• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-03022016-145143
Documento
Autor
Nome completo
Joceara Neves dos Reis
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Rocha, Flavio Eduardo Trigo (Presidente)
Amaro, João Luiz
Machado, Marcos Giannetti
Título em português
Biofeedback EMG ou eletroestimulação transcutânea parassacral em crianças com disfunção do trato urinário inferior: estudo prospectivo e randomizado
Palavras-chave em português
Bexiga urinária hiperativa
Criança
Eletromiografia
Estimulação elétrica nervosa transcutânea
Estudo prospectivo
Reabilitação
Sintomas do Trato urinário inferior
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A disfunção do trato urinário inferior (DTUI) pode decorrer de contrações vesicais durante a fase de enchimento (hiperatividade do detrusor) ou a falta de coordenação entre a contração vesical e o relaxamento dos músculos do assoalho pélvico durante o esvaziamento vesical (disfunção miccional). Várias publicações sugerem benefícios do uso de biofeedback eletromiográfico (EMG) e eletroestimulação transcutânea parassacral (ENTP) no tratamento destas condições. Contudo faltam estudos controlados comparando estas duas formas de tratamento. OBJETIVO: Comparar a eficácia das técnicas de biofeedback EMG e ENTP em crianças com DTUI. MÉTODOS: Estudo prospectivo e randomizado com 64 crianças, sendo 43 meninas e 21 meninos com idade média 9,39 anos. As crianças foram divididas em dois grupos de tratamento: grupo biofeedback (GB) e grupo de ENTP (GE). Os critérios para avaliar a eficácia do tratamento foram a taxa de resolução dos sintomas noturnos e diurnos, comprovados por diário miccional, urofluxometria, questionários (DVSS - Dysfunction voiding symptoms score), avaliação da qualidade de vida (QV), melhora da constipação e do número de episódios de infecção do trato urinário (ITU).RESULTADOS: No GB 54,9% das crianças tiveram resposta completa e no GE 60,6% em relação a melhora diurna (p=0,483) e 29,6% e 25% em relação a melhora noturna respectivamente (p=0,461). Em relação ao diário miccional, urofluxometria e DVSS, ambos os grupos tiveram melhora estatisticamente significante (p=0,001), porém a QV não teve diferença entre os grupos (p=0,959 e p=0,065). Na avaliação da constipação, houve decréscimo no GB de 61,3% para 19,4% (p=0,002) e no GE de 33,3% para 6,2% (p=0,013). Nenhuma criança apresentou ITU após o término do tratamento (p < 001). CONCLUSÃO: O biofeedback EMG e a ENTP são efetivos para o tratamento de DTUI.Esta eficácia se traduz por melhora dos sintomas diurnos e noturnos bem como na avaliação feita por questionário e urofluxometria. Ambas as técnicas se mostrarm eficazes, embora o biofeedback tenha requerido um menor número de sessões
Título em inglês
EMG Biofeedback or parasacral transcutaneous eletrical nerve stimulation in children with lower urinary tract dysfunction: study prospective randomized
Palavras-chave em inglês
Electromyography
Lower urinary tract symptoms, Rehabilitation
Prospective study
Transcutaneous electric nerve stimulation, Children
Urinary bladder overactive
Resumo em inglês
INTRODUCTION: The lower urinary tract dysfunction (LUTD) may be due to bladder contractions during the filling phase (detrusor overactivity) or the lack of coordination between bladder contraction and relaxation of the pelvic floor muscles during bladder emptying (voiding dysfunction ). Several publications have suggested benefits of using electromyographic biofeedback (EMG) and parasacral transcutaneous electrical nerve stimulation (TENS) in treating these conditions. However there is a lack of controlled studies comparing these two forms of treatment. OBJECTIVE: To compare the effectiveness of EMG biofeedback and parasacral TENS techniques in children with DTUI. METHODS: A prospective and randomized study with 64 children, 43 girls and 21 boys, mean age 9.39 years. The children were divided into two treatment groups: biofeedback group and parasacral TENS. The criteria for assessing the effectiveness of techniques were the rate of resolution of daytime and nighttime symptoms, improvements in voiding diary, uroflowmetry and questionnaires. (DVSS - Dysfunction voiding symptoms score). We also acessed changes in quality of life (QOL) constipation and number of episodes of lower urinary tract infection (UTI). RESULTS: GB 54.9% of children had complete response in EMG biofeedback group and 60.6% in those treated by parasacral TENS in daytime symptoms (p = 0.483) and 29.6% and 25% in night time respectively (p = 0.461). Regarding the voiding diary, uroflowmetry and DVSS, both groups had statistically significant improvement (p = 0.001), but the QOL showed no difference between groups (p = 0.959 and p = 0.065). In the evaluation of constipation, there was a decrease in EMG biofeedback group 61.3% to 19.4% (p = 0.002) and in parasacral TENS group 33.3% to 6.2% (p = 0.013). No child had UTI after the end of treatment (p <.001). CONCLUSION: EMG biofeedback and the parasacral TENS are effective for treating DTUI. This efficiency translates into improved daytime and nighttime symptoms as well as in the evaluation made by questionnaire and uroflowmetry. Both techniques showed excellent results, although biofeedback required a fewer number of sessions
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2016-02-04
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.