated (through calculations of mean squared errors and bias) TACs with different item numbers. Samejima's model were applied for the responses of students to the English Proficiency Exam (EPE) of ICMC - USP, a test applied twice a year in paper and pencil format, to create an item bank and subsequent construction of a CAT. The model was also applied to the responses of clinical patients from the Hospital das Clnicas - USP, given by Dr. Yuang-Pang Wang, to the Beck Depression Inventory (BDI) for the same purposes. Comparisons using the current methodology to evaluate the English Language Proficiency of EPE (Measure of Probability Allowable, MPA) and the BDI (criterion suggested by Kendall et al., 1987) were performed, and the CATs provided better and richer results. Furthermore a program, Same-CAT, that stores item banks and allows CAT's applications with constraints was created
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-05-16
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.