• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Mémoire de Maîtrise
DOI
https://doi.org/10.11606/D.5.2021.tde-30082021-121053
Document
Auteur
Nom complet
Flávia Oliveira Santos
Adresse Mail
Unité de l'USP
Domain de Connaissance
Date de Soutenance
Editeur
São Paulo, 2021
Directeur
Jury
Delgado, Artur Figueiredo (Président)
Falcão, Mário Cícero
Oliveira, Fernanda Luísa Ceragioli
Santos, Patricia Zamberlan dos
Titre en portugais
Avaliação da efetividade do tratamento de crianças e adolescentes com excesso de peso no ambulatório de nutrição do Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo
Mots-clés en portugais
Adolescente
Avaliação nutricional
Criança
Índice de massa corporal
Obesidade
Sobrepeso
Resumé en portugais
Introdução: Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) sobrepeso e obesidade são definidos como o acúmulo anormal ou excessivo de gordura corporal podendo causar danos à saúde. A obesidade na infância é tema de grande preocupação dado seu impacto na vida das crianças que apresentarão maior probabilidade de se tornarem obesas na vida adulta e terem sua qualidade de vida deteriorada, com o desenvolvimento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), além de custos de assistência médica significativamente mais altos. O tratamento do excesso de peso em crianças e adolescentes deve ser individualizado e, frequentemente, necessita modificações no estilo de vida. A literatura ainda é controversa em como considerar eficaz o resultado de intervenções terapêuticas e pequenas diminuições no escore z do índice de massa corporal/idade (IMC/I) podem ser consideradas como um bom resultado, em vista das dificuldades no tratamento e da proposição de metas ideais. Objetivo: Comparar a evolução antropométrica sequencial do escore z de IMC/I de crianças e adolescentes com excesso de peso, atendidos em ambulatório de áreas de atuação pediátricas. Métodos: Estudo observacional, descritivo, prospectivo realizado em um ambulatório de especialidades e áreas de atuação pediátrica, de um hospital público e universitário. Foram analisados os prontuários de 59 pacientes com excesso de peso, com idade de 5 a < 10 anos (grupo 1) e de 10 a < 20 anos (grupo 2), com escore z IMC/I >= 1, e que apresentassem seguimento no ambulatório de nutrição pelo período de pelo 12 meses após um treinamento padronizado das nutricionistas para avaliação e orientação nutricional. Foram avaliados os seguintes dados: tempo de acompanhamento, avaliação antropométrica, classificação nutricional (escore z de IMC/I), comorbidades associadas ao estado nutricional, adesão às orientações nutricionais, prática de atividade física programada e consumo de frutas, verduras e legumes. Resultados: Analisando mudanças no escore z de IMC/I observou-se que no grupo 1, 62% dos pacientes apresentaram redução na consulta 2, após 6 meses, tendo como média uma redução de 0,58 e 85% na consulta 3, após 12 meses, com média de redução de 0,62. No grupo 2, 63% dos pacientes apresentaram redução no escore z de IMC/I na consulta 2, com média de redução de 0,33, em relação à consulta 3, 73% dos pacientes apresentaram tal comportamento, com média de redução de 0,48. Todas as reduções apresentaram significância estatística. A adesão às orientações nutricionais aumentou ao longo do tempo, diferentemente da pratica de atividade física, onde não se observaram modificações. Quanto ao consumo de frutas, verduras e legumes pode-se observar aumento da ingesta durante o período de observação. Conclusão: Um programa padronizado de perda de peso para crianças e adolescentes, em um ambulatório de nutrição com uma equipe multiprofissional, se mostrou efetivo no tratamento de excesso de peso e a utilização de marcadores antropométricos, como reduções no escore z IMC/I, pode ser útil para avaliação da efetividade e/ou avaliação de riscos para doenças cardiovasculares
Titre en anglais
Evaluation of effectiveness in the treatment of children and adolescents with overweight and obesity attended in the nutrition service of Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina - São Paulo University
Mots-clés en anglais
Adolescent
Body mass index
Child
Nutrition assessment
Obesity
Overweight
Resumé en anglais
Introduction: According to World Health Organization (WHO) overweight and obesity are defined as an excessive body fat that can cause health problems. Nowadays obesity in children and adolescents is a major concern due to the great impact on life with increased probability of obesity in adulthood and emergence of chronic non communicable diseases (CNCD) in addition to higher hospital costs. Overweight treatment in children and adolescents must be individualized and often requires lifestyle changes. Medical literature is still controversial on how to consider the result of therapeutic interventions effective and small decreases in the z score of body mass index for age can be considered a good result because of difficulties in the course of treatment and proposing ideal goals. Objectives: To compare the sequential anthropometric evolution of the z-score of BMI/age of children and adolescents with excess weight in the minimum period of 1 year, seen at an outpatient clinic in pediatric specialties. Methods: It was an observational and prospective study performed in a public and universitary hospital. We analyzed the medical records of 59 patients separated in two groups, 5 to < 10 years old (Group 1) and 10 to < 20 years old (Group 2), with a score z BMI/age > 1 and who were followed up at the nutrition clinic for at least 12 months after standardized training by nutritionists for nutritional assessment and guidance. The following data were evaluated: period of time of follow-up, anthropometric assessment, nutritional classification (z score BMI/age), comorbidities associated with nutritional status, adherence to nutritional guidelines, practice of programmed physical activity and consumption of fruits and vegetables. Results: Analyzing changes in the z score BMI/age, it was observed that in group 1, 62% of patients showed a reduction in consultation 2, after 6 months, with an average reduction of 0.58 and 85% in consultation 3, after 12 months, with an average reduction of 0.62. In group 2, 63% of the patients had a reduction in the z-score BMI/age in consultation 2, with a mean reduction of 0.33, compared to consultation 3, 73% of the patients had such result, with a mean reduction of 0, 48. All reductions were statistically significant. Adherence to nutritional guidelines increased over time, unlike physical activity, where no changes were observed. Regarding the consumption of fruits and vegetables, an increase in intake can be observed during the observation period. Conclusions: A standardized weight loss program for children and adolescents, in a nutrition clinic with a multiprofessional team, proved effective in the treatment of excess weight and the use of anthropometric markers, such as reductions in the z score BMI/age, can be useful to evaluate the effectiveness and/or risk assessment for cardiovascular diseases
 
AVERTISSEMENT - Regarde ce document est soumise à votre acceptation des conditions d'utilisation suivantes:
Ce document est uniquement à des fins privées pour la recherche et l'enseignement. Reproduction à des fins commerciales est interdite. Cette droits couvrent l'ensemble des données sur ce document ainsi que son contenu. Toute utilisation ou de copie de ce document, en totalité ou en partie, doit inclure le nom de l'auteur.
Date de Publication
2021-08-30
 
AVERTISSEMENT: Apprenez ce que sont des œvres dérivées cliquant ici.
Tous droits de la thèse/dissertation appartiennent aux auteurs
CeTI-SC/STI
Bibliothèque Numérique de Thèses et Mémoires de l'USP. Copyright © 2001-2022. Tous droits réservés.