• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2012.tde-09082012-142930
Documento
Autor
Nome completo
Karina do Valle Marques
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2012
Orientador
Banca examinadora
Liberti, Edson Aparecido (Presidente)
Clebis, Naianne Kelly
Lacchini, Silvia
Maifrino, Laura Beatriz Mesiano
Oliveira, Flavia de
Título em português
Características estruturais e estereológicas  do plexo cardíaco de camundongos expostos à poluição ambiental
Palavras-chave em português
Exposição ambiental
Gânglios
Neurônios
Plexo cardíaco
Poluição do ar
Resumo em português
Os objetivos do presente trabalho foram determinar a morfologia do plexo cardíaco e verificar se o coração de camundongos é alterado pela exposição à poluição atmosférica em relação ao peso, ao número de neurônios e gânglios. Camundongos foram mantidos em câmaras situadas próximas a vias de trafego intenso em São Paulo. Os animais foram divididos em 4 grupos (n=5) segundo a exposição à poluição atmosférica no período gestacional e/ou pós natal: ar filtrado (F-F), ar não filtrado (NF-NF), ar filtrado e ar não filtrado (F-NF) e ar não filtrado e ar filtrado (NF-F). Ao atingirem 120 dias de vida, os animais foram eutanasiados e seus corações removidos. O número de neurônios cardíacos assim como seu volume, volume do gânglio, área do neurônio, perímetro e o diâmetro de Feret máximo (FMax) e mínimo (FMin) foram estimados por meio de avaliações morfométricas e estereológicas. Os neurônios e gânglios cardíacos foram corados pelo método de Giemsa. As fibras colágenas foram identificadas pelo método de Picro-sirius sob luz polarizada. Verificou-se que as fibras colágenas tipo III são predominantes na cápsula do gânglio nos grupos NF-F e NF-NF. O peso corpóreo foi significativamente menor nos animais que foram expostos no período pós natal (F-NF, NF-NF) quando comparados aos grupos F-F e NF-F. A média do perímetro neuronal foi maior no grupo F-F que nos grupos expostos no período gestacional e pós natal (F-NF, NF-F e NF-NF). O FMax foi estatisticamente diferente entre o grupos expostos no período pós natal (F-NF e NF-NF) (p<0,05). Houve uma redução significativa no volume dos neurônios nos grupos F-NF e NF-NF. Os resultados permitem especular que a mudanças no controle autonômico do coração resultante da exposição à poluição atmosférica, pode ser relacionado a alterações no desenvolvimento do plexo cardíaco
Título em inglês
Stereological and Structural characteristics of the cardiac plexus in mice exposed to environmental air pollution
Palavras-chave em inglês
Air pollution
Cardiac plexus
Environmental exposure
Ganglia
Neuron
Resumo em inglês
The aims of the present study were to determine the cardiac plexus morphology and to test whether or not the heart of the mice alters in weight, neuronal and ganglia number with air pollution exposure. Mice were maintained in exposure chambers situated close to a busy crossroads in São Paulo. Animals were grouped in to four groups (n=5) according to prenatal and/or postnatal exposure to air pollution: filtered air (F-F); non-filtered air (NFNF); filtered and non-filtered air (F-NF); non-filtered and filtered air (NF-F). Reaching 120 days of life, the animals were euthanized for obtaining their hearts. The number of cardiac neurons as well as their volume, ganglion volume, neuron sectional area, perimeter and maximum (FMax) and minimum (FMin) Ferrets diameter were estimated under the stereological and morphometric aspects. The cardiac neurons and ganglia were stained employing the Giemsa method. Collagen fibers were identified by Picro-sirius under polarized light. Type III collagen fibers predominate in the ganglion capsule of the NF-F and NF-NF groups. Body weight was significantly reduced in those animals exposed to air pollution postnatally (F-NF, NF-NF) when compared to groups F-F and NF-F. The average of the neuronal perimeter was larger in F-F group than in those groups with gestational and postnatal exposure (F-NF, NF-F and NF-NF). The volume, volume do gânglio, área do neurônio, perímetro e o diâmetro de Feret máximo FMax was statistically different among the groups exposed to air pollution postnatally (F-NF and NF-NF) (p<0.05). A decrease in the total neuronal volume was significantly detected in F-NF and NF-F groups. The mean neuron volume was significant in the F-NF and NF-NF. Our results, allow us to speculate that changes in autonomic control of heart resulting from exposure to air pollution may be linked to alterations in the development of the cardiac plexus
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2012-08-21
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.