• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2017.tde-06022017-114158
Documento
Autor
Nome completo
Ana Carolina Bassi Stern
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Bydlowski, Sergio Paulo (Presidente)
Soriano, Francisco Garcia
Isaac, Cesar
Langhi Junior, Dante Mário
Palmisano, Giuseppe
Título em português
Análise da influência da restrição nutricional na modulação proteica de células de leucemia mielóide crônica (K562)
Palavras-chave em português
BCR-AB
K562
MDR restrição lipídica
Morte celular
Proteômica
Restrição sérica
Resumo em português
A formação de uma célula cancerígena é um processo constituído por múltiplas etapas no qual ocorrem diversas alterações genéticas e epigenéticas. O stress ambiental induzido pela restrição nutricional ao tumor causa a desregulação do metabolismo celular, além de aumentar a liberação de citosinas, quimiocinas e fatores de crescimento. Existem diversos estudos que descrevem os impactos do estresse ambiental na progressão tumoral e aquisição de resistência, contudo a maioria destes dá enfoque ao efeito da hipóxia e hipoglicemia. Apesar da restrição lipídica e sérica também serem fontes de estresse microambiental, pouco se sabe sobre os efeitos destas restrições na célula cancerígena. No presente estudo, foi avaliada a influência da restrição sérica e lipídica in vitro nas células de leucemia mielóide crônica K562 e verificadas possíveis alterações na expressão proteica das células que se encontram em restrição nutricional. Foi observado que a restrição lipídica, em todos os testes realizados, não induziu alterações significativas em relação ao controle. Na restrição plasmática, por sua vez, houve diminuição da viabilidade celular, aumento da apoptose, aumento da quantidade de células na fase G2 do ciclo celular e desenvolvimento de uma resistência adquirida a fatores de stress ambiental como pH e presença de espécies oxido redutivas e ao quimioterápico vincristina. Com a análise proteômica baseada em espectrometria de massas, para identificação e quantificação de proteínas, foi possível identificar diferenças no padrão de expressão de proteínas relacionadas as alterações supracitadas como SD1, MGST2, MGST1, GSTT1 e MGT3
Título em inglês
Influencial analysis in protein modulation of chronic myelogenous leukemia cells (K562) driven by nutritional deficiency
Palavras-chave em inglês
BCR-AB
Cell death
K562
MDR lipid restriction
Proteomics
Serum restrictium
Resumo em inglês
The formation of a cancer cell is a multistep process in which there are several genetic and epigenetic changes. The environmental stress induced by tumor nutritional deficiency causes disruption of cell metabolism, and increases the release of cytokines, chemokines and growth factors. There are many studies describing the effects of environmental stress on tumor progression and acquisition of resistance; however, most of these focus on the effect of hypoxia and hypoglycemia. Although the lipid and serum restriction can also be sources of microenvironmental stress, little is known about the effects of these restrictions on cancer cells. In the present study, we evaluated the influence of serum lipid and restriction in chronic myelogenous leukemia cells K562 in vitro. Lipid restriction didn't show significant changes when compared controls. Plasmatic restriction reduced cell ciability, increased cell death and the amont of cells in G2 phase of cell cycle. Also increased cells with acquired resistance too environmental stress factors such as pH or the presence of oxide species reductive or chemotherapeutic agent vincristine. With mass spectrometrybased proteomics, it was possible to identify the change in expression of proteins related to the aforementioned effects such as SD1, MGST2, MGST1, GSTT1 e MGT3
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-02-06
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.