• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Luciano Belotti
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Veras, Mariana Matera (Presidente)
Albero, Paula Juliana Ferreira
Pazetti, Rogerio
Silva, Luiz Fernando Ferraz da
Título em português
Efeitos do uso da Cannabis sativa durante a gestação sobre o desenvolvimento pulmonar: estudo experimental em camundongos
Palavras-chave em português
Cannabis
Histologia
Morfologia
Pulmão/crescimento e desenvolvimento
Pulmão/patologia
Resumo em português
A Cannabis sativa é a droga ilícita usada com maior frequência por gestantes. O Delta9-tetrahidrocanabinol é o canabinóide principal responsável pelos efeitos psicoativos agindo principalmente nos receptores canabinóides 1 no cérebro. O consumo de Cannabis durante a gestação pode afetar o sistema endocanabinóide causando impactos na fase implantacional e no desenvolvimento fetal. Além disso, o Delta9- tetrahidrocanabinol é uma substância que pode atravessar a barreira feto-placentária e estar presente no leite materno. Sabe-se, no entanto, que qualquer estímulo ou insulto em um período crítico de desenvolvimento embrionário-fetal pode representar consequências mais tarde na vida. A fumaça de Cannabis contém elementos tóxicos prejudiciais semelhantes aos da fumaça de cigarro, logo o uso crônico de Cannabis tem sido associado a efeitos deletérios sobre o sistema respiratório. Embora vários estudos abordarem os efeitos da exposição à Cannabis sativa, escassos são aqueles que estudam a exposição gestacional e seus efeitos na prole. Além disso, os efeitos da Cannabis sativa sobre o desenvolvimento pulmonar são pouco conhecidos. O objetivo deste estudo é analisar os efeitos do uso da Cannabis sativa no desenvolvimento pulmonar da prole de camundongos, cujas mães foram expostas no período de gestação e analisar os efeitos no próprio tecido pulmonar dessas mães. Camundongos fêmeas grávidas (BALB/c) com aproximadamente 3 meses foram expostas à fumaça de Cannabis sativa ou ar filtrado por um período de 13 dias. Após as exposições os pulmões e os fetos das fêmeas grávidas foram coletados e o perfil inflamatório pulmonar avaliado no lavado broncoalveolar. As análises morfologia tecidual foram conduzidas e avaliadas utilizando os parâmetros estereológicos do volume pulmonar total, volume total e densidade de volume dos compartimentos pulmonares (parênquima pulmonar, vias aéreas, vasos sanguíneos, espaços aéreos alveolares, septos alveolares, áreas de superfície total e densidade de superfície dos alvéolos). Adicionalmente foram incluídas as análises de dissector físico para a estimativa de volume médio alveolar, densidade numérica e o número total de alvéolos para as proles com 20 e 60 dias de idade. As análises estereológicas das fêmeas grávidas mostraram um aumento significativo no volume total pulmonar, no volume total dos septos e no volume total dos espaços aéreos alveolares, quando comparados com as fêmeas grávidas expostas ao ar filtrado (grupo controle). Nos fetos com 18 dias de idade gestacional, houve uma diminuição significativa no volume total pulmonar, no volume total e na densidade de volume de sacos alveolares, no volume total e na densidade de volume de mesênquima, quando comparados com o grupo controle. Na prole com 20 dias de idade, houve um aumento no volume total, na densidade de volume e de superfície das vias aéreas, quando comparados com o grupo controle. Na prole com 60 dias de idade, houve um aumento no volume total do espaço aéreo alveolar, na densidade de volume do espaço aéreo alveolar, na densidade de superfície dos septos alveolares e na estimativa do número total de alvéolos, quando comparados com o grupo controle. Já os parâmetros de densidade de volume dos septos alveolares, área de superfície total dos septos alveolares e espessura dos septos alveolares, mostraram-se diminuídas quando comparados com o grupo controle. Os resultados mostraram que a exposição à fumaça de Cannabis é capaz de induzir alterações morfológicas no tecido pulmonar de camundongos (BALB/c) fêmeas grávidas e nas suas respectivas proles
Título em inglês
Effects of Cannabis sativa during gestation on lung development: an experimental study in mice
Palavras-chave em inglês
Cannabis
Histology
Lung/growth and development
Lung/pathology
Morphology
Resumo em inglês
Cannabis sativa is the illicit drug most frequently used by pregnant women. Delta9-tetrahydrocannabinol is the main cannabinoid responsible for psychoactive effects and acts mainly on the cannabinoid 1 receptors in the brain. Cannabis use during pregnancy can affect the endocannabinoid system causing impacts on the implantation phase and fetal development. In addition, Delta9-tetrahydrocannabinol is a substance that can cross the fetal-placental barrier and be present in breast milk. It is known, however, that any stimulus or insult in a critical period of embryonic-fetal development can have consequences later in life. Cannabis smoke contains harmful toxic elements similar to those of cigarette smoke, so chronic use of Cannabis has been associated with deleterious effects on the respiratory system. Although several studies address the effects of exposure to Cannabis sativa, few are those who study gestational exposure and its effects on offspring. In addition, the Cannabis sativa effects on lung development are poorly understood. The aim of this study is to analyze the effects of Cannabis sativa on the mice offspring lung development whose mothers were exposed during the gestation period and to analyze the effects on the lung tissue of these mothers. Pregnant female mice (BALB / c) with approximately 3 months were exposed to Cannabis sativa smoke or filtered air for 13 days. After the exposures the lungs and fetuses of the pregnant females were collected and the lung inflammatory profile evaluated in the bronchoalveolar lavage. The tissue morphology analyzes were conducted and evaluated using the stereological parameters of total lung volume, total volume and volume density of lung compartments (lung parenchyma, airways, blood vessels, alveolar air spaces, alveolar septa, total surface areas and alveoli surface density). In addition, physical dissector analyzes were used to estimate the mean alveolar volume, numerical density and the total number of alveoli for offspring at 20 and 60 days of age. Stereological analyzes of pregnant females showed a significant increase in total lung volume, total septal volume and alveolar air spaces total volume when compared to pregnant females exposed to filtered air (control group). In fetuses with 18 days gestational age, there was a significant decrease in total lung volume, total volume and volume density of saccules, total volume and volume density of mesenchymal stroma when compared to the control group. In the 20-day-old offspring, there was an increase in total volume, volume density and surface density of airway when compared to the control group. In the 60-day-old offspring, there was an increase in total alveolar airspace volume, alveolar airspace volume density, alveolar septal surface density, and total alveolar number estimation, as compared to the control group. The alveolar septa volume density, alveolar septa total surface area and alveolar septa thickness were decreased when compared to the control group. The results showed that exposure to Cannabis smoke is able to induce morphological changes in the lung tissue of pregnant (BALB / c) mice and their respective offspring
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
LucianoBelotti.pdf (4.51 Mbytes)
Data de Publicação
2019-09-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.