• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.5.2021.tde-29032022-125916
Documento
Autor
Nome completo
Juan David Tovar Velasquez
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Tavares, Hermano (Presidente)
Pang, Wang Yuan
Malbergier, André
Nicastri, Sergio
Título em português
Transtorno do jogo e jogo problemático nas loterias brasileiras: construindo uma amostra nacional representativa dos apostadores de loteria e validação de um instrumento de triagem
Palavras-chave em português
Assistência à saúde mental
Dependência
Escala de rastreio
Loterias
Programas de rastreamento
Transtorno de adição à internet
Resumo em português
O Transtorno do Jogo (TJ) é considerado atualmente como um transtorno de dependência (DSM-5) por ter caraterísticas similares com transtornos deste tipo como os causados por uso de substâncias, tendo prejuízos para a vida do individuo e para a sociedade como um todo. Sua prevalência é significativa no mundo variando entre 0,2 e 5,8%, sendo que no Brasil é de 1%, e tendo as loterias como uma das formas mais populares de jogo (controladas pela Caixa Econômica Federal), por ser uma das poucas formas legalizadas ( junto com corridas e pôquer). Assim, varias ferramentas de rastreio tem sido desenvolvidas, dentro das quais se destaca a NODS-CLiP pelo seu desempenho e de fácil aplicação; Porém, esta escala junto com as demais desenvolvidas até hoje tem surgido da pesquisa em populações de universitários ou em amostras clínicas em diferentes países sem incluir o Brasil. Pelo exposto, o presente estudo tem como principal objetivo encontrar a melhor forma de rastreio no território nacional e na comunidade. Para isto foi realizada uma pesquisa de tipo transversal em uma população com pelo menos 5.000 entrevistas aos apostadores da caixa (cálculo realizado para uma boa representatividade), distribuídas pelo país inteiro em 500 unidades lotéricas. Os entrevistadores foram treinados para realizar o questionário completo da NODS (National Opinion Research Center for DSM Screen for Gambling Problems) usando os critérios DSM-5, além da coleta de dados demográficos. No total 23.123 indivíduos foram abordados, dos quais 5.407 aceitaram participar e terminaram a entrevista. Como resultado, observou-se que o apostador médio era homem, com 50,2 anos de idade, casado, com pelo menos ensino médio incompleto e com carteira de trabalho ou autônomo. Os sintomas mais frequentes nesta população foram preocupação e uso de jogo como forma de aliviar emoções negativas. Três combinações de dois, três e quatro itens da NODS foram identificadas como as melhores formas de identificar clientes de loteria com TJ e Jogo Problemático (JPR) . Resultando que tanto ao longo da vida e nos últimos 12 meses a combinação de três itens teve um desempenho melhor que a da NODS-CLiP; Este conjunto de três itens incluía: i) controle; ii) jogar para lidar com as emoções negativas (escapismo); e iii) jogar para recuperar. Quando analisados esses resultados, levantou-se a hipótese de que a prevalência masculina pode estar associada a fatores aquisitivos dada a desigualdade social, ainda existente entre ambos os gêneros. A prevalência de TJ e JPR foi maior entre jogadores de loteria se compararmos com as prevalências na população brasileira, pelo que pode ser uma ambiente ideal de aplicação de escalas de rastreio. O melhor desempenho da escala de três itens proposta neste estudo, com melhor desempenho do que a NODS-CLiP, pode ser explicada, talvez, pela combinação intrínseca entre cultura brasileira e natureza própria do TJ, que fazem com que itens diferentes sejam melhores para rastreio de jogo na população do país e na comunidade. Finalmente o desenvolvimento deste instrumento pode ser uma ferramenta forte no âmbito da saúde pública nacional ao poder identificar um transtorno relativamente frequente na atenção primária
Título em inglês
Gambling disorder and problem gambling in Brazilian lotteries: findings from a representative national sample of lottery gamblers and validation of a screening instrument
Palavras-chave em inglês
Dependence
Internet addiction disorder
Lotteries players
Mental health primary care
Screening scale
Screening tools
Resumo em inglês
Gambling Disorder (GD) is currently considered as an addiction disorder (DSM-5) because of the many similarities with those as for example substance abuse, besides it brings damage to the individual's life and to society as a whole. Its prevalence is significant around the world, ranging between 0.2 and 5.8%, in Brazil it is 1%, and with lotteries as one of the most popular types of gambling (controlled by Caixa Econômica Federal), as it is one of the few legal forms (along with racing and poker). Thus, several screening tools have been developed, among which NODS-CLiP stands out for its performance and easy application; However, this scale, together with others developed so far, has emerged from research in university populations or in clinical samples in different countries, without including Brazil. For these reasons, the main goal of this study is to find the best form of screening in the national territory and in a community sample. For this, a cross-sectional survey was carried out in a population with at least 5,000 interviews within lotteries players (calculation performed for a better representation), distributed throughout the country in 500 lottery units. The interviewers were trained to complete the NODS (National Opinion Research Center for DSM Screen for Gambling Problems) questionnaire using the DSM-5 criteria in addition to demographic data collection. A total of 23,123 individuals were approached, of which 5,407 agreed to participate and ended the interview. As a result, it was observed that the average gambler was a man, aged 50.2 years, married, with at least incomplete high school education and with an informal or formal job. The most frequent symptoms in this population were preoccupation and the use of gambling when feeling distressed. Three combinations of two, three, and four NODS items were identified as the best ways to identify lottery customers with GD and Problem Gaming (PG). Resulting that the three-item combination performed better than the NODS-CLiP lifelong and in the last year; This set of three items included: i) control; ii) gamble when feeling distressed; and iii) chasing. When these results were analyzed, was raised that male prevalence may be associated with acquisitive factors given the social inequality, which still exists between both genders. The prevalence of GD and PG was higher among lottery players when compared to the prevalence in the Brazilian population, so it can be an ideal environment for the application of screening scales. The better performance of the three-item scale proposed in this study, with better performance than the NODS-CLiP, can be explained, perhaps, by the intrinsic combination between Brazilian culture and the nature of the GD, which makes different items better for Gambling screening in Brazil as well as in the community. Finally, the development of this instrument can be a strong tool in the scope of national public health, as it can identify a relatively frequent disorder in primary care
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-03-30
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.