• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-24112010-181156
Documento
Autor
Nome completo
Carlos Augusto Ventura Pinto
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Chammas, Maria Cristina (Presidente)
Amaro Júnior, Edson
Kodaira, Sergio Keidi
Macedo, Tulio Augusto Alves
Shigueoka, David Carlos
Título em português
Contraste por microbolhas em ultrassonografia no diagnóstico diferencial entre oclusão e pseudo-oclusão da artéria carótida interna: correlação com a  angiotomografia
Palavras-chave em português
Artéria carótida interna
Estenose das carótidas
Microbolhas
Tomografia
Ultrassonografia
Resumo em português
Objetivo: Avaliar a eficácia da ultrassonografia com contraste (US com contraste) de segunda geração no diagnóstico diferencial entre oclusão e pseudo-oclusão de artéria carótida interna cervical (ACI) comparativamente à ultrassonografia com Doppler (US Doppler) utilizando a angiotomografia computadorizada (angio-TC) como padrão-ouro. Materiais e Métodos: Estudo prospectivo realizado entre junho de 2006 e junho de 2008 com 72 pacientes sintomáticos (57; 15) e 78 com ACIs aparentemente ocluídas pela US Doppler. Esses pacientes foram submetidos inicialmente à US Doppler e, em seguida, à US com contraste. Todos os pacientes realizaram posteriormente a angio-TC, utilizada como padrão-ouro. A correlação entre os métodos foi feita através de estudo duplo cego. Resultados: A sensibilidade, a especificidade e a acurácia da US com contraste foram respectivamente de 100%; 90,5% e 97,4%. Quando comparada à angio-TC, a quantidade de falsas oclusões pela US Doppler foi de 26,9% (21/78), (p < 0,001), enquanto que pela US com contraste foi de 2,6% (2/78) (p = 0,500). A US com contraste obteve melhor resultado que a US Doppler, com diferença estatisticamente significante (p < 0,001). Conclusão: A US com contraste é tão eficaz quanto a angio-TC e superior à US Doppler no diagnóstico diferencial entre oclusão e pseudo-oclusão da ACI
Título em inglês
Ultrasound microbubble contrast for distinguishing the diagnosis of cervical internal carotid artery occlusion from the one of pseudo-occlusion utilizing computerized angiotomography as the gold standard
Palavras-chave em inglês
Carotid stenosis
Internal carotid artery
Microbubbles
Tomography
Ultrasound
Resumo em inglês
Purpose: Evaluate the efficacy of second-generation contrast ultrasound (CEUS) for distinguishing the diagnosis of cervical internal carotid artery (ICA) occlusion from the one of pseudo-occlusion when compared with Doppler Ultrasound (DUS) utilizing computerized angiotomography (CTA) as the gold standard. Material and Methods: A prospective study was performed between June 2006 and June 2008 with 72 symptomatic patients (57 males; 15 females) and 78 ICAs apparently occluded by DUS. These patients were initially subjected to DUS and then to CEUS. All patients went through CTA later on, used as the gold standard. Correlation between the methods was made by means of a double-blind study. Results: The sensitivity, specificity and accuracy of CEUS were taken as 100%, 90.5% and 97.4% respectively. When compared with CTA the amount of false occlusions by DUS was 26.9% (21/78), (p < 0.001) whereas by CEUS 2.6% (2/78) (p = 0.500) was seen. Far better results were obtained with CEUS than with DUS with a significant discrepancy (p < 0.001). Conclusion: CEUS shows to be as effective as CTA but better than DUS for distinguishing the diagnosis of ICA occlusion from the one of pseudo-occlusion
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-11-26
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.