• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2015.tde-11082015-160410
Documento
Autor
Nome completo
Silvana Biagini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2015
Orientador
Banca examinadora
Schettino, Guilherme de Paula Pinto (Presidente)
Ferreira, Juliana Carvalho
Matos, Gustavo Faissol Janot de
Taniguchi, Leandro Utino
Título em português
Validação de um modelo experimental de transfusão de glóbulos vermelhos estocados homólogos em suínos e avaliação de seus efeitos cardiorrespiratórios e inflamatórios na hemorragia aguda
Palavras-chave em português
Eritrócitos
Estudos de validação
Hemorragia
Hipovolemia
Inflamação
Suínos
Transfusão de sangue
Resumo em português
Objetivos: Transfusão de sangue é fundamental para a sobrevida de pacientes selecionados, porém é associada a complicações. A literatura é controversa em relação aos efeitos pulmonares, hemodinâmicos e inflamatórios da transfusão de glóbulos vermelhos (GV). Este estudo teve dois objetivos principais: 1- validar um modelo de transfusão homologa de GV estocados em suínos com hipovolemia aguda por hemorragia controlada; 2- avaliar os efeitos agudos da transfusão de GV nas trocas gasosas, mecânica respiratória, hemodinâmica e na resposta inflamatória pulmonar e sistêmica. Métodos: Este estudo foi dividido em duas etapas: 1.Coleta, processamento e estocagem por 14 dias de GV provenientes de um suino Agroceres®, avaliado antes (in vitro) e após (in vivo - marcação com cromato de sódio radioativo) à sua transfusão em suínos sadios , um autólogo e quatro homologos (n=cinco); 2. Outro grupo de suínos foi submetido à hemorragia aguda controlada (25% de sua volemia) e então dividido em dois grupos: grupo transfusão (n= oito) recebeu duas unidades de GV e solução de ringer lactato (RL) para restabelecer a volemia; grupo controle (n=oito) que recebeu somente RL. Ambos os grupos foram seguidos até 6horas após o final da ressuscitação volêmica. Dados hemodinâmicos e respiratórios foram coletados a cada hora após o inicio do estudo. Mediadores inflamatórios e expressão de RNAmensageiro(RNAm) foram medidos no plasma e no tecido pulmonar. Resultados: Houve recuperação de 97,5%±19% dos GV marcados com cromato de sódio radioativo 24 horas após a transfusão. Houve aumento significativo da saturação venosa mista, conteúdo arterial de oxigênio e dos níveis de hemoglobina e hematócrito no grupo transfundido comparado ao controle. Os parâmetros medidos para a avaliação da microcirculação e as trocas gasosas foram similares em ambos os grupos. Observou-se um aumento significativo na energia gasta na histerese pulmonar no grupo controle quando comparado ao grupo transfundido (p=0,002), bem como uma tendência á diminuição da energia inspiratória no grupo transfusão. As concentrações plasmáticas das diversas citocinas avaliadas antes e após a transfusão de GV mostraram-se abaixo dos limites de detecção do teste ELISA na maioria dos animais estudados em ambos os grupos; não houve diferença significativa nas concentrações de nitrato no plasma e no tecido pulmonar. Observou-se uma diferença discreta, porem estatisticamente significativa, entre os grupos na quantificação do RNAm da oxido nítrico sintetase induzida (iNOS) e da IL-21 no tecido pulmonar (aumento de 50% na iNOS e decréscimo de 50% na IL-21 no grupo transfundido comparado com o controle). Conclusão: Demonstramos a viabilidade "in vitro" e "in vivo" de GV suínos, estocados por até 14 dias. A transfusão de GV homólogos não causou alterações significativas na hemodinâmica, função pulmonar e resposta inflamatória nas primeiras 6 horas após a transfusão
Título em inglês
Validation of homologous stored red blood cell transfusion in swine and evaluation of cardiorespiratory and inflammatory effects in acute hemorrhage
Palavras-chave em inglês
Blood transfusion
Erythrocytes
Hemorrhage
Hypovolemia
Inflammation
Swine
Validation studies
Resumo em inglês
Objectives: Blood transfusion is critical to the survival of selected patients, but may be associated with complications. Previous data related to pulmonary, hemodynamic and inflammatory effects of red blood cells (RBC) are still controversial. This study has two main objectives: 1- Validate a homologous stored red blood cell transfusion model in swine with acute hypovolemia by controlled bleeding; 2- Assess the acute effects of RBC transfusion on gas exchange, respiratory mechanics and hemodynamics, pulmonary and systemic inflammatory response. Methods: This study was divided into two phases: 1. Collection, processing and storing RBC from Agroceres® swines for 14 days and evaluation before (in vitro) and after (in vivo - labelling with radioactive sodium chromate) transfusion in one autologous and four homologous healthy swines (n = five); 2. Controlled acute hemorrhage (25% of blood volume) of sixteen pigs and then allocation in two groups: transfusion group (n = eight) received two units of RBC and Lactaded Ringer's solution (RL) to restore blood volume; control group (n = eight) that received only LR. Both groups were followed up to 6 hours after the end of resuscitation. Hemodynamic and respiratory data were collected hourly after the start of the study. Inflammatory mediators and messenger RNA(mRNA) expression were measured in plasma and lung tissue. Results: The 24-hour recovery of RBC labeled with radioactive sodium chromate was 97.5% ± 19%. We found significant increase of mixed venous oxygen saturation, oxygen arterial content, and hemoglobin and hematocrit levels in the transfused group compared to control. There were no significant differences between the two groups in microcirculation and gas exchange. There was a significant increase in the energy spent in lung hysteresis in the control group compared to the transfused group (p=0,002), as well as a tendency to decrease inspiratory energy in the transfusion group. The concentrations of the various cytokines evaluated before and after RBC transfusions were below the ELISA detection limit in most animals studied; there were no significative difference in nitrate concentrations in plasma and lung tissue. There was a statistically significant difference between groups in the quantification of mRNA induced nitric oxide synthase (iNOS) and IL-21 in lung tissue (increase in iNOS 50% and 50% decrease in IL-21 in the transfused group as compared to control). Conclusion: We demonstrated in this study the viability of 14-days stored swines RBC "in vitro" and "in vivo". Homologous stored red blood cell transfusion in swine did not cause significant hemodynamic changes in the pulmonary function and inflammatory response within the first six hours after transfusion
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
SilvanaBiagini.pdf (5.04 Mbytes)
Data de Publicação
2015-08-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.