• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Master's Dissertation
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-18112016-113818
Document
Author
Full name
Maria do Socorro Morais Pereira Simões
E-mail
Institute/School/College
Knowledge Area
Date of Defense
Published
São Paulo, 2016
Supervisor
Committee
Lunardi, Adriana Claudia (President)
Almeida, Maria Helena Morgani de
Busse, Alexandre Leopold
Costa, Luciola da Cunha Menezes
Title in Portuguese
Adaptação transcultural para o português brasileiro do instrumento "The University of Alabama at Birmingham Study of Aging Life-Space Assessment" para avaliação da mobilidade de idosos
Keywords in Portuguese
Avaliação geriátrica
Estudos de validação
Idoso
Inquéritos e questionários
Limitação da mobilidade
Tradução
Abstract in Portuguese
INTRODUÇÃO A mobilidade é um componente importante da funcionalidade, necessária para realização das atividades de vida diária. O questionário The University of Alabama at Birminghan Study of Aging Life-Space Assessment (LSA) avalia a mobilidade através dos espaços que o idoso ocupa, a frequência e independência com que se desloca. O LSA é um dos poucos instrumentos que avalia a mobilidade sob o aspecto da participação e é composto por cinco questões simples e de fácil aplicação. Além disso, a avaliação pode ser realizada presencialmente ou à distância, como por exemplo, através de contato telefônico. Já existem versões do LSA validadas para utilização em outros países e, na ausência de uma versão validada em português brasileiro do LSA, faz-se necessária a adaptação transcultural e análise das propriedades de medida desta versão, para incrementar as opções de avaliação da mobilidade de idosos. O objetivo deste trabalho foi adaptar transculturalmente para o português brasileiro o instrumento LSA e testar as propriedades de medida desta versão. MÉTODOS Este estudo de adaptação transcultural e clinimetria foi realizado em duas fases. Fase I - adaptação transcultural e validade de conteúdo: foi realizada a adaptação transcultural do questionário e suas instruções de aplicação. O pré-teste das instruções e do questionário foi realizado com 10 profissionais, e o pré-teste do questionário foi realizado com 30 idosos da comunidade. Fase II - análise das propriedades de medida (reprodutibilidade, validade de construto e interpretabilidade): foram incluídos 80 idosos da comunidade. Inicialmente foi aplicado o LSA em português brasileiro e foi colocado um acelerômetro na cintura do participante. Após sete dias, o acelerômetro foi retirado e o questionário foi reaplicado. A reprodutibilidade foi analisada através do teste alpha de Cronbach (consistência interna), Coeficientes de Correlação Intraclasse (CCI) e intervalo de confiança de 95% (IC95%) (confiabilidade), e erro padrão da medida (erro de medida). A validade de construto foi analisada através da correlação de Pearson entre os escores do LSA e acelerometria (tempo em atividades sedentárias e tempo em atividades moderadas e vigorosas). A interpretabilidade foi analisada através de histograma, cálculo da diferença mínima detectável (DMD) e determinação de efeitos piso e teto. RESULTADOS Foi obtida a versão em português brasileiro do questionário LSA e suas instruções de aplicação. Essa versão atendeu aos critérios adotados neste trabalho para validade de conteúdo. A consistência interna apresentou alpha de Cronbach de 0,92 e confiabilidade com CCI de 0,97 (IC95% 0,95 a 0,98). O erro padrão da medida foi calculado em 4,12 pontos (3%). O escore do LSA apresentou correlação negativa com o tempo em atividades sedentárias (R = -0,63; p < 0,001) e correlação positiva com o tempo em atividades moderadas e vigorosas (R = 0,49; p < 0,001), a DMD foi de 0,36 pontos, e não houve efeitos piso e teto. CONCLUSÃO A versão em português brasileiro do LSA reproduz a versão original com reprodutibilidade, validade e interpretabilidade adequadas. Recomendamos, portanto, a utilização desta versão para avaliação da mobilidade dos espaços de vida dos idosos brasileiros
Title in English
Cross-cultural adaptation of the "University of Alabama at Birmingham Study of Aging Life-Space Assessment" into Brazilian Portuguese to evaluate mobility in older adults
Keywords in English
Aged
Geriatric assessment
Mobility limitation
Surveys and questionnaries
Translating
Validation studies
Abstract in English
BACKGROUND Mobility is an important component of functionality, necessary for performance of activities of daily living. The questionnaire The University of Alabama at Birmingham Study of Aging Life-Space Assessment (LSA) evaluates mobility from the spaces that older adults go, the frequency and independence that the person moves through these spaces. The LSA is one among only few instruments that evaluate mobility in the context of participation, and it consists of five simple and quick questions. In addition, the questionnaire may be applied in person or by telephone. There are already validated versions of the LSA for use in other countries and, in the absence of a validated version of the LSA in Brazilian Portuguese, it is necessary to adapt cross-culturally and to analyze the measurement properties of the adapted version, in order to increase the options for mobility evaluation of older adults. The purpose of this study was to adapt cross-culturally the LSA into Brazilian Portuguese, and to analyze its measurement properties. METHODS This cross-cultural adaptation and clinimetric study was conducted in two phases. Phase I - cross-cultural adaptation and analysis of content validity: we performed a cross-cultural adaption of the questionnaire and its instructions for application. The adapted version was pretested with 10 professionals and 30 community-dwelling older adults. Phase II - analysis of measurement properties (reliability, construct validity and interpretability): we included 80 community-dwelling older adults. Initially, the adapted LSA was applied; and we put an accelerometer on the participant's waist. After seven days, the accelerometer was removed and the questionnaire was reapplied. Reliability was analyzed by the Cronbach's alpha (internal consistency), intraclass correlation coefficients (ICC) and 95% confidence interval (95%CI) (reproducibility), and standard error of measurement (measurement error). The construct validity was analyzed by Pearson's correlation between the scores of LSA and accelerometry data (time in sedentary activities and time in moderate and vigorous activities). Interpretability was analyzed by histograms, minimal detectable change (MDC), and determination of floor and ceiling effects. RESULTS We obtained a Brazilian Portuguese version of the LSA and its instructions for application. This version met the criteria for content validity adopted in this study. Internal consistency (Cronbach's alpha) was 0.92 and reproducibility (ICC) was 0.97 (95%CI 0.95 to 0.98). The standard error of measurement was calculated in 4.12 points (3%). The LSA score showed negative correlation with sedentary activities (R = -0.63; p < 0.001), and positive correlation with moderate to vigorous activities (R = 0.49; p < 0.001), the MDC was 0.36 points, and we observed no floor or ceiling effects. CONCLUSION The Brazilian Portuguese version of the LSA reproduces the original version with adequate reliability, validity and interpretability. We therefore recommend the use of this version to evaluate life-space mobility of Brazilian older adults
 
WARNING - Viewing this document is conditioned on your acceptance of the following terms of use:
This document is only for private use for research and teaching activities. Reproduction for commercial use is forbidden. This rights cover the whole data about this document as well as its contents. Any uses or copies of this document in whole or in part must include the author's name.
Publishing Date
2016-11-18
 
WARNING: Learn what derived works are clicking here.
All rights of the thesis/dissertation are from the authors
CeTI-SC/STI
Digital Library of Theses and Dissertations of USP. Copyright © 2001-2021. All rights reserved.