• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-27072012-164529
Documento
Autor
Nombre completo
Daniel Hideki Bando
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2012
Director
Tribunal
Lotufo, Paulo Andrade (Presidente)
Buchalla, Cassia Maria
Nogueira, Antonio Carlos
Olmos, Rodrigo Diaz
Santos, Itamar de Souza
Título en portugués
Sazonalidade, efemérides e a mortalidade por doença coronariana, AVC, insuficiência cardíaca, acidente de transporte, suicídio e homicídio na cidade de São Paulo, 1996 a 2009
Palabras clave en portugués
Acidente de transporte
Ano novo
AVC
Cidade de São Paulo
Doença coronariana
Epidemiologia
Feriado
Homicídio
Insuficiência cardíaca
Mortalidade
Natal
Saúde pública
Suicídio
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO: O presente estudo teve como objetivo principal avaliar o impacto dos feriados do Natal e Ano Novo na mortalidade por doença coronariana, AVC, insuficiência cardíaca, acidente de transporte, suicídio e homicídio na cidade de São Paulo, 1996 a 2009. Os objetivos secundários foram investigar outras efemérides, como carnaval, copa do mundo e rebaixamento de times paulistas (Corinthians e Palmeiras), ataque do PCC no ano de 2006. Além disso, foram investigadas associações entre variáveis ambientais, culturais com a mortalidade, como sazonalidade, dia da semana, atributos do clima e poluentes atmosféricos. MÉTODOS: Estudo ecológico e retrospectivo. Os dados diários de mortalidade foram obtidos pelo PRO-AIM. O estudo realizou três tipos de análise: (1) comparação de médias; (2) tendência; (3) regressão linear. Análise de variância (ANOVA) com teste post hoc de Bonferroni foi utilizada para comparar a média de mortes entre as estações do ano e entre os dias da semana. O nível de significância adotado foi de 0,05. No caso das efemérides, foi utilizado o mesmo teste (ANOVA) para comparar com a média de mortes da data controle. A análise de tendência foi realizada pelo programa joinpoint regression. Foi considerada a média de mortes por semana epidemiológica ao longo do ano (53 semanas) bem como os dias próximos ao Natal e Ano novo. O objetivo dessa análise foi identificar alguma alteração das mortes no período do Natal e Ano novo. Para a análise da associação entre mortalidade e variáveis ambientais, foram escolhidos dois períodos do ano: 24 de dezembro a 1 de janeiro e 24 de junho a 2 de julho. Foram calculadas as médias anuais para cada causa de morte bem como de cada variável ambiental, ano a ano. Foi utilizado teste para o coeficiente de correlação e regressão linear para estimar as associações. RESULTADOS: Foi identificado um excesso de homicídio no período do Natal e Ano novo para o sexo masculino e total. Considerando-se apenas o feriado (25 de dezembro e 1 de janeiro) o excesso de homicídio foi de 7,81 (p<0,01) mortes para o total. As demais efemérides não apresentaram diferença significativa em relação às respectivas datas de controle. A análise de variância, para o grupo de doenças cardiovasculares, identificou um pico significativo de mortes no inverno. Suicídio e homicídio apresentaram picos nas estações quentes. Acidente de transporte não apresentou padrão definido. Quanto ao dia da semana, doença coronariana apresentou excesso de mortes na segunda-feira, insuficiência na terça-feira. AVC não apresentou padrão definido. Homicídio e acidente de transporte apresentaram maior frequência de mortes aos finais de semana. Suicídio apresentou picos no domingo e segunda-feira. A análise de tendência identificou um pico no meio do ano, correspondente ao inverno, para mortes por doenças cardiovasculares. Acidente de transporte apresentou queda no período do Natal e Ano novo. Considerando-se os dias próximos ao Natal e Ano novo, não foi identificada nenhuma alteração da tendência. Na análise de regressão, para doença coronariana, foi identificada associação negativa com a temperatura mínima e positiva com NO2, para o total e sexo masculino. CONCLUSÃO: Foi identificado um pico significativo de homicídios no Natal e Ano novo, que pode ser explicado parcialmente pela teoria de atividade de rotina. Quanto à sazonalidade os resultados condizem com a literatura, ou seja, mortes por doenças cardiovasculares mais frequentes no inverno, suicídio e homicídio no verão. Em relação ao dia da semana foram identificados alguns resultados diferenciados, como maior ocorrência de mortes por insuficiência cardíaca as terças-feiras e suicídio aos domingos e segundas-feiras
