• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2017.tde-18012017-150048
Documento
Autor
Nome completo
Karina de Souza Giassi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2016
Orientador
Banca examinadora
Parga Filho, José Rodrigues (Presidente)
Deheinzelin, Daniel
Amaro Júnior, Edson
Kairalla, Ronaldo Adib
Título em português
Necrose da gordura epipericárdica: análise clínica e radiológica de uma entidade pouco conhecida
Palavras-chave em português
Dor no peito
Modelos lineares
Necrose
Pericárdio
Tomografia computadorizada por raios X
Resumo em português
Introdução: a necrose da gordura epipericárdica é uma entidade caracterizada por dor torácica súbita de forte intensidade e ventilatório-dependente em indivíduos previamente hígidos, com menos de 50 casos descritos na literatura. O achado característico na tomografia computadorizada de tórax é de uma lesão arredondada com atenuação de gordura e graus variáveis de densificação dos planos adiposos adjacentes localizada na gordura epipericárdica. O tratamento é sintomático com analgésicos e as alterações radiológicas tendem a regredir em poucas semanas. O aumento do número de casos, nos últimos anos, sugere que a entidade possa ser subdiagnosticada. O objetivo do estudo foi estimar a frequência da necrose numa população e comparar dados clínicos e laboratoriais com um grupo controle. Material e Métodos: 7463 tomografias computadorizadas de tórax realizadas no pronto atendimento de um hospital quaternário, de julho de 2011 a dezembro de 2014 foram avaliadas por um radiologista na busca de imagens compatíveis com necrose da gordura epipericárdica. Vinte pacientes foram selecionados e comparados com um grupo controle pareado por idade e sexo, numa proporção de 1:5 pacientes com dor torácica atípica, que também realizaram tomografia computadorizada de tórax neste período. Os dados clínicos e laboratoriais foram comparados por meio de modelos de regressão linear e os aspectos de imagem e os relatórios das tomografias dos pacientes com a necrose foram avaliados individualmente. A frequência da NGE nos pacientes que realizaram tomografia computadorizada de tórax no pronto atendimento por dor torácica foi estimada. O estudo obteve aprovação do Comitê de Ética. Resultados: a média de idade dos pacientes com a necrose foi 42 ± 13 anos e, desses, 25% mulheres (5 pacientes). A necrose esteve presente em 2.15% dos indivíduos que realizaram tomografia de tórax por dor torácica e em 0.26% de todos os pacientes que realizaram tomografia de tórax no pronto atendimento. A lesão é mais frequente do lado esquerdo (p = 0.01, IC = 0.56-0.94) e está associada à derrame pleural ipsilateral (p=0.01, IC 0.36-0.80) e atelectasia (p=0.01, IC 0.58-0.99) (p=0.01, IC 0.36-0.80). No contexto de dor torácica não coronariana, a necrose tem maior probabilidade de ocorrer na ausência de outros sintomas (p=0.005, IC -5.83, -1.27) e com o não uso de medicamentos (p= 0.01 e IC-3.33, -0.40). A análise dos relatórios das tomografias de tórax mostrou um aumento nas taxas de diagnóstico ao longo dos anos. Conclusão: pacientes com dor torácica atípica que não fazem uso de medicamentos e não possuem outros sintomas associados na ocasião do atendimento exibem maior probabilidade de apresentar necrose da gordura epipericárdica. A incidência da necrose na população estudada foi de 2.15%. O conhecimento da entidade contribui para a melhora da taxa de diagnóstico
Título em inglês
Epipericardial fat necrosis: clinical and radiological analysis of?an unknown entity
Palavras-chave em inglês
Chest pain
Necrosis
Pericardium
Tomography X-ray computed, Linear models
Resumo em inglês
Introduction: Epipericardial fat necrosis is characteryzed by an acute onset of pleuritic chest pain in previously healthy patients. There are less than 50 cases described in english literature. The diagnosis is made by chest tomography and the deffinitive finding is a small ovoid fat attenuation lesion with mild to moderate surrounding strandings inside the epipericardial fat. The treatment is symptomatic, by relieving the symptoms with analgesics, and the radiological findings tend to disappear in a few weeks. There is an important raise of the diagnosis in the last years, what suggests that epipericardial fat necrosis is probably underdiagnosed. The objective of the study is to estimate the frequency of the necrosis in a group of patients and to compare clinical and laboratorial data with a control group. Material and Methods: The Ethics Committee approved this study. The 7463 chest tomography were performed in the emergency department of a quaternary hospital from July 2011 to December 2014. One radiologist read the images of all chest tomography and sought for image findings compatible with epipericardial fat necrosis. Twenty patients were diagnosed with epipericardial fat necrosis and compared with a control group paired by age and sex. The control group consisted of 100 patients with non-coronary chest pain who performed a chest tomography in the same period. The clinical and laboratorial data were compared using linear regression models. The imaging findings and the radiology reports were evaluated. The frequency of epipericardial fat necrosis in this group of patients was estimated. Results: The mean age of the necrosis group was 42 ± 13 years (25% women). Epipericardial fat necrosis was present in 2.15% of the patients who performed a chest tomography because of chest pain and in 0.26% of all patients that performed a chest tomography for any reason in the emergency department in the period. Epipericardial fat necrosis is more frequent in the left side (p = 0.01, IC = 0.56-0.94). It is associated with ipsilateral pleural effusion (p=0.01, IC 0.36-0.80) and atelectasis (p=0.01, IC 0.58-0.99). Epipericardial fat necrosis is more likely to occur in the absence of other symptoms (p=0.005, IC -5.83, -1.27) and in patients who are not in use of any medication (p= 0.01 e IC-3.33, -0.40). The radiological reports demonstrated increased rates of the diagnosis of epipericardial fat necrosis over the years. Conclusion: Patients who are in the emergency department with isolated atipical acute chest pain and are not in use of medications are more likely to have epipericardial fat necrosis. The frequency of the necrosis in this population was 2.15%. The knowledge of the entity leads to an increased rate of radiological diagnosis
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2017-01-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.