• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Disertación de Maestría
DOI
10.11606/D.5.2016.tde-03022016-094452
Documento
Autor
Nombre completo
Katya Sibele Stubing
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2015
Director
Tribunal
Lotufo Neto, Francisco (Presidente)
Cordas, Taki Athanassios
Demarzo, Marcelo Marcos Piva
Título en portugués
Uma intervenção com meditação para pacientes internados com transtorno alimentar
Palabras clave en portugués
Anorexia nervosa
Atenção plena
Bulimia nervosa
Compaixão
Meditação
Terapia de aceitação e compromisso
Transtornos alimentares
Resumen en portugués
Transtornos Alimentares (TA) são transtornos mentais considerados graves. Dentre eles, Anorexia Nervosa e Bulimia Nervosa compartilham sintomas e características psicopatológicas como hábitos desregulados de alimentação, métodos extremos para controle do peso, e preocupações exageradas com a forma e o peso corporal. Os TA compartilham ainda sintomas comuns em outros transtornos psiquiátricos, como Depressão e Ansiedade. Pesquisas sobre o tema devem levar em conta este amplo espectro de sintomas. A meditação é uma prática que tem recebido crescente atenção de pesquisadores de diversas áreas de saúde. Dentro da área de Psiquiatria, a meditação mindfulness tem sido estudada como terapia complementar para diversos transtornos, sendo os mais pesquisados os transtornos de ansiedade, a depressão e a dependência química. Alguns programas baseados em mindfulness já demonstraram resultados positivos em pacientes com Compulsão Alimentar e Bulimia Nervosa. Este é um projeto que teve a intenção de desenvolver e mensurar os efeitos de uma nova intervenção baseada em meditação mindfulness para pacientes internados na Enfermaria de Comportamentos Alimentares (ECAL) do Instituto de Psiquiatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. A hipótese primária foi que o treinamento em mindfulness diminuiria sintomas de ansiedade e depressão, em comparação com os pacientes que seguiram o tratamento usual da enfermaria. O projeto todo teve duração de três anos, sendo dividido em fase piloto, fase grupo controle e fase grupo intervenção. Cada fase aconteceu em diferentes períodos de tempo, para que um número adequado de indivíduos fosse alcançado para fins de pesquisa. Avaliações foram feitas sempre nos mesmos períodos para os três grupos: durante a primeira semana de internação e após 8 semanas, ou antes, se o paciente recebesse alta. Os resultados do grupo piloto foram positivos e ajudaram a delinear os exercícios que compuseram o programa aplicado na intervenção. A comparação dos resultados do grupo controle com o grupo intervenção apresentou significativa diferença para os índices de ansiedade (p < 0,01), depressão (p < 0,03), capacidade de agir com atenção (p < 0,01) e atitudes alimentares relacionadas a dietas (p < 0,04). Como previsto e em linha com outras pesquisas utilizando mindfulness para indivíduos com TA menos grave, este protocolo de oito sessões demonstrou efeito positivo e significativo apesar dos desafios de trabalhar com esta população neste contexto. Estes resultados dão suporte a novas pesquisas que poderão testá-los e compreender melhor a duração dos efeitos terapêuticos deste treinamento. Também, devem ser considerados aprimoramentos necessários, como refinamento dos exercícios, capacitação de outros terapeutas no protocolo e treinamento em mindfulness para outros profissionais envolvidos
Título en inglés
An intervention using meditation for Eating Disorders inpatients
Palabras clave en inglés
Acceptance and commitment therapy
Anorexia nervosa
Bulimia nervosa
Compassion
Eating disorders
Meditation
Mindfulness
Resumen en inglés
Eating disorders (ED) are considered severe mental disorders. Anorexia Nervosa and Bulimia Nervosa are disorders that share symptoms and psychopathological characteristics such as deregulated feeding habits, extreme methods for weight control and exaggerated concerns about shape and weight. Eating Disorders also share common symptoms with other psychiatric disorders such as depression and anxiety. Research on eating disorders should take into account this wide spectrum of symptoms. Meditation is a practice that has received increasing attention from researchers in various areas of healthcare. Within the area of Psychiatry, mindfulness meditation has been studied as a complementary therapy for many disorders, and the most researched are anxiety, depression and addiction. Some mindfulness-based programs have already shown promising results in patients with Binge Eating Disorder and Bulimia Nervosa. This research project aimed to measure the effects of a mindfulness meditation intervention delivered to patients admitted to the Eating Disorders Ward at the Institute of Psychiatry in the Clinical Hospital for the Medical School, University of São Paulo. The primary hypothesis was that mindfulness training would lower symptoms measuring anxiety and depression compared to inpatients that received treatment as usual. The entire project was conducted during three years, with a pilot group phase, a control group phase and an intervention group phase. Each phase happened in different periods of time so the study could recruit a suitable number of participants. Assessments were made for all groups during the first week of admission and at eight weeks (or earlier if the patient were to be discharged). Pilot results were positive and helped delineate exercises that would be part of the main study intervention protocol. The final analysis comparing control and intervention group showed significant differences for measures in anxiety (p < 0.01), depression (p < 0.03), acting with awareness (p < 0.01) and dieting attitudes (p < 0.04). As hypothesized and in line with previous research with less severe eating disorders samples, this novel eight week program showed a positive and significant effect despite the challenges of working with this population and in this setting. These findings will inform future research which will need to replicate the findings, understand more about the durability of the effects and consider the resource allocation (eg staff training) needed to offer this promising intervention in this setting
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
KatyaSibeleStubing.pdf (28.66 Mbytes)
Fecha de Publicación
2016-02-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.