• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2008.tde-12012009-163655
Documento
Autor
Nome completo
Rogerio Borghi Buhler
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2008
Orientador
Banca examinadora
Sennes, Luiz Ubirajara (Presidente)
Brasil, Osiris de Oliveira Campones do
Mélo, Erich Christiano Madruga de
Tsuji, Domingos Hiroshi
Voegels, Richard Louis
Título em português
Distribuição do colágeno tipo I, colágeno tipo III e versican na lâmina própria da prega vocal humana de fetos e adultos: método histoquímico e imunoistoquímico
Palavras-chave em português
Colágeno tipo I
Colágeno tipo III
Cordas vocais
Imunoistoquímica
Laringe
Versican
Resumo em português
A matriz extracelular apresenta importante papel na fisiologia da fonação sendo necessário o conhecimento de seus componentes. Poucos estudos sobre os componentes da matriz em fetos e a ausência de relatos do versican nesta faixa etária, bem como a necessidade de aprofundar os conhecimentos sobre os componentes da matriz em adultos, resultaram na elaboração deste estudo. Analisar a presença e distribuição do colágeno tipo I, colágeno tipo III e proteoglicano versican na lâmina própria da prega vocal de laringes fetais e adultas é o objetivo do estudo. No grupo fetal foram estudadas 7 laringes obtidas de cadáveres variando de 28 a 36 semanas de idade gestacional. No grupo adulto foram estudadas 20 laringes, 10 do sexo masculino, com média de idade de 66 anos, e 10 do sexo feminino com média de idade de 70 anos, com idades pareadas. Utilizou-se método imunoistoquímico para avaliar a expressão do versican no grupo fetal e adulto. Para a avaliação das fibras colágenas utilizou-se o método da Picrosirius polarização no grupo fetal e imunoistoquímico no grupo adulto. A quantificação das fibras colágenas e do versican foi realizada por meio de análise digital de imagens. Os resultados do grupo fetal mostraram uma distribuição homogênea das fibras colágenas formando uma estrutura monolaminar com um entrelaçamento entre as fibras denominado arranjo em cesta de vime; em relação ao versican, este apresentou uma densidade maior na camada superficial e intermediária da lâmina própria. Os resultados do grupo adulto mostraram uma menor densidade de colágeno tipo I na camada intermediária quando comparado à camada superficial (p<0.001) e camada profunda (p=0.005). O colágeno tipo III apresentou distribuição mais homogênea nas camadas da lâmina própria, com uma densidade estatisticamente menor na camada intermediária quando comparada à camada profunda (p=0.001), mas sem diferença estatística na camada superficial. O versican apresentou densidade menor na camada superficial quando comparado à camada intermediária (p=0.036) e camada profunda (p=0.013). Houve menor densidade de versican nas mulheres quando comparado aos homens, percebida apenas na camada superficial. Quando todas as camadas foram consideradas conjuntamente houve uma correlação positiva entre a densidade de versican e colágeno tipo III (r=0.57; p=0.010). Este estudo mostrou as diferenças na distribuição dos componentes da matriz nas camadas da lâmina própria em dois grupos etários proporcionando uma discussão sobre as implicações destes achados na fisiologia vocal e sugerindo que as estruturas glóticas já estariam preparadas para a vocalização ao nascimento
Título em inglês
Collagen type I, collagen type III and versican distribution within the lamina propria of fetal and adult human vocal fold : histochemical and immunohistochemical method
Palavras-chave em inglês
Collagen type I
Collagen type III
Immunohistochemistry
Larynx
Versicans
Vocal cords
Resumo em inglês
Extracellular matrix has an important rule in the vocal fold physiology and the knowledge about your components is necessary. Fewer studies about matrix extracellular and no studies about versican in fetuses, and the necessity to improve the knowledge about extracellular matrix components in adults group came us to the elaboration of this study that has the objective to analyze the presence and distribution of collagen type I, type III and versican in human vocal fold lamina propria of fetal and adult larynges. Seven fetal larynges obtained from 28- to 36- week-old cadaveric fetuses were studied. Twenty larynges were obtained from adults (10 males and 10 females). Mean age of males was 66 and 70 from females, without significant statistical difference between groups. For the analysis of versican expression, immunohistochemical reactions were carried out in fetal and adult group. The larynges were analyzed through Picrosirius polarization method and immunohistochemistry to visualize the collagen fibers, in fetal and adult group respectively. Collagen fibers and proteoglycan were quantified using a digital image analysis system. In fetuses, the collagen fibers system exhibited homogeneous distribution pattern in a monolaminar layer and spatial arrangement as in a wicker basket; predominance of versican distribution was found out on the superficial and intermediate layer of vocal fold lamina propria. In adult group, there was a lower collagen type I density in the intermediate layer when compared to the superficial (p<0.001) and the deep layers (p=0.005). Collagen type III presented a lower density in the intermediate layer when compared to the deep layer (p=0.001) but without differences in the superficial layer. There was a lower versican density in the superficial layer when compared to the intermediate layer (p=0.036) and deep layer (p=0.013). There was a lower versican density in the lamina propria of females when compared with males. The difference was noted in the superficial layer only. When all layers are considered together there was a positive correlation between versican and collagen type III densities (r=0.57; p=0.010). This study shows the differences in the extracellular matrix components distribution in lamina propria vocal folds in fetal and adult group permitting a discussion about the implications in vocal fold physiology and suggesting that laryngeal structures will be prepared to vocalization at birth
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Rogeriobbuhler.pdf (3.66 Mbytes)
Data de Publicação
2009-01-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.