• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2012.tde-25102012-162649
Documento
Autor
Nome completo
Maristela Peres Rangel
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Capelozzi, Vera Luiza (Presidente)
Ferreira, Carlos Gil Moreira
Santoro, Ilka Lopes
Título em português
Relevância clínica da concentração do ácido hialurônico no escarro e em espécimes tumorais de pacientes portadores de carcinomas de pulmão
Palavras-chave em português
Ácido hialurônico
Câncer do pulmão
Diagnóstico
Escarro
Matriz extracelular
Neoplasias
Prognóstico
Rastreamento
Sobrevida
Resumo em português
Introdução. O ácido hialurônico é um glicosaminoglicano não sulfatado presente na matriz extracelular. Vários estudos têm demonstrado que uma produção ou degradação aberrante dessa molécula tem influência no comportamento do câncer de mama, próstata, bexiga e pulmão. Desta forma, a dosagem do ácido hialurônico em tecidos e fluidos corporais como sangue, urina e escarro tem despertado grande interesse como rastreador de indivíduos de alto risco e marcador diagnóstico e/ou prognóstico da doença estabelecida. Objetivos. Verificar se há diferenças nos níveis de ácido hialurônico entre espécimes tumorais e não tumorais de câncer de pulmão, bem como seu impacto na sobrevida dos pacientes; verificar se diferenças encontradas nos tecidos estão também presentes no escarro; verificar se a dosagem do ácido hialurônico no escarro permite rastrear pacientes com câncer de pulmão entre pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica e voluntários saudáveis. Resultados. Houve uma elevação significativa nos níveis de ácido hialurônico nos espécimes tumorais em relação aos espécimes não tumorais, mesmo quando histologicamente categorizados. Não houve associação entre as concentrações do ácido hialurônico com características clínicas dos pacientes, porém houve impacto na sobrevida dos pacientes: pacientes com tumores contendo ácido hialurônico > 364,36 g/g apresentaram menor sobrevida global que pacientes cujos tumores evidenciaram ácido hialurônico < 364,36 ug/g. Demonstramos que pacientes com câncer de pulmão apresentam elevações altamente significativas da produção de ácido hialurônico no escarro independente das características clínicas dos pacientes, porém dependente do tipo histológico. Valores de ácido hialurônico >11,13ng/mg no escarro tem sensibilidade de 87% para rastreamento de pacientes com câncer de pulmão e voluntários saudáveis. Nesse grupo valores > 31,44ng/mg tem especificidade de 100% e sensibilidade de 51%. Houve exclusão com sensibilidade de 33% e especificidade de 100% de pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica em relação aos pacientes com câncer de pulmão para valores > 48,36ng/mg. Conclusão. Diferentes níveis de ácido hialurônico forma observados nos tumores e tecidos normais com impacto na sobrevida dos pacientes, tornando a dosagem do ácido hialurônico como promissor marcador prognóstico no câncer de pulmão. Diferenças observadas nos tecidos foram também constatadas no escarro, despontando a dosagem do ácido hialurônico como promissora no rastreamento de indivíduos com risco para câncer de pulmão
Título em inglês
Clinical relevance of the hyaluronan levels in the sputum and tumoral tissues of lung cancer patients
Palavras-chave em inglês
Diagnosis
Extracellular matrix
Hyaluronic acid
Lung Cancer
Neoplasms
Prognostic
Screening
Sputum
Survival
Resumo em inglês
Introduction. Hyaluronan is an extracellular matrix non-sulfated glycosaminoglycan. Some have reported that its abnormal production and degradation can influence the behaviour of different types of tumours like breast, prostate, bladder and lung cancer. Therefore, hyaluronan quantitative analysis in tissues and body fluids like blood, urine and sputum has shown promise on the high risk patients screening and as diagnostic/prognostic marker of some diseases. Objectives. Verify if there are differences in the levels of hyaluronan in tumoral and non-tumoral lung cancer specimens, as well as its impact on the patients survival; verify if sputum samples present the same differences; verify the role of hyaluronan quantitative analysis in the screening of lung cancer patients between patients with chronic obstructive pulmonary disease and healthy volunteers. Results. Lung cancer tumoral specimens showed higher levels of hyaluronan when compared to non-tumoral specimens even when the specimens were histologically categorized. There was no correlation between hyaluronan levels and the patients clinical features, however, an impact in the patients survival was observed: patients with tumoral hyaluronan levels > 364,36 g/g had a lower survival rate than patients with < 364,36 ug/g. We have shown that lung cancer patients show an elevated production of hyaluronan in the sputum. This characteristic was independent of the clinical features but dependent of the histologic type. The hyaluronan quantitative analysis for the screening of lung cancer patients between healthy volunteers showed a sensitivity of 87% for hyaluronan levels >11,13ng/mg in the sputum. In this group levels > 31,44ng/mg showed 100% specificity and 51% sensibility. On a second group (lung cancer patients vs chronic obstructive pulmonary disease patients) levels of sputum hyaluronan > 48,36ng/mg showed 100% specificity to exclude chronic obstructive pulmonary disease patients from lung cancer patients. The sensibility for this cut-off point was 33%. Conclusion. Hyaluronan quantitative analysis in the tissues is a promising lung cancer prognostic marker considering the differences between hyaluronan levels on tumoral and nontumoral tissues. Not only this, but, the differences observed in the tissues were observed in the sputum as well. Hence, the hyaluronan quantitative analysis is a promising strategy in the screening of high risk individuals that might develop lung cancer
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-10-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.