• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-02092010-172959
Documento
Autor
Nome completo
Fernando José Akira Saito
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Dall'Oglio, Marcos Francisco (Presidente)
Oliveira, Luiz Carlos Neves de
Berger, Milton
Machado, Marcos Tobias
Otoch, Jose Pinhata
Título em português
Curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica
Palavras-chave em português
Complicações intra-operatórias
Internato e residência
Neoplasias da próstata
Prostatectomia retropúbica/educação
Resumo em português
Introdução: A curva de aprendizado em cirurgia é um período de sedimentação de habilidades onde procedimentos são realizados com maior dificuldade e lentidão, maior risco de complicações intra-operatórias e menor eficácia clínico-funcional devido à inexperiência do cirurgião. Nós analisamos a curva de aprendizado inicial da prostatectomia radical retropúbica realizada por médicos residentes do Setor de Uro-Oncologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Método: estudo prospectivo, envolvendo 184 prostatectomias radicais retropúbicas, realizadas por cinco residentes consecutivamente, entre 02/06/2006 e 31/01/2008. Foram considerados: o tempo operatório, sangramento transoperatório, necessidade de transfusão sanguínea, taxa de margens cirúrgicas comprometidas, complicações intra-operatórias e avaliação funcional precoce. Resultados: cada residente realizou em média 37 cirurgias. O PSA mediano foi de 9,3 ng/mL e o estágio clínico T1c em 71% dos pacientes. O estágio patológico foi pT2 (73%), pT3 (23%), pT4 (4%); o escore de Gleason na peça cirúrgica foi de 54% (Gleason <7), 33% (Gleason 7) e 13% (Gleason >7). O tempo cirúrgico mediano foi de 140 minutos, o sangramento mediano de 488 mL e a necessidade de transfusão sanguínea de 7,2%. A taxa de margens cirúrgicas positivas de 23% foi constante nos 30 primeiros casos. A avaliação funcional precoce (até 6 meses de pós-operatório) mostrou 89% de continência, 57% de disfunção erétil e 7% de recidiva bioquímica. Conclusão: Durante a curva de aprendizado da prostatectomia radical, ocorre redução significativa do tempo operatório após 20 cirurgias e tendência de redução do sangramento e da necessidade de transfusão sanguínea após 29 cirurgias. As margens cirúrgicas permanecem estáveis em 23%.
Título em inglês
The initial learning curve for open radical prostatectomy
Palavras-chave em inglês
Itraoperative complications
Prostatectomy/education
Prostatic neoplasm
Residency and internship
Resumo em inglês
Introduction: The learning curve is a period of skills improvement. Procedures are carried through with longer operating time, high risk of surgical complications and sub optimal functional outcomes. We have analyzed the residents' initial learning curve in open radical prostatectomy in our institution. Method: Between June of 2006 and January of 2008, 184 open radical prostatectomies have been performed in our service by five senior residents in Urology. We prospectively evaluated: operating time, blood loss, blood transfusion rate, positive surgical margins, intra-operative complications and early functional outcomes. Results: an average of 37 open radical prostatectomies was performed by each resident. Medium PSA was 9,3ng/mL; clinical stage T1c in 71% of the patients. The pathological stage was pT2 (73%), pT3 (23%), pT4 (4%) and Gleason score was 54% (Gleason <7), 33% (Gleason 7) and 13% (Gleason >7). The medium operating time was 140 minutes, medium blood loss of 488 mL and positive margins were found in 23% during the first 30 cases. Early functional outcomes (less than 6 months after surgery) revealed 89% of urinary continence, 43% of normal erectile function and 7% of biochemical recurrence. Conclusion: During the initial learning curve significant reduction in operating time occurs after first 20 procedures, blood loss and transfusion improves after 29 prostatectomies and positive margins remain stable during the first 30 patients (23%).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-09-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.