• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.5.2010.tde-03022011-182714
Documento
Autor
Nombre completo
Andréa Donatti Gallassi
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2010
Director
Tribunal
Andrade, Arthur Guerra de (Presidente)
Abdo, Carmita Helena Najjar
Duarte, Paulina do Carmo Arruda Vieira
Oliveira, Lúcio Garcia de
Tavares, Hermano
Título en portugués
Análise do custo social do uso do álcool no Brasil no ano de 2007
Palabras clave en portugués
Álcool
Anos de vida perdidos por incapacidade
Brasil
Custos e análises de custo
Resumen en portugués
INTRODUÇÃO. O uso abusivo de álcool impõe alto custo econômico à sociedade O seu consumo está relacionado a importantes conseqüências adversas, como situações de intoxicação, a própria dependência, acidentes de carro, episódios de violência e outros. JUSTIFICATIVA. A discussão sobre o custo social do uso do álcool se mostra pertinente no Brasil, visto que seu impacto perpassa o acometimento apenas do paciente, mas também de outras esferas sociais onde este sujeito está inserido. OBJETIVOS. Estimar o custo social, ou seja, os custos direto (internações e atendimentos ambulatoriais) e indireto (mortalidade e incapacidade) das principais doenças diretamente relacionadas ao uso do álcool dependência ao álcool, cardiomiopatia alcoólica, gastrite alcoólica, doença alcoólica do fígado, pancreatite crônica induzida por álcool e síndrome alcoólica fetal no Brasil no ano de 2007. MATERIAL E MÉTODO. Trata-se de um estudo do tipo exploratório, descritivo e transversal. Foram considerados o total de internações, de atendimentos ambulatoriais e de registros de mortalidade hospitalar relativos às doenças diagnosticadas como causas diretas do abuso do álcool no Brasil no ano de 2007. Todos os dados foram coletados junto ao DATASUS (Departamento de Informática do SUS). O cálculo do custo social foi realizado a partir dos Anos de Vida Perdidos por Mortalidade e Incapacidade, multiplicados pelo valor do rendimento médio mensal de todos os trabalhos assalariados no Brasil, calculado por sexo e nível de escolaridade. RESULTADOS. O valor do Custo Social do uso do álcool no Brasil no ano de 2007 foi de R$8.562.680.331,00. Na formação desse valor, 79,67% corresponderam aos custos que ocorreram na população masculina. Nas regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul, os valores foram, respectivamente, R$255.097.103,00; R$1.025.139.711,00; R$935.799.783,00; R$4.829.791.323,00 e R$1.931.717.630,00. DISCUSSÃO. Na maioria dos diagnósticos, o maior valor do custo social encontra-se entre os anos 40-49, faixa etária de maior participação no mercado de trabalho brasileiro. Ou seja, os brasileiros que estão sofrendo os agravos do uso do álcool, ocasionando o maior impacto socioeconômico, são aqueles que, em tese, deveriam compor o grupo de pessoas da população economicamente ativa, contribuindo para o enriquecimento do país. A região Sul é a terceira maior em termos populacionais, a segunda de maior valor do custo social e a primeira com o maior percentual de padrão de consumo problemático, demonstrando que há uma relação direta entre o padrão de consumo de álcool e o impacto socioeconômico gerado pelo seu uso, uma vez que essa região, mesmo sendo a terceira mais populosa, assume o segundo lugar em termos de custo, já que é a região de maior prevalência de bebedores problemáticos. CONCLUSÃO. Os dados apresentados demonstram a necessidade de se investir em ações de prevenção e tratamento dirigidas a públicos distintos, como a população masculina, economicamente ativa e os residentes da região Sul do país. Porém, são apenas estimativas, tendo a necessidade de serem ampliados de modo a considerar todas as conseqüências advindas desse uso e que geram ônus ao país, para que seja possível promover subsídios concretos para a devida elaboração de políticas públicas, baseadas em evidências científicas para o benefício de todos
Título en inglés
Analysis of the social cost of alcohol use in Brazil in 2007
Palabras clave en inglés
Alcohol
Brazil
Costs and cost analysis
Disability adjusted life years (DALY)
Resumen en inglés
Alcohol abuse imposes high economical cost to society. It´s use is related to important adverse consequences such as intoxication, dependence, car accidents, violence episodes and others. MEAN. The debate around the social cost regarding alcohol consumption has been prove to be relevant in Brazil since it´s impact goes beyond the patient himself, but is also involved in other social spheres where he belongs. OBJECTIVE. To assess the social costs, direct (internments and outpatient appointments) and indirect (mortality and incapacity), of the main diseases related to alcohol consumption alcohol dependence, alcoholic cardiomiopathy, alcoholic gastrititis, alcoholic disease of the liver, chronic pancreatitis induced by alcohol and fetal alcoholic syndrome in Brazil in the year of 2007. MATERIAL AND METHOD. This is an exploratory, descriptive and transversal study. In this study we considered the total number of internments, of outpatient appointments, and of registrations of mortality related to diseases diagnosed as the cause of alcohol abuse that occurred in Brazil in 2007. All data were collected at DATASUS (Department of Computer Science of SUS). The calculation of the social costs was accomplished by multiplying the Disability Adjusted Life Years with the value of monthly medium income of all salaried works in Brazil, considering gender and education level. RESULTS. The total value of the social costs caused by alcohol consumption in Brazil in 2007 was R$8.562.680.331,00. 79,67% of this value corresponded to the male population. In the North, Northeast, Center-West, Southeast and South region, the values were R$255.097.103,00; R$1.025.139.711,00; R$935.799.783,00; R$4.829.791.323,00 and R$1.931.717.630,00 respectively. DISCUSSION. The majority of the diagnoses revealed that the biggest value of social costs is among people between 40 and 49 years old. People in this age group have the largest participation in the Brazilian job market. In other words, the Brazilians who suffer the worst effects of alcohol consumption are those who are part of the economically active population, therefore causing the largest socioeconomic impact. South region has the third largest population, second in value of social cost and first in prevalence of problematic alcohol consumption. This observation demonstrates that there is a direct relationship between the pattern of alcohol consumption and the socioeconomic impact by it´s use. Because the South region has the biggest prevalence of problematic drinkers, it stands as the second place in terms of social costs, even being the third most populous region. CONCLUSION. The present data demonstrates the need to invest in prevention and treatment directed to different targets: the economically active male population, and the residents of the South region of the country. Although we have presented here interesting estimates, further studies need to be made in order to become possible to promote concrete subsidies for the elaboration of public policy for the benefit of the whole country
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2011-02-04
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.