• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-11062021-135330
Documento
Autor
Nome completo
Jerenice Esdras Ferreira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Sabino, Ester Cerdeira (Presidente)
Almeida Neto, César de
Dantas, Katia Cristina
Romano, Camila Malta
Título em português
Caracterização molecular de vírus associados à encefalite em São Paulo, Brasil
Palavras-chave em português
Arbovírus
Encefalite viral
Enterovírus
Infecções por herpesviridae
Líquido cefalorraquidiano
Sistema nervoso central
Resumo em português
A encefalite viral é um processo inflamatório agudo e frequentemente difuso do parênquima cerebral. Na maioria das vezes, há acometimento associado das meninges e do espaço subaracnóideo. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de encefalite viral por arbovírus das famílias Togaviridae e Flaviviridae em São Paulo, Brasil. Um total de 500 amostras de líquido cefalorraquidiano (LCR) coletadas entre agosto de 2012 e janeiro de 2013, de pacientes com sintomas de encefalite aguda foram analisadas. Achados sugestivos de encefalite viral - elevações na concentração celular, glicose e proteína total - foram observados em 234 (46,8%) amostras, designadas como Grupo 1. As 266 amostras restantes compuseram o Grupo 2. Todas as amostras foram testadas para Flavivírus (vírus da dengue 1, 2, 3 e 4, vírus da febre amarela e vírus do Nilo Ocidental), Alphavirus (região NS5) e enterovírus por RT-PCR e para herpesvírus e enterovírus usando Enterpex-CLART. Um agente etiológico viral presuntivo foi detectado em 26 amostras (5,2%), 18 (8,0%) no Grupo 1 e 8 (3,0%) no Grupo 2. No Grupo 1, herpesvírus humanos foram detectados em 9 casos, enterovírus em 7 casos, dengue vírus (DENV) em 2 CSFs e vírus da encefalite de St. Louis (SLEV) em um caso. No Grupo 2 havia 3 CSFs positivos para herpesvírus humanos, 2 para enterovírus, 2 para DENV e 1 para SLEV. A detecção de arbovírus, embora presente em uma minoria de pacientes infectados identificam esses vírus como possível agente etiológico da encefalite. Esta é uma preocupação especial em regiões onde esta classe de vírus é endêmica e tem sido associada a outras epidemias recentes
Título em inglês
Molecular characterization of viruses associated with encephalitis in São Paulo, Brazil
Palavras-chave em inglês
Arboviruses
Central nervous system
Cerebrospinal fluid
Encephalitis
Enterovirus
Herpesviridae infections viral
Resumo em inglês
Viral encephalitis is an acute and often diffuse inflammatory process of cerebral parenchyma. The objective of this study was to evaluate the prevalence of viral encephalitis due to arbovirus infection of the Togaviridae and Flaviviridae families in São Paulo, Brazil. A total of 500 cerebrospinal fluid (CSF) samples collected between August 2012 and January 2013, from patients with symptoms of acute encephalitis were analyzed. Findings suggestive of viral encephalitis-elevations in cell concentration, glucose and total protein-were observed in 234 (46.8%) samples, designated as Group 1. The remaining 266 samples comprised Group 2. All samples were tested for Flaviviruses (dengue virus 1, 2, 3 and 4, yellow fever virus and West Nile virus), Alphavirus (NS5 region) and enterovirus by RT- PCR and for herpesviruses and enteroviruses using CLART-Entherpex. A presumptive viral etiological agent was detected in 26 samples (5.2%), 18 (8.0%) in Group 1 and 8 (3.0%) in Group 2. In Group 1 human herpesviruses were detected in 9 cases, enteroviruses in 7 cases, dengue viruses (DENV) in 2 CSFs and St. Louis encephalitis virus (SLEV) in one case. In Group 2 there were 3 CSFs positive for human herpesviruses, 2 for enteroviruses, 2 for DENV and 1 for SLEV. Detection of arboviruses, even though present in a minority of infected patients, identifies these viruses as a probable etiological agent of encephalitis. This is of special concern in regions where this class of viruses is endemic and has been linked to other recent epidemics
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-06-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.