Título en inglés
Seasonality, ephemerides and mortality from coronary heart disease, stroke, heart failure, traffic accidents, suicide and homicide in the city of São Paulo
Palabras clave en inglés
Christmas
City of São Paulo
Coronary heart disease
Epidemiology
Heart failure
Holiday
Homicide
Mortality
New year
Public health
Stroke
Suicide
Traffic accidents
Resumen en inglés
INTRODUCTION: This study aimed to evaluate the impact of the Christmas and New Years holidays in the mortality from coronary heart disease, stroke, heart failure, traffic accidents, suicide and homicide in the city of São Paulo, 1996 to 2009. Secondary objectives were to investigate other ephemerides, like carnival, world cup and demotion of the football teams (Corinthians and Palmeiras), PCC attack in 2006. In addition, we investigated associations between environmental and cultural variables with mortality, as seasonality, day of week, weather and air pollutants. METHODS: An ecological and retrospective study. The daily mortality data were obtained through PRO-AIM. The study conducted three types of analysis: (1) comparison of means, (2) trend, (3) linear regression. Analysis of variance (ANOVA) with Bonferroni post hoc test was used to compare the average number of deaths between seasons and between the day of the week. The level of significance was 0.05. In the case of the ephemeris, we used the same test (ANOVA) to compare with the deaths with the control period. A trend analysis was performed by the joinpoint regression program. It was considered the average of deaths per epidemiological week throughout the year (53 weeks) and the days near Christmas and New Year. The purpose of this analysis was to identify any changes in the deaths during this period. For the analysis of association between mortality and environmental variables were chosen two periods of the year: December 24 to January 1 and June 24 to July 2. Annual averages were calculated for each cause of death as well as each environmental variable from year to year. Test was used for the coefficient of correlation and linear regression to estimate associations. RESULTS: An excess of homicide in the period around Christmas and New Year was identified for males and total. Considering only the holiday (December 25 and January 1) the excess of homicide was 7.81 (p <0.01) for total deaths. Other ephemerides did not differ significantly from their respective control dates. The analysis of variance for the group of cardiovascular disease, identified a significant peak of deaths in winter. Suicide and homicide peaked in the warm seasons. Transport accident showed no definite pattern. Considering the day of the week, coronary heart disease showed an excess of deaths on Monday, heart failure on Tuesday. Stroke showed no definite pattern. Homicide and transport accident deaths were more frequent on weekends. Suicide peaks were on Sunday and Monday. Trend analysis identified a peak in the middle of the year, corresponding to winter, only to deaths from cardiovascular disease. Traffic accidents decreased during the Christmas and New Year. Considering the days near Christmas and New Year, no change was identified. In regression analysis, coronary heart disease was negatively associated with minimum temperatura and positively with NO2, for the total and male. CONCLUSION: We identified a significant spike of homicides in the Christmas and New Year, which can be partially explained by the theory of routine activity. The seasonality results consistent with the literature, ie, deaths from cardiovascular disease more common in winter, suicide and homicide in the summer. Regarding the day of the week have been identified differing results, as higher incidence of deaths from heart failure on Tuesdays and suicide on Sunday and Monday
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
DanielHidekiBando.pdf (4.73 Mbytes)
Fecha de Publicación
2012-07-31
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.