• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2004.tde-13102014-090928
Documento
Autor
Nome completo
Jair Giampani Junior
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2004
Orientador
Banca examinadora
Susanna Junior, Remo (Presidente)
Moura, Eurípedes da Mota
Betinjane, Alberto Jorge
Lima, Francisco Eduardo Lopes de
Mandia Júnior, Carmo
Título em português
Influência da exérese da cápsula de Tenon na cirurgia de implante de Ahmed com uso da mitomicina C em portadores de glaucoma neovascular
Palavras-chave em português
Glaucoma/cirurgia
Olho/patologia
Procedimentos cirúrgicos oftalmológicos
Seguimentos
Resumo em português
Este estudo teve por objetivo avaliar a eficácia e a segurança da cirurgia de implante de Ahmed, associada à ressecção parcial da cápsula de Tenon e ao uso da mitomicina C, em portadores de glaucoma neovascular. A amostra foi constituída por 31 olhos de trinta pacientes portadores de glaucoma neovascular, secundário à retinopatia diabética proliferativa ou à oclusão da veia central da retina, com acuidade visual maior ou igual à percepção luminosa. Os olhos foram randomizados para formarem dois grupos: implante de Ahmed convencional, associado ao uso da mitomicina C (n=15), e implante de Ahmed de alta resistência, associado à ressecção parcial da cápsula de Tenon e ao uso da mitomicina C (n=16). Controlaram-se as variáveis procurando homogeneizar os grupos a fim de prevenir vieses nas avaliações dos desfechos. Definiram-se como sucesso cirúrgico simples os casos com pressões oculares maiores ou iguais a 5 mm Hg e menores ou iguais a 21 mm Hg. A média de idade foi de 58,06 anos ± 13,02 , sendo de 62,63 anos ± 10,23 no grupo com e de 53,20 anos ± 14,22 no grupo sem ressecção parcial da cápsula de Tenon (p = 0,109). Não houve diferença estatisticamente significativa entre os grupos com relação ao sexo (p = 0,722), olho operado (p = 1,0), causa do glaucoma neovascular (p = 1,0), existência de panfotocoagulação prévia (p = 1,0) e acuidade visual pré-operatória (p = 0,154). A pressão ocular média pré-operatória foi de 51,00 ± 10,05 mm Hg no grupo com ressecção parcial da cápsula de Tenon e de 51,20 ± 11,58 mm Hg no grupo sem ressecção da cápsula de Tenon (p = 0,889). Houve redução significativa da pressão ocular em ambos os grupos a partir do primeiro dia do pós-operatório. A pressão ocular média dos grupos com e sem ressecção parcial da cápsula de Tenon aos 24 meses de seguimento foi de, respectivamente, 17,00 ± 12,77 mm Hg e 19,78 ± 15,71 mm Hg (p = 0,820). O seguimento médio foi de 23,44 meses ± 9,63 no grupo com ressecção parcial da cápsula de Tenon e de 23,40 meses ± 9,62 no grupo sem ressecção parcial da cápsula de Tenon (p = 0,952). Registraram-se diferenças estatisticamente significativas entre as pressões médias nos grupos com e sem ressecção parcial da cápsula de Tenon apenas no primeiro dia, terceiro e sétimo meses do pós-operatório. Houve redução mais intensa da acuidade visual no grupo sem ressecção parcial da cápsula de Tenon do que no grupo com exérese da cápsula de Tenon (p = 0,023*). O sucesso simples foi de 62,5% (dez olhos) no grupo com e de 53,3% (oito olhos) no grupo sem ressecção parcial da cápsula de Tenon (p = 0,722). Não se verificaram bolhas transparentes, pálidas ou isquêmicas em fase alguma do pós-operatório, em ambos os grupos. As freqüências das complicações foram semelhantes em ambos os grupos, exceto por uma freqüência quase quatro vezes maior de exposição do implante no grupo com ressecção parcial da cápsula de Tenon. Em resumo, os índices de sucesso cirúrgico foram semelhantes entre os grupos com e sem ressecção parcial da cápsula de Tenon, após um seguimento médio de 23,42 meses. Houve redução significativa da acuidade visual nos dois grupos, a qual foi mais intensa naquele sem ressecção parcial da cápsula de Tenon. A exposição do implante de drenagem foi quase quatro vezes mais freqüente no grupo submetido à ressecção parcial da cápsula de Tenon
Título em inglês
Partial Tenon´s capsule resection with adjunctive mitomycin C in Ahmed valve implant surgery among neovascular glaucoma patients
Palavras-chave em inglês
Eye/pathology
Follow-up studies
Glaucoma/surgery
Ophthalmologic surgical procedures
Resumo em inglês
The objective of the study was to evaluate the safety and efficacy of Ahmed glaucoma valve implant surgery combined with partial Tenon's capsule resection and mitomycin C administration in neovascular glaucoma patients. Our sample comprised 31 eyes of 30 patients with neovascular glaucoma secondary to proliferative diabetic retinopathy or central retinal vein occlusion. The 30 patients all had visual acuity equal to or greater than their perception of light. The eyes were randomized into two groups: conventional Ahmed valve implant combined with mitomycin C administration (n = 15); and high-resistance Ahmed implant combined with partial Tenon's capsule resection and mitomycin C administration (n = 16). Variables were controlled in an attempt to homogenize the groups and thereby avoid any bias in the evaluation of the results. Simple surgical success was defined as ocular pressure equal to or greater than 5 mmHg but less than or equal to 21 mmHg. Median age was 58.06 ± 13.02 (53.20 ± 14.22 in the group not submitted to resection and 62.63 ± 10.23 in the group submitted to partial Tenon's capsule resection; p = 0.109). No statistically significant difference between the groups was found related to gender (p = 0.722), operated eye (p = 1.0), cause of neovascular glaucoma (p = 1.0), previous panphotocoagulation (p = 1.0), or preoperative visual acuity (p = 0.154). Mean preoperative ocular pressure was 51.20 ± 11.58 mmHg in the group not submitted to resection and 51 ± 10.05 mmHg in the group submitted to partial Tenon's capsule resection (p = 0.889). From the first preoperative day, there was a significant reduction in ocular pressure in both groups. At 24 months after surgery, mean ocular pressure of subjects not submitted and submitted to partial Tenon's capsule resection was 19.78 ± 15.71 mmHg and 17.00 ± 12.77 mmHg, respectively (p = 0.820). Mean length of the follow-up period was 23.40 ± 9.62 months in those not submitted to resection and 23.44 ± 9.63 months in the group submitted to partial Tenon's capsule resection (p = 0.952). Statistically significant differences in ocular pressure were found between the two groups only on postoperative day 1 and at 3 and 7 months after surgery. In the group not submitted to resection, there was a more marked reduction in visual acuity (p = 0.023*). Simple surgical success was achieved in 53.3% (8) of the eyes in the group not submitted to resection and in 62.5% (10) of the eyes in the group submitted to partial Tenon's capsule resection (p = 0.722). There were no pale or transparent blebs in either group during the postoperative phase. The incidence of complications was similar between the two groups, with the exception of the incidence of implant tube exposure, which was four times greater in the group submitted to partial Tenon's capsule resection. In conclusion, after a mean follow-up period of 23.42 months, the measures of surgical success were comparable between the two groups. There was significant reduction in visual acuity in both groups, more markedly in the group not submitted to resection. The implant drainage tube became exposed four times more frequently in the group submitted to partial Tenon's capsule resection
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2014-10-13
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.