• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-01022021-143354
Documento
Autor
Nombre completo
Maria Fernanda Rabelo Bozzini
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Francesco, Renata Cantisani di (Presidente)
Cahali, Michel Burihan
Faria, Maria Estela Justamante de
Lira, Adriana de Oliveira
Título en portugués
Correlação de fatores dento-craniofaciais, questionário de sono SDSC e polissonografia de crianças com distúrbios respiratórios do sono
Palabras clave en portugués
Criança
Hipertrofia
Polissonografia
Síndromes da apneia do sono
Sono
Tonsila faríngea
Tonsila palatina
Resumen en portugués
Objetivo: Associar características clínicas e anatômicas de crianças com hipertrofia das tonsilas faríngea e palatinas à gravidade dos quadros da Apneia Obstrutiva do Sono, de modo a auxiliar os clínicos no processo diagnóstico e gerenciamento dos riscos cirúrgicos e acompanhamento pós-operatório. Métodos: Pesquisa multidisciplinar de desenho transversal. Foram selecionadas 58 crianças brasileiras (4-9 anos), com hipertrofia das tonsilas faríngea e palatinas, queixas de ronco, respiração oral e episódios presenciados de apneia. Foram excluídas crianças com comprometimento de fatores genéticos, craniofaciais, neurológicos ou psiquiátricos. Não foram selecionadas crianças com hábitos parafuncionais, perda precoce dentária ou que estivessem em tratamento ortodôntico. Todas as crianças realizaram polissonografia e três foram excluídas por apresentarem índice de apneia e hipoapneia menor do que um ou saturação mínima de oxigênio maior do que 92%. A amostra foi composta por 55 crianças classificadas com apneia obstrutiva do sono leve (33 crianças) e moderada/ grave (22 crianças). Foi realizada detalhada avaliação de variáveis demográficas, antropométricas, otorrinolaringológicas e ortodônticas. Os sintomas dos distúrbios do sono foram avaliados usando o questionário Sleep Disturbance Scale for Children. Todas as crianças também foram submetidas à telerradiografia lateral sendo realizadas as ana?lises cefalométricas de Rickett's e Jarabak e Fizzel. Resultados: Os fatores demográficos, antropométricos, otorrinolaringológicos, questionário do sono e avaliação ortodôntica clínica testados não apresentaram diferenças estatisticamente significativa entre o grupo de apneia obstrutiva do sono leve e o grupo de apneia obstrutiva do sono moderada/ grave. O ângulo de profundidade facial, da análise cefalométrica de Ricketts, foi a única variável que apresentou diferença estatisticamente significativa (p = 0,010), porém, esta medida por si só não expressa o verdadeiro padrão de crescimento da criança, uma vez que este é estabelecido pela média aritmética da diferença entre valores normais e os medidos de cinco grandezas cefalométricas. Conclusões: Os critérios clínicos avaliados não apresentaram influência na gravidade dos quadros da doença. Não foi possível determinar uma relação causal direta entre morfologia craniofacial e a gravidade da apneia obstrutiva do sono em crianças
Título en inglés
Correlation between dentocraniofacial, SDSC sleep questionnaire and polysomnography factors from children with sleep respiratory disorders
Palabras clave en inglés
Adenoids
Child
Hypertrophy
Palatine tonsil
Polysomnography
Sleep
Sleep apnea syndromes
Resumen en inglés
Objectives: To determine the clinical and anatomical characteristics associated with obstructive sleep apnea severity in children with adenotonsillar hypertrophy and help clinicians manage the surgical risks and post-surgical follow-up. Methods: We conducted a cross-sectional multidisciplinary survey and selected 58 Brazilian children (4-9 years old) with adenotonsillar hypertrophy, parental complaints of snoring, mouth-breathing, and witnessed apnea episodes. We excluded children with known genetic, craniofacial, neurological, or psychiatric conditions. Children with a parafunctional habit or early dental loss and those receiving orthodontic treatment were not selected. All children underwent polysomnography, and three were excluded because they showed an apnea-hypopnea index lower than one or minimal oxygen saturation higher than 92%. The sample consisted of 55 children classified into mild (33 children) and moderate/severe (22 children) obstructive sleep apnea groups. Detailed clinical and anatomical evaluations were performed, and anthropometric, otorhinolaryngological, and orthodontic variables were analyzed. Sleep disorder symptoms were assessed using the Sleep Disturbance Scale for Children questionnaire. All children also underwent teleradiographic and Rickett's and Jarabak's cephalometric analyses. Results: The mild and moderate/severe obstructive sleep apnea groups showed no significant differences in clinical criteria. Facial depth angle, based on Ricketts cephalometric analysis, was significantly different between the groups (p = 0,010), but this measurement by itself does not express the child's growth pattern, as it is established by the arithmetic mean of the differences between the obtained angles and the normal values of five cephalometric measurements. Conclusions: The clinical criteria and craniofacial characteristics evaluated did not influence the disease severity
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-02-02
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.