• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2013.tde-02102013-092915
Documento
Autor
Nome completo
Jordana Costa Soares
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2013
Orientador
Banca examinadora
Carvallo, Renata Mota Mamede de (Presidente)
Azevedo, Marisa Frasson de
Couto, Christiane Marques do
Limongi, Suelly Cecilia Olivan
Samelli, Alessandra Giannella
Título em português
Reflectância de orelha média na síndrome de Down
Palavras-chave em português
Audição
Orelha média
Síndrome de Down
Testes auditivos
Timpanometria
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A síndrome de Down apresenta elevados índices de alteração da função da orelha média, bem como malformações congênitas na orelha externa, média e interna. Tais condições podem interferir na transmissão sonora pelo sistema tímpano-ossicular até a cóclea e vias auditivas centrais, afetando a compreensão da linguagem falada. Uma recente ferramenta de avaliação da orelha média, a reflectância de energia de faixa ampla, pode quantificar a energia sonora refletida ou absorvida no meato acústico externo ao longo de uma ampla faixa de frequências, mais rapidamente do que a timpanometria. OBJETIVO: Comparar as medidas de reflectância de energia de faixa ampla entre crianças com síndrome de Down e um grupo controle pareado por idade, de acordo com os achados timpanométricos. MÉTODOS: Foram analisados os dados de quatro grupos com síndrome de Down, entre 28 e 195 meses, sendo: timpanometria normal (19 orelhas), timpanometria plana (13 orelhas), timpanometria com pressão negativa moderada (6 orelhas), timpanometria com pressão negativa severa (4 orelhas). Todos os achados foram comparados a um grupo controle (21 orelhas). Os participantes foram submetidos aos exames de timpanometria e reflexo acústico ipsilateral com frequência de sonda de 226 Hz., audiometria tonal limiar, limiar de reconhecimento de fala, emissões otoacústicas evocadas por estímulo transiente e reflectância de energia na faixa de 200 a 6000 Hz. com estímulos do tipo chirp e tons puros. RESULTADOS: Os cinco grupos estudados exibiram diferentes padrões de curvas de reflectância de energia, sem diferença significativa em algumas comparações. Houve correlação negativa entre o volume do meato acústico externo e a reflectância com estímulo chirp entre 250 e 1600 Hz. e com o estímulo de tons puros entre 258 e 1500 Hz., e entre o pico de admitância da timpanometria e a reflectância com estímulo chirp em 500 e 1000 Hz. Não houve correlação entre as frequências da reflectância com estímulo chirp em 1000 e 2000 Hz e os resultados das emissões otoacústicas em 1000, 2000 Hz. e Response. A técnica de análise discriminante utilizada para classificar os dados dos participantes com base nos valores da reflectância com estímulo chirp em 1000 e 1600 Hz., alcançou um índice de classificação correta de 60% para os participantes com síndrome de Down. CONCLUSÕES: Foi possível caracterizar a curva de respostas da orelha média, para diferentes timpanogramas, na síndrome de Down, por meio da reflectância de energia de faixa ampla. Crianças com síndrome de Down com timpanograma normal apresentaram curva de reflectância semelhante ao grupo controle. A análise discriminante por meio dos resultados da timpanometria e reflectância com estímulo chirp em 1600 e 1000 Hz. classificou corretamente 60% dos dados pesquisados nas crianças com síndrome de Down
Título em inglês
Wideband reflectance in Down syndrome
Palavras-chave em inglês
Down syndrome
Ear middle
Hearing
Hearing tests
Tympanometry
Resumo em inglês
INTRODUCTION: Children with Down syndrome have high incidence of disorders of the middle ear, as well as congenital abnormalities in the external, middle and inner ear. Such conditions may change the sound transmission through the ossicular chain to the cochlea and central auditory pathways, impairing the comprehension of spoken language. An recent assessment tool of the middle ear, the wideband reflectance energy, can measure the sound energy reflected or absorbed in the ear canal over a wide frequency range, faster than tympanometry. OBJECTIVE: To compare the wideband reflectance measurements between children with Down syndrome and a control group matched by age, according to the tympanometric findings. METHODS: This study evaluated four groups with Down syndrome, between 28 and 195 months: normal tympanogram (19 ears), flat tympanogram (13 ears), moderate negative pressure tympanogram (6 ears), severe negative pressure tympanogram (4 ears). All findings were compared to a control group (21 ears). The subjects underwent to tympanometry and acoustic reflex ipsilateral with a 226 Hz probe tone frequency, pure tone audiometry, speech recognition thresholds, transient otoacoustic emissions and wideband reflectance over the 200-6000 Hz range with chirp and tone stimuli. RESULTS: Results revealed that the five groups had different reflectance curves, without significant difference in some comparisons. There was a negative correlation between the volume of the external auditory meatus and the wideband reflectance with the chirp stimulus between 250 and 1600 Hz and with the tone stimulus between 258 and 1500 Hz, and between the static acoustic admittance at the tympanic membrane level and the wideband reflectance with chirp stimulus at 500 and 1000 Hz. There was no correlation between the frequency of the chirp stimulus with reflectance at 1000 and 2000 Hz and the results of the otoacoustic emissions at 1000, 2000 Hz and general response. The discriminant analysis technique used to classify participants' data based on the values of reflectance with chirp stimulus in 1000 and 1600 Hz, achieved a correct classification rate of 60% for participants with Down syndrome. CONCLUSIONS: The findings showed the responses of the middle ear, for different tympanograms in Down syndrome through the wideband reflectance. In this study, children with Down syndrome and normal tympanogram showed wideband reflectance curve similar to the control group. A discriminant analysis with the tympanometric results and reflectance with chirp stimulus at 1600 and 1000 Hz correctly classified 60% of the data for children with Down syndrome
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2013-10-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • Soares, Aparecido José Couto, et al. Potenciais evocados auditivos de longa latência e processamento auditivo central em crianças com alterações de leitura e escrita: dados preliminares [doi:10.1590/S1809-48722011000400013]. @rquivos internacionais de otorrinolaringologia [online], 2011, vol. 15, p. 486-491.
