• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-17092021-105344
Documento
Autor
Nome completo
Flavia Regina Ribeiro Cavalcanti Buffone
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Schochat, Eliane (Presidente)
Carvallo, Renata Mota Mamede
Pfeifer, Luzia Iara
Rosa, Marine Raquel Diniz da
Título em português
Processamento sensorial e coordenação motora de crianças com e sem transtorno do processamento auditivo central
Palavras-chave em português
criança
desenvolvimento infantil
funções sensoriais
habilidades motoras
percepção auditiva
processamento auditivo
processamento sensorial
transtorno do desenvolvimento da coordenação
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Atrasos no desenvolvimento infantil podem passar despercebidos nos primeiros anos de vida e se tornar perceptíveis na idade escolar. Problemas de aprendizagem, dificuldade de desempenhar tarefas do cotidiano e o comportamento socioemocional inapropriado são algumas alterações de crianças com Transtorno do Processamento Auditivo Central (TPAC), Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação Motora (TDC) e Transtorno do Processamento Sensorial (TPS). Este estudo teve por objetivo investigar o desenvolvimento da coordenação motora e as características do processamento sensorial de crianças com e sem TPAC. MÉTODOS: Foram avaliadas 60 crianças em idade escolar de duas escolas públicas de João Pessoa/PB. Todas realizaram triagem cognitiva. Os dados socioeconômicos e demográficos foram colhidos através de um questionário elaborado para a presente pesquisa. As crianças foram submetidas às avaliações audiológica e do processamento auditivo central (localização sonora, Pediatric Speech Inteligibility PSI, dicótico de dígitos DD e Random Gap Detection RGDT). Para avaliar o desenvolvimento da coordenação utilizou-se o Movement Assessment Batterysecond edition (MABC-2) e o processamento sensorial o Child Sensory Profile-2 (CSP2). A análise dos dados foi feita com o SPSS Statistics, versão 25.0, e o valor de significância adotado foi de 0,05. Foi realizada a análise descritiva com medidas de tendência central, e o pressuposto de normalidade foi observado. A associação entre as variáveis dos testes de coordenação motora e de processamento sensorial com o PAC foi medida pelos testes t de Student e U de Mann-Whitney. O tamanho do efeito (TE) da diferença entre os grupos foi medido pelo coeficiente d de Cohen ou r de Rosenthal. RESULTADOS: Das 60 crianças avaliadas, 38,3% foram classificadas para o grupo PAC alterado e 61,7% para o PAC normal; as médias de idade foram de 8,4 e 9,3 anos, respectivamente; não foi observada diferença entre os sexos. Os responsáveis tinham idade média de 37,4 anos, e a renda familiar per capita era de R$ 364,40. Entre os responsáveis das crianças com PAC alterado 69,6% tinham baixa escolaridade (OR = 2,16). A análise dos resultados considerou dois grupos de acordo com a escolaridade dos responsáveis: Grupo I ( ensino fundamental) e Grupo II (ensino médio e superior). No Grupo I, nas crianças com TPAC, o TDC apareceu em 8,3% delas, e o teste de destreza manual do MABC-2 mostrou associação limítrofe (p = 0,07). Para o CSP2, o processamento visual teve TE = 0,44, considerado de magnitude média. Crianças com TPAC apresentaram diferenças sensoriais em 8 dos 13 resultados do CSP2. No Grupo II não houve diferença estatística para nenhum dos testes de coordenação motora. Para o CSP2, o tamanho do efeito foi de magnitude média para 5 dos 13 testes. As diferenças sensoriais estiveram presentes nos resultados de 4 dos 13 resultados do CSP2. CONCLUSÃO: Crianças cujos responsáveis têm menos escolaridade têm mais chance de ter o TPAC. Neste estudo, o TDC não esteve relacionado ao TPAC, mas a destreza manual teve associação marginal nas crianças do Grupo I. Crianças com TPAC têm mais diferenças sensoriais que seus pares, e essas diferenças diminuem no grupo cujos pais têm mais escolaridade.
Título em inglês
Sensory processing and motor coordination of children with and without central auditory processing disorder
Palavras-chave em inglês
auditory perception
auditory processing
child
developmental coordination disorder; child development
motor abilities
sensory functions
sensory processing
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Delays on childrens development can go unnoticeable during the first years of life, however, they become noticeable during school years. Learning problems, difficulty in performing daily tasks and inappropriate socio and emotional behaviors are some of the alterations children with Central Auditory Processing Disorder (CAPD), Developmental Coordination Disorder (DCD) and Sensory Processing Disorder (SPD) show. This study aims to investigate the motor coordination development and the sensory processing characteristics of children with and without CAPD. METHOD: Sixty children were evaluated from two public schools in Joao Pessoa, Paraiba. All had their cognitive abilities tested. The socioeconomic and demographic information were collected thru a questionare. The childrens hearing and their central auditive processing were evaluated (sound orientation, Pediatric Speech IntelligibilityPSI, Dichotic DigitsDD and Random Gap DetectionRGDT). The Movement Assessment Batterysecond edition (MABC-2) was used to evaluate the coordination development and the Child Sensory Profile-2 (CSP2) was used for the sensory procesing evaluation. The analysis of the data used the SPSS Statistics, version 25.0 and the adopted significant value was 0,05. Descriptive analysis was executed with central trends method and the normality assumption was observed. The similarities between the tests variables of motor coordination and sensory processing with the CAP was measured with the t Student test and U from Mann-Whitney. The effect size (ES) from the difference between the groups was measured with the d coefficient from Cohen or r from Rosenthal. RESULTS: From the 60 children that were evaluated, 38.3% were classified with altered PAC and 61.7% with normal PAC, the average age ranged from 8.4 to 9.3 years old respectively and there was no difference in gender. The parents/care givers were approximately 37.4 years old with an income of R$ 364.40 per person. Children with altered CAP had 69.6% of their parents/care givers with lower levels of education (OR = 2,16). The analysis of the results considered two groups of parent/care giver education: Group I ( middle school) and Group II (high school and college). In Group I, children with CAPD the DCD appeared in 8.3% and the dexterity manual test from MABC-2 showed a borderline association (p = 0,07). Based on the CSP2, the visual processing had an ES = 0.44, considered of medium magnitude. Children with CAPD, showed sensory differences in 8 of the 13 results of the CSP2. In Group II, there was no statistical difference in any of the motor coordination tests and based on the CSP2 the size of the effect was of medium magnitude of 5 of the 13 tests. The sensory differences were present in the results of 4 of the 13 results from CSP2. CONCLUSION: Children with lower education parents had a higher chance of having CAPD. In this study, the DCD was not related to CAPD; however, the manual dexterity was marginally associated with the children from Group I. Children with CAPD have more sensory differences than children of same age and these differences are lowered in groups whose parents have higher education.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-09-17
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.