• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2011.tde-27072011-174211
Documento
Autor
Nome completo
Patricia da Rocha Pennachiotti Pitarello
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2011
Orientador
Banca examinadora
Ruano, Rodrigo (Presidente)
Bittar, Roberto Eduardo
Nomura, Marcelo Luis
Título em português
Avaliação do colo uterino pela ultrassonografia transvaginal para predição do sucesso da indução do parto
Palavras-chave em português
Colo uterino/ultrassonografia
Comprimento do colo do útero
Sucesso da indução do parto
Trabalho de parto induzido
Resumo em português
Objetivo: Correlacionar as variáveis ultrassonográficas do colo uterino ao sucesso da indução do parto e ao Índice de Bishop. Métodos: Estudo observacional prospectivo envolvendo 190 gestantes candidatas à indução do parto, que foram submetidas à ultrassonografia transvaginal para avaliação do comprimento do colo uterino, da distância da apresentação fetal ao OCE, dilatação cervical e identificação da imagem em funil no OCI, no período de fevereiro de 2008 a fevereiro de 2010. As pacientes foram categorizadas segundo o escore de Bishop em favoráveis e desfavoráveis à IP. Os seguintes desfechos foram analisados: probabilidade de sucesso da IP, parto vaginal em 24 horas e presença de fase ativa do parto. A análise estatística foi realizada usando testes qui-quadrado, teste t-Student e Mann- Whitney para as variáveis numèricas, além do cálculo das curvas ROCs para cada variável e cada desfecho. Através de regressão logística foram avaliados os preditores dos desfechos assim como determinadas equações de probabilidade dos eventos. Resultados: O sucesso da IP, o parto vaginal em 24 horas e a presença de fase ativa do parto foram observados em 133 (70%) 119 (62%) e 155 (82%) das gestantes, respectivamente. O comprimento do colo uterino, a distância da apresentação fetal ao OCE, a dilatação cervical e a presença da imagem em funil no OCI influenciaram o sucesso da IP, a presença de parto vaginal em 24 horas e a presença de fase ativa do parto, principalmente em gestantes com escore de Bishop desfavorável à IP. As variáveis ultrassonográficas apresentaram sensibilidade entre 63 e 71% e especificidade entre 63 e 82% e acurácia média de 70%. O escore de Bishop se correlacionou diretamente à dilatação cervical e inversamente ao comprimento do colo uterino e à distância da apresentação fetal ao OCE e foi preditor independente de todos os desfechos da indução do parto (p<0,001). Conclusão: O comprimento do colo uterino, a distância da apresentação fetal ao OCE, a dilatação cervical e presença da imagem em funil no OCI se relacionaram ao sucesso da IP, porém com baixo poder de predição
Título em inglês
Cervix evaluation by transvaginal ultrasound for success prediction on labor induction
Palavras-chave em inglês
Cervical lenght
Cervix /ultrasound
Labor induced
Sucessful labor induction
Resumo em inglês
Objective: To correlate the ultrasonographic variables of cervix to the success on labor induction (LI) and Bishops Index. Methods: A prospective, observational study involving 190 pregnant women that were applicant for labor induction, submitted to transvaginal ultrasound to evaluate the cervixs length, fetal head-external os distance, cervical dilatation and identification of funnel image on internal os, during the period between February 2008 and February 2010. Patients were classified according to Bishops score as favorable and unfavorable to labor induction. The following conclusions were studied: success probability to LI, vaginal delivery in 24 hours and presence of labors active phase. Statistical analysis was performed using chi-square tests, t-Student and Mann-Whitney test for numerical variables, in addition to ROCs curves calculation for each variable and each conclusion. By logistic regression, the conclusion predictors were evaluated, as well as some determined equations from events probability. Results: The labor induction success, vaginal delivery in 24 hours, and presence of labors active phase were noticed on 133 (70%), 119 (62%) and 155 (82%) pregnant women, respectively. Cervixs length, fetal head-external os distance, cervical dilatation and identification of funnel image on internal os influenced the LI success, vaginal delivery at 24 hours and presence of labors active phase, especially on pregnant with Bishops score unfavorable to labor induction. Ultrasonographic variables had sensitivity between 63 and 71%, specificity between 63 and 82%, and 70% of average accuracy. Bishops score was directly correlated to cervical dilatation and inversely correlated to cervixs length and fetal head-external os distance and was a independent predictor to all conclusions of labor induction (p<0.001). Conclusion: The cervixs length, fetal head-external os distance, cervical dilatation and identification of funnel image were related to LI success but with low prediction potency
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2011-08-01
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.