  • Soares, Jordana Costa, and Carvallo, Renata Mota Mamede. Tone burst evoked otoacoustic emissions in neonates [doi:10.1590/S1808-86942009000300021]. Brazilian Journal of Otorhinolaryngology [online], 2009, vol. 75, p. 441-448.
  • ANDRADE, G. N., et al. Efeito Inibitório da Via Eferente Auditiva em Crianças com Transtorno de Leitura e Escrita: Estudo piloto. In 28º Encontro Internacional de Audiologia, Salvador, 2013. Anais do 28º Encontro Internacional de Audiologia., 2013. Resumo.
  • CALARGA, K., et al. Caracterização da Função Coclear de Crianças e Adolescentes com Síndrome de Down. In 27º Encontro Internacional de Audiologia, Bauru, 2012. Anais do 27º Encontro Internacional de Audiologia., 2012. Resumo. Dispon?vel em: http://www.audiologiabrasil.org.br/eiabauru2012/anais2012/trabalhos_select.php?tt=Busca&id_artigo=256.
  • CALARGA, K., et al. Comparação da função das curvas de crescimento das EOAPD entre crianças com Síndrome de Down e crianças sem acometimentos sindrômicos. In 28º Encontro Internacional de Audiologia - EIA, Salvador, 2013. Anais do 28º Encontro Internacional de Audiologia., 2013. Resumo.
  • CALARGA, K., et al. Diferentes padrões timpanométricos e captação de emissões otoacústicas em pacientes com Síndrome de Down. In XX Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, Brasilia, 2012. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia- Suplemento., 2012. Resumo. Dispon?vel em: http://www.sbfa.org.br/portal/suplementorsbfa.
  • PICHELLI, T. S., et al. Transferência de energia da orelha média por reflectância acústica em adultos jovens. In 28º Encontro Internacional de Audiologia, Salvador, 2013. Anais do 28º Encontro Internacional de Audiologia., 2013. Resumo.
  • SANCHES, Seisse Gabriela Gandolfi, et al. Efeito do treinamento auditivo associado à terapia fonoaudiológica nos distúrbios de leitura e escrita. In 27º Encontro internacional de Audiologia, Bauru, 2012. Anais do 27º Encontro internacional de Audiologia., 2012. Resumo. Dispon?vel em: http://www.audiologiabrasil.org.br/eiabauru2012/anais2012/trabalhos_select.php?tt=Busca&id_artigo=3465.
  • Soares, Jordana Costa, et al. Wideband Reflectance in Down Syndrome. In 2012 Audiology Now!, Boston, 2012. 2012 Audiology Now! Program Now!., 2012. Abstract.
  • SOARES, Jordana, et al. Energy Transmittance of the Middle Ear in Down Syndrome. In Energy Transmittance of the Middle Ear in Down Syndrome, Anaheim, 2013. Audiology Now! 2013., 2013. Abstract.
  • CÁRNIO, Maria Silvia, et al. Alterações do processamento auditivo em indivíduos com transtornos de aprendizagem. In 26º Encontro Internacional de Audiologia, Maceió, 2011. Anais do 26º Encontro Internacional de Audiologia., 2011. Resumo.
  • CÁRNIO, Maria Silvia, et al. Processamento auditivo e potenciais evocados auditivos em individuos com queixa de leitura e escrita. In 18 º Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, Curitiba, 2010. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Supl.., 2010. Resumo. Dispon?vel em: http://www.sbfa.org.br.
  • CARVALLO, R. M. M., et al. Medida do volume de meato acústico externo em crianças com síndrome de Down. In 18 º Congresso Brasileiro de Fonoaudiologia, Curitiba, 2010. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia Supl.., 2010. Resumo. Dispon?vel em: http://www.sbfa.org.br.
  • SOARES, Jordana, et al. Different Patterns of Wideband Reflectance in Down Syndrome. In American Auditory Society 40th Annual Scientific & Technology Conference, Scottsdale, 2013. Poster Abstract 40th Annual Scientific & Technology Conference., 2013. Abstract. Available from: http://https://aas.memberclicks.net/assets/docs/aas_2013_poster_abstracts.pdf?mcid_token=36108aed-843a-477d-a9b9-c9469c6b1707.
  • SOARES, Jordana, and CARVALLO, R. M. M. Otoacoustic emission suppression with tone burst in neonates at risk for hearing loss. In XXXth International Congress of Audiology, Sao Paulo, 2010. Programme and Abstracts Book., 2010. Abstract.
  • SOARES, Jordana, and CARVALLO, R. M. M. Tone burst evoked otoacoustic emission in neonates at risk for hearingo loss. In XXXth International Congress of Audiology, Sao Paulo, 2010. Programme and Abstracts Book., 2010. Abstract.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2020. Todos os direitos reservados.