• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
https://doi.org/10.11606/D.5.2021.tde-06012022-144126
Documento
Autor
Nombre completo
Ana Rubia Guedes Vinhole
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2021
Director
Título en portugués
Riscos de transmissão de SARS-CoV-2 em serviços de hemodiálise do Estado de São Paulo
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: Pacientes portadores de doença renal crônica dialítica encontram-se sob risco de transmissão de SARS-CoV-2 tanto comunitária como nos serviços de assistência à saúde. Além do risco aumentado de infecção, já foi descrito que estes pacientes podem apresentar piores desfechos. Assim, estratégias de prevenção da transmissão de SARS-CoV-2 nessa população de alto risco são especialmente importantes. OBJETIVOS: Os objetivos desse estudo foram: avaliar a ocorrência de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 entre pacientes e profissionais de saúde dos serviços de diálise; avaliar a ocorrência e fatores relacionados a aglomerados de casos (clusters) nestes serviços. MÉTODOS: Estudo transversal incluindo todos os serviços de diálise do estado de São Paulo. Estes serviços responderam questionário eletrônico com questões referentes a ocorrência de COVID-19 entre pacientes e profissionais de saúde e as medidas de prevenção e de controle implementadas durante o período de março a julho de 2020. Foi realizada análise descritiva e foram comparadas as medidas de prevenção realizadas em serviços em que ocorreram clusters com os serviços em que não houve a ocorrência destes. RESULTADOS: A taxa de resposta foi de 61% (121/198 serviços de diálise). Foram identificados 1.093 (5%) casos de COVID-19 em 20.984 pacientes matriculados e em 56% dos serviços houve detecção de pelo menos um cluster. As estratégias de prevenção mais frequentemente implementadas foram a definição de área ou turno dedicados para caso suspeito/confirmado de COVID-19, triagem de sinais e sintomas sugestivos de pacientes e profissionais de saúde ao chegar no serviço de diálise, aumento da frequência de limpeza de rotina e procedimentos de desinfecção. Apenas 7% dos serviços de diálise suspeitaram de clusters de COVID-19. A única variável associada a ocorrência de clusters foi a realização de procedimentos que geram aerossol (OR: 4,74; IC 95%: 1,75-12,86). CONCLUSÃO: Este inquérito estadual demonstrou que a maioria dos serviços de diálise implementou medidas para prevenir a transmissão de SARS-CoV-2. No entanto, em mais da metade dos serviços, a ocorrência de clusters parece não ter sido detectada. A única variável associada a ocorrência de clusters foi realizar procedimentos que geram aerossol
Título en inglés
Assessment of the occurrence and risk factors related to the transmission of SARS-CoV-2 in hemodialysis facilities in the State of São Paulo
Resumen en inglés
BACKGROUND: Besides occurring in the community, COVID-19 can be due to exposure to healthcare environments, such as hemodialysis centers. Furthermore, it was described that patients on hemodialysis have worse COVID-19 outcomes. In this sense, strategies to prevent COVID-19 transmission in this high-risk population especially important. OBJECTIVES: The aim of this study was to evaluate the occurrence of cases of COVID-19 among patients in hemodialysis facilities; and to evaluate the occurrence and risk factors for COVID-19 clusters in the facilities. METHODS: A cross-sectional online survey was conducted between March and July 2020 including all dialysis facilities of São Paulo state using an electronic form. The survey contained questions addressing specific components of infection prevention and control practices, and the occurrence of COVID-19 cases during the study period. RESULTS: The response rate was 61% (121/198 dialysis facilities). There were 1,093 (5%) COVID-19 cases in 20,984 patients and 56% of facilities had at least one cluster. The majority of facilities implemented measures to prevent SARS-CoV-2 transmission, and the most frequent were dedicated COVID-19 areas/shifts, symptom screening of patients and healthcare workers at entrance, environmental disinfection, and improved ventilation. Only 7% of dialysis facilities suspected COVID-19 clusters. The only variable associated with clusters was to perform aerosol-generating procedures (OR: 4.74; 95%CI: 1.75-12.86). CONCLUSION: this statewide survey demonstrated that the majority of HD facilities implemented measures to prevent SARS-CoV-2 transmission. However, in over half of the facilities, transmission may have occurred unrecognized. The only variable associated with COVID-19 clusters was to perform aerosol-generating procedures
 
Fecha de Publicación
2022-01-17
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2022. Todos los derechos reservados.