• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-25112010-152624
Documento
Autor
Nome completo
Fabricio Scapini
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Sennes, Luiz Ubirajara (Presidente)
Brasil, Osiris de Oliveira Campones do
Cóser, Pedro Luis
Crespo, Agricio Nubiato
Francesco, Renata Cantisani di
Título em português
Efeito da cola de fibrina na deposição de colágeno após enxertia autóloga da fáscia em pregas vocais de coelhos: estudo histomorfométrico
Palavras-chave em português
Adesivo tecidual de fibrina
Cicatrização
Coelhos
Colágeno
Fáscia muscular
Pregas vocais
Resumo em português
A incompetência glótica ainda representa um desafio para a laringologia. Implantes de biomateriais no espaço de Reinke ou no espaço paraglótico estão entre as opções de tratamento, e suturas e confecção de bolsões subepiteliais são normalmente utilizados para fixação desses implantes. Alternativamente, a cola biológica pode ser usada como adesivo nesses casos. A cola de fibrina (CF) é produto da reação de dois componentes do sistema de coagulação: o fibrinogênio e a trombina, que formam uma rede de fibrina, responsável, entre outros, pela adesão dos tecidos. Entretanto, além do efeito adesivo, a CF e seus componentes podem interferir no processo cicatricial, atuando sobre citocinas como o fator de crescimento transformador-beta (TGF-beta). O objetivo deste estudo é avaliar o efeito da cola de fibrina na deposição de colágeno após enxertia de fáscia em pregas vocais de coelhos. Dezoito coelhos foram submetidos a enxerto de fáscia em ambas as pregas vocais, sendo o lado esquerdo fixado com CF. Os coelhos foram sacrificados após 7, 30 e 90 dias. As laringes foram removidas e as pregas vocais preparadas para estudo histomorfométrico através da coloração picrossirius, a fim de avaliar a deposição de colágeno total em torno do enxerto. Foi observado um aumento estatisticamente significativo na densidade de colágeno em torno dos enxertos de fáscia nas pregas vocais que receberam a CF (p=0,0102) após 90 dias, em comparação com as pregas vocais controles. A aplicação da CF interferiu na deposição de colágeno em torno dos enxertos de fáscia, resultando em um aumento significativo na densidade de colágeno após 90 dias, possivelmente em decorrência da interação de seus componentes com citocinas e células envolvidas no processo de cicatrização
Título em inglês
Effect of fibrin glue on collagen deposition after autologous fascia graft in rabbit vocal folds: histomorphometric study
Palavras-chave em inglês
Collagen
Fibrin tissue adhesive
Muscular fascia
Rabbits
Vocal cords
Wound healing.
Resumo em inglês
The glottal incompetence is still a challenge in Laryngology. Implants of biomaterials in Reinkes space or paraglottic space are among the treatment options, and sutures and pockets dissections are usually used to set these implants. Alternatively, biological glue can be used as adhesive in these cases. Fibrin glue (FG) is the product reaction of two components of the coagulation system: the fibrinogen and thrombin that form a fibrin net, responsible for the tissues adhesion, among other functions. However, the FG and its components may interfere in wound healing, interacting with cytokines as the transforming growth factor-beta (TGF-beta). The objective is to study the effect of fibrin glue on collagen deposition after fascia grafting on the rabbits vocal folds. Eighteen rabbits were submitted to the fascia graft on both vocal folds, being the left side fixed with FG. The rabbits were sacrificed after 7, 30 and 90 days. The larynx were removed and vocal folds prepared for histomorphometric study through Picrosirius Red stain, in order to evaluate the collagen deposition around the graft. There was a significant increase in collagen density around the grafts on the vocal folds that received FG (p=0.0102) after 90 days, compared with the control. FG application interfered in collagen deposition around fascia grafts, resulting in a significantly increase of collagen density after 90 days, which possibly resulted from the interaction of FG and its components with the cytokines and cells involved in the wound healing
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
FabricioScapini.PDF (52.53 Mbytes)
Data de Publicação
2011-02-02
 
AVISO: O material descrito abaixo refere-se a trabalhos decorrentes desta tese ou dissertação. O conteúdo desses trabalhos é de inteira responsabilidade do autor da tese ou dissertação.
  • SCAPINI, Fabrício, et al. Effect of Fibrin Glue on Collagen Deposition After Autologous Fascia Grafting in Rabbit Vocal Folds. Annals of Otology, Rhinology and Laryngology [online], 2011, vol. 120, n. 10, p. 663-668. [acesso 2011-11-01]. Disponível em : <http://www.annals.com>
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.