• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.5.2006.tde-16102014-110912
Documento
Autor
Nombre completo
Roberta Munhoz Manzano
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2006
Director
Tribunal
Vieira, Joaquim Edson (Presidente)
Benseñor, Fabio Ely Martins
Okamoto, Valdelis Novis
Título en portugués
Efeito da fisioterapia respiratória no pós-operatório imediato, em pacientes submetidos à cirurgia abdominal alta: estudo prospectivo
Palabras clave en portugués
Abdome/cirurgia
Espirometria
Fisioterapia/especialidade
Oximetria
Período de recuperação da anestesia
Período pós-operatório
Resumen en portugués
Introdução: A piora da função muscular respiratória pós-cirurgia aumenta o risco de hipoventilação, hipóxia, atelectasia e infecções. O fisioterapeuta tem um papel essencial na recuperação desses pacientes. O objetivo da pesquisa foi avaliar se a intervenção da fisioterapia respiratória no pós-operatório imediato de pacientes submetidos à cirurgia abdominal alta eletiva, em sala de recuperação pós-anestésica, resulta em melhor função pulmonar, observando valores de espirometria e oximetria de pulso e dados da evolução clínica. Métodos: O estudo é do tipo ensaio clínico prospectivo e aleatorizado observando-se valores de espirometria e oximetria de pulso. Também foi realizada análise retrospectiva dos prontuários. Os grupos foram avaliados no pré-operatório e no segundo pós-operatório (espirometria, oximetria de pulso, exame físico, escala analógica de dor). O grupo experimental recebeu fisioterapia respiratória na recuperação pós-anestésica. Resultados: Não houve diferença entre os valores espirométricos, de pico de fluxo expiratório e de saturação de oxigênio entre os grupos controle e experimental. No presente estudo a saturação de oxigênio melhorou após a fisioterapia (p=0,029). Porém essa melhora não se manteve até o segundo pós-operatório. Também foi avaliado o tempo de internação, tempo cirúrgico, escala analógica de dor e complicações pós-operatórias, não houve diferenças entre os grupos. Conclusões: A espirometria não se mostrou sensível para detectar eventual piora da função pulmonar no segundo pós-operatório. A saturação de oxigênio atingiu números próximos aos do pré-operatório após exercícios de fisioterapia. A fisioterapia respiratória no pós-operatório imediato não causou dor ao paciente
Título en inglés
Effect of respiratory physical therapy on immediate postoperative in patients submitted to high abdominal surgery: prospective study
Palabras clave en inglés
Abdomen/surgery
Anesthesia recovery period
Oximetry
Physical therapy/specialty
Postoperative period
Spirometry
Resumen en inglés
Introduction: Surgical procedures can affect the respiratory muscles increasing the risks to hypoventilation, hypoxia, atelectasis and infections. Physiotherapists are essentials to care those patients. The purpose of this study was to evaluate the intervention of chest physiotherapy in immediate postoperative, in anesthesia recovery period room, analyzing lung functions, spirometry and oximetry in patients submitted to elective abdominal surgery. Methods: Clinic prospective and arbitrary, observing spirometry and oxygen saturation. A retrospective analysis from the notes was also done. The groups were evaluated in preoperative and 2nd postoperative (spirometry, oxygen saturation, physic examination and graduated pain scale).The physiotherapy group received chest physiotherapy in recuperation post anaesthetic. Results: There is no evidence to support a significant difference between control group and physiotherapy group analyzing spirometric values, expiratory peak flow and oxygen saturation. The oxygen saturation improves after physical therapy (p=0,029). But this improve can't kept until second postoperative. The period in hospital, surgery duration, graduated pain scale and postoperative pulmonary complications were analyzed but there was not significant difference between groups. Conclusions: Spirometry was not able to show a possible worst in pulmonary function on the second postoperative. The oxygen saturation reached similar numbers to preoperative post chest physiotherapy. In immediate postoperative chest physiotherapy do not cause pain to the patient
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2014-10-16
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.