• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2021.tde-11082021-104802
Documento
Autor
Nome completo
Juliana Fóes Bianchini Garcia
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Giavina-Bianchi Junior, Pedro Francisco (Presidente)
Aun, Marcelo Vivolo
Kokron, Cristina Maria
Silva, Jane da
Título em português
Algoritmo para guiar a reexposição à penicilina em gestantes com sífilis e história de alergia aos beta-lactâmicos: eficácia e segurança
Palavras-chave em português
Anafilaxia
Complicações infecciosas na gravidez
Dessensibilização imunológica
Diagnóstico
Gravidez
Hipersensibilidade
Hipersensibilidade a drogas
Penicilina G benzatina
Sífilis congênita
Resumo em português
Introdução: A sífilis gestacional é subdiagnosticada e subtratada, levando a natimortalidade, prematuridade, baixo peso ao nascer, morte neonatal e infecção dos recém-nascidos. As pacientes rotulados como alérgicas à penicilina são frequentemente mal diagnosticadas. Objetivo: Avaliar a eficácia e segurança de um algoritmo para orientar a reexposição à penicilina em gestantes com sífilis e com relato de alergia ao antibiótico. Métodos: Foi realizado um estudo prospectivo avaliando gestantes com sífilis e rotuladas como alérgicas à penicilina. Com base na história clínica, as pacientes foram divididas em dois grupos: alto risco e baixo risco para alergia à penicilina. Pacientes de baixo risco com teste cutâneo negativo e IgE específica para penicilina sérica negativa foram submetidas ao teste de provocação com o medicamento. As demais pacientes foram submetidas à dessensibilização. Resultados: Noventa e uma pacientes com sífilis e com história de reação de hipersensibilidade imediata à penicilina foram incluídas, sendo 51 pacientes (56,04%) consideradas de alto risco para alergia à penicilina e 40 pacientes (43,95%) de baixo risco. Alergia ao medicamento foi confirmada em 7,69% das gestantes; em todos os casos, o diagnóstico foi feito por meio de teste intradérmico, que também foi capaz de identificar 100% das pacientes que reagiram durante a dessensibilização rápida ao medicamento (p <0,001). A estratificação de risco com base na reação clínica inicial e teste cutâneo para orientar a reintrodução da penicilina por meio de provocação ou dessensibilização ao medicamento foi segura (97,8%) e eficaz (97,8%). Conclusão: Desenvolvemos e demonstramos a eficácia e segurança de um algoritmo para orientar a reexposição à penicilina em gestantes com sífilis e rotuladas como alérgicas a esse medicamento. O teste intradérmico é um excelente biomarcador no diagnóstico da reação de hipersensibilidade imediata à penicilina e para prever nova reação durante a dessensibilização rápida ao medicamento. Estudos futuros poderão confirmar a maior segurança de nosso protocolo intravenoso de dessensibilizacão em comparação com o protocolo oral.
Título em inglês
Algorithm to guide re-exposure to penicillin in allergic pregnant women with syphilis: efficacy and safety
Palavras-chave em inglês
Anaphylaxis
congenital
Desensitization
Diagnosis
Drug hypersensitivity
Hypersensitivity
immunologic
infectious
Penicillin G benzathine
Pregnancy complications
Pregnancy.
Syphilis
Resumo em inglês
Introduction: Gestational syphilis is underdiagnosed and undertreated, leading to stillbirth, prematurity, low birthweight, neonatal death, and infections in newborns. Most patients label as allergic to penicillin are misdiagnosed. Objective: To assess the efficacy and safety of an algorithm to guide re-exposure to penicillin in pregnant women with syphilis and reporting allergy to the antibiotic. Methods: We performed a prospective study assessing pregnant women with syphilis and labelled as allergic to penicillin. Based on clinical history, patients were divided in two groups: high-risk and low-risk to penicillin allergy. Low-risk patients with negative skin testing and negative serum specific IgE to penicillin underwent drug provocation test. The remaining patients underwent desensitization. Results: Ninety-one patients were enrolled, 51 patients (56,04%) of whom were classified as high risk for allergy to penicillin, and 40 patients (43,95%) classified as low risk. Immediate hypersensitivity reaction to penicillin was diagnosed in 7.69% of pregnant women with syphilis and clinical history of allergy to penicillin; in all cases the diagnosis was made through intradermal testing, which predicted 100% of the breakthrough reactions observed during rapid drug desensitization (p<0.001). Risk stratification based on clinical history and skin testing to guide penicillin re-introduction through drug challenge or desensitization was safe (97.8%) and effective (97.8%). Discussion: We developed and showed the efficacy and safety of an algorithm to guide re-exposure to penicillin in pregnant women with syphilis and labelled as allergic to this drug. Intradermal test is an excellent biomarker in the diagnosis of immediate hypersensitivity reaction to penicillin and to predict breakthrough reaction during rapid drug desensitization. Further studies may confirm the greater safety of our intravenous protocol compared to the oral protocol.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.