• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
Documento
Autor
Nombre completo
Thiago Oliveira Carvalho Silva
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2019
Director
Tribunal
Alves, Maria Janieire de Nazaré Nunes (Presidente)
Dias, Edgar Toschi
Lacchini, Silvia
Negrão, Carlos Eduardo
Título en portugués
O impacto do distúrbio no padrão de fluxo arterial na função, ativação e apoptose endotelial em pacientes com insuficiência cardíaca
Palabras clave en portugués
Distúrbio no padrão de fluxo sanguíneo
Função endotélio-dependente
Insuficiência cardíaca
Micropartículas endoteliais
Resumen en portugués
Introdução: A insuficiência cardíaca com fração de ejeção reduzida (IC) é uma síndrome clínica caracterizada por intolerância ao esforço, devido ao comprometimento da perfusão vascular periférica de orgãos e tecidos, resultando em disfunção neurovascular. Esta disfunção pode provocar distúrbio no padrao de fluxo sanguineo, caracterizado pelo aumento de shear rate (SR) retrógrado e oscilatório. Esse aumento tem sido associado com aumento de micropartículas endoteliais, (MPEs) na circulação e redução da função endotélio-dependente. Objetivo: Testar as seguintes hipóteses: (1) Pacientes com IC em comparação a indivíduos SD apresentam maior SR retrógrado e SR oscilatório na artéria braquial em repouso; (2) Pacientes com IC em comparação a indivíduos SD apresentam reduzida função endotélio-dependente e elevados níveis de MPEs na circulação em repouso; (3) Aumento do SR retrógrado na artéria braquial, induzido de forma "exógena" via manobra fisiológica, provoca maior liberação de MPEs em pacientes com IC em comparação a indivíduos SD e; (4) Aumento do SR retrógrado provoca maior redução na função endotélio- dependente em pacientes com IC. Métodos: Dezoito pacientes com IC (idade: 55 anos) e 14 indivíduos SD (idade: 49 anos) foram submetidos, aleatoriamente, a duas sessões, uma experimental (Oclusão) e a outra controle (sem oclusão). A dilatação mediada pelo fluxo (DMF) da artéria braquial (Doppler) foi avaliada antes e após 10 minutos do distúrbio no padrão fluxo sanguíneo, o qual foi produzido por meio de um manguito pneumático (Hokanson) inflado a 75 mmHg no antebraço direito, por um período de 30 min. As amostras de sangue venoso foram coletadas em repouso, 15 e 30 min após o inicio do distúrbio no padrão de fluxo sanguíneo, para a dosagem de MPEs (citometria de fluxo). Resultados: Em repouso, a DMF foi menor em pacientes com IC em comparação a indivíduos SD. Mas, o SR retrógrado, SR oscilatório e as MPEs não foram diferentes entre os grupos. Durante a manobra de indução de distúrbio no padrão de fluxo, na sessão experimental, houve um aumento semelhante da resposta do SR retrógrado e SR oscilatório (p < 0,0001) em ambos os grupos. Na sessão controle, nenhuma alteração foi observada. As MPEs durante o distúrbio no padrão de fluxo sangüíneo foram maiores em pacientes com IC em comparação a indivíduos SD (p = 0,05). Nenhuma diferença foi observada na sessão controle. O distúrbio no padrão de fluxo diminuiu a DMF, de forma similar, em ambos os grupos (p < 0,05). Conclusão: Em repouso, pacientes com IC apresentaram menor DMF do que os SD, mas, nenhuma diferença entre os grupos foi encontrada para o padrão de fluxo sanguíneo. O distúrbio no padrão de fluxo sanguíneo, provocou redução da função endotelial de forma semelhante em ambos os grupos, todavia, somente os pacientes com IC apresentaram aumento nas MPEs
Título en inglés
The impact of disturbed blood flow on function, activation and apoptosis of endothelial cells in patients with heart failure
Palabras clave en inglés
Disturbed blood flow
Endothelial microparticles
Endothelial-dependent function
Heart failure
Resumen en inglés
Introduction: Heart failure with reduced ejection fraction (HF) is a clinic syndrome characterized by limitations to physical effort, which may be explained by great peripheral vasoconstriction, as result of a neurovascular dysfunction. This dysfunction may induce disturbed blood flow, characterized by high retrograde and oscillatory shear rate (SR). This response has been associated with augmentation on circulating endothelial microparticles (EMPs) and reduced endothelial-dependent function. Objectives: To test the hypotheses: (1) Patients with HF in comparison to HS individuals present higher SR retrograde and oscillatory SR in resting brachial artery ;(2) Patients with HF in comparison to HS individuals have reduced endothelium-dependent function and high levels of resting EMPs; (3) Increased SR in the brachial artery, induced "exogenously" via physiological maneuver, causes greater release of EMPs in HF patients compared to HS and; (4) Increased retrograde SR causes greater reduction in endothelium-dependent function in patients with HF. Methods: Eighteen HF patients (age: 55 years) and 14 healthy subjects (age: 49 years) randomly underwent to two sessions, experimental and control. Brachial artery FMD (Doppler) was evaluated before and 30 min after disturbed blood flow, which was produced via a pneumatic cuff (Hokanson) inflated to 75 mm Hg in forearm. Venous blood samples were collected at rest, 15 and 30 min of disturbed blood flow to assess circulating EMPs levels (CD42b-/CD31+; Flow cytometry). Results: At rest, FMD was smaller in HF patients compared to HS. But, retrograde SR and oscillatory SR and EMPs were no difference between groups. During maneuver to induction of disturbed blood flow, experimental session, the retrograde SR and oscillatory SR similarly increased in both groups (p < 0.0001). In control session, no change was observed. EMPs during disturbed blood flow was greater in HF patients compared to HS (p=0.05). No changes difference was found in control session. Disturbed blood flow similarly decreased FMD in both groups (p < 0.05). Conclusion: At rest, HF patients have smaller FMD compared to HS, but not difference was found for blood flow patterns between groups. Disturbed blood flow similarly decreased the endothelial function in both groups, but it increased EMPs only in HF patients
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2019-11-18
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.