• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2009.tde-01062009-112353
Documento
Autor
Nome completo
Fabio Pereira Muchão
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Silva Filho, Luiz Vicente Ribeiro Ferreira da (Presidente)
Rozov, Tatiana
Vieira, Sandra Elisabete
Título em português
Avaliação do conhecimento sobre o uso de inaladores dosimetrados entre profissionais de saúde de um hospital pediátrico
Palavras-chave em português
Asma
Educação em saúde
Espaçadores de inalação
Inaladores dosimetrados
Resumo em português
Existem evidências na literatura de que a administração de medicações, como corticosteróides inalatórios e broncodilatadores, utilizando inaladores pressurizados dosimetrados, é mais eficaz e segura do que com os nebulizadores convencionais. Entretanto, há evidências de que não só pacientes, mas também profissionais de saúde têm dificuldade no manejo dos inaladores pressurizados dosimetrados. A hipótese do presente estudo é que o conhecimento da técnica inalatória entre os profissionais da nossa Instituição é heterogêneo, sendo que não há informações sobre o nível deste conhecimento entre as diversas categorias profissionais. OBJETIVOS: Avaliar o conhecimento prático e teórico de profissionais da área médica, de enfermagem e fisioterapia sobre a utilização do inalador dosimetrado através de testes padronizados. MÉTODOS: Avaliações teóricas e práticas sobre o conhecimento do uso de inaladores pressurizados dosimetrados foram realizadas com médicos, fisioterapeutas, enfermeiras e auxiliares de enfermagem, atribuindo-se uma nota de 0 a 10 para cada avaliação. Calcularam-se as medianas das notas obtidas pelos profissionais de cada categoria, as questões com maiores e menores índices de erros e feita a comparação descritiva do desempenho das diversas categorias profissionais. Após as avaliações, instrução verbal e escrita sobre a utilização correta dos dispositivos foi fornecida a todos os participantes. A análise estatística foi feita através do método de Kruskal-Wallis de comparação de medianas. Também foi realizada a análise através de regressão logística múltipla seqüencial. RESULTADOS: foram avaliados 30 médicos residentes ou estagiários da pediatria, 23 médicos assistentes, 29 fisioterapeutas, 33 enfermeiras e 31 auxiliares de enfermagem, em um total de146 profissionais. Não foram entrevistados residentes ou assistentes do grupo de Pneumologia. Os médicos residentes, fisioterapeutas e os médicos assistentes obtiveram desempenho significativamente superior que os enfermeiros e auxiliares de enfermagem. Apenas os médicos residentes obtiveram mediana superior a seis. As questões práticas com maiores índices de erros foram as relativas à limpeza do espaçador. Questões relativas à agitação do inalador antes do uso e à limpeza da cavidade oral após a sua utilização também obtiveram alto índice de erros. A questão teórica mais errada foi a respeito do tempo necessário entre dois jatos em aplicações sucessivas do inalador pressurizado dosimetrado. CONCLUSÕES: O conhecimento teórico-prático dos profissionais de saúde da Instituição a respeito do uso de inaladores pressurizados dosimetrados é heterogêneo. Os médicos residentes, fisioterapeutas e médicos assistentes obtiveram desempenho significativamente melhor que os enfermeiros e auxiliares de enfermagem sendo que estes últimos estão diretamente envolvidos na aplicação prática destes dispositivos na rotina hospitalar.
Título em inglês
Evaluation of the knowledge of health professionals at a pediatric hospital regarding the use of metered-dose inhalers
Palavras-chave em inglês
Asthma
Health education
Inhalation spacers
Metered dose inhalers
Resumo em inglês
There are data in the literature indicating that the administration of medications such as inhaled corticosteroids and bronchodilators, using metered-dose inhalers, is more effective and safer than its dispensation by conventional nebulizers. However, there is evidence that not only patients but also health care professionals have difficulty in dealing with pressurized dose inhalers. The hypothesis of the present study is that the knowledge of inhalation techniques among health professionals of our Institution is heterogeneous, and there is no information about this knowledge among the diverse categories of professionals. OBJECTIVE: To assess the practical and theoretical knowledge of medical professionals, nursing and physiotherapy on the use of metereddose inhalers by standardized testing. METHODS: Practical and written tests on the use of metered-dose inhalers were applied to physicians, physical therapists, nurses and nursing assistants. A score from 0 to 10 was assigned to each evaluation. Median scores were calculated for each professional category. Questions with higher and lower correct values were identified, and a descriptive comparison was made regarding the performance of the diverse professional categories. Following the examination, oral and written instructions on the correct use of the devices were provided for all participants. Statistical analysis was performed using the Kruskal-Wallis method for comparison of medians. A sequential logistic multiple regression analysis was also performed. RESULTS: A total of 146 professionals were assessed, including 30 fellows in pediatrics, 23 attending physicians, 29 physical therapists, 33 nurses and 31 nursing assistants. Fellows or attending physicians of the Pediatric Pulmonology Unit were not included in the study. Fellows, physical therapists and attending physicians performed significantly better than did nurses and nursing assistants. Only fellows had a median score greater than six. On the practical tests for infants and toddlers, the step most often missed was that related to cleaning the spacer. On practical tests, the steps related to shaking the inhaler and cleaning the mouth also presented high error indices. On the written tests, the question most often answered incorrectly was that related to the waiting time between puffs. CONCLUSIONS: The theoretical and practical knowledge of health professionals of our Institution on the use of metered-dose inhalers is heterogeneous. The performance of fellows, physical therapists and attending physicians was significantly better than that of nurses and nursing assistants who are directly involved in the practical application of these devices in the hospital routine.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
fabiopmuchao.pdf (1.09 Mbytes)
Data de Publicação
2009-06-09
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.