• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2010.tde-27052010-170717
Documento
Autor
Nome completo
Raquel Grecco Teixeira Ribeiro
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2010
Orientador
Banca examinadora
Kahhale, Soubhi (Presidente)
Brizot, Maria de Lourdes
Peraçoli, José Carlos
Título em português
Análise dos resultados maternos e perinatais das gestantes transplantadas renais
Palavras-chave em português
Gravidez
Hipertensão induzida pela gravidez
Resultado da gravidez
Transplante de rim
Resumo em português
Introdução: A gestação após transplante de órgãos tem se tornado cada vez mais comum, especialmente após avanços das técnicas em relação ao transplante e novos imunossupressores adotados na terapêutica. Objetivo: Avaliar os resultados maternos e perinatais das pacientes gestantes submetidas a transplante renal prévio. Método: No período de 1995 a 2007, foram avaliados restrospectivamente todos os casos de pacientes submetidas a transplante renal, que tiveram parto na Clínica Obstétrica do HCFMUSP. Resultados: Foram selecionadas 31 gestações em 22 pacientes. A idade média foi de 29 anos (18-39). Em 52% dos casos (16 casos) a gestação ocorreu 5 anos após o transplante. Em 21 pacientes (68%) o esquema imunossupressor utilizado foi composto por ciclosporina, azatioprina e prednisona. A incidência de abortamentos foi de 22% (7 casos). A hipertensão esteve presente em 21 casos (87,5%), seguida de anemia 17 (70,83%) e prematuridade 15 (71%). A função renal no início do pré-natal teve o seguinte comportamento: uréia no início 45±7,1 mg/dl (28-105) e no parto 68±27,6 (35-128); creatinina no início do pré-natal 1,28±0,55 mg/dl (0,9-3,6) e no parto 2,06±1,16 mg/dl (1,12-6,4); ácido úrico no início 6,1±1,5 mg/dl (3,5-9,2) e no parto 8,54±2,79 mg/dl (2-14) e a proteinúria de 24 horas no início 0,19±0,09 g/vol.24h (0,03-0,31) e no parto 1,34±0,96 g/vol.24h (0,11-3,65). A via de parto: oito (33%) partos por via vaginal e 16 (66%) foram cesarianas. A idade gestacional média ao nascimento foi de 34,8±2,29 semanas (28-38) e o peso ao nascimento foi 2366,5±261,6g (1100-4650). As complicações neonatais foram: icterícia 15 (71,5%); desconforto respiratório 10 (47,6%); hipoglicemia 5 (23,8%); anemia 4 (19%), intubação orotraqueal 3 (14,3%), utilização NPP 3 (14,3%), hipocalcemia 3 (14,3); pneumonia 2 (9,5%); hemorragia intracraniana 1 (4,8%) e sepse 1 (4,8). Ocorreram 3 óbitos fetais. Conclusão: a taxa de sobrevida neonatal no estudo de foi de 88%, a hipertensão foi a intercorrência materna mais freqüente, a utilização da terapêutica imunossupressora utilizada não levou a malformação fetal e a morbidade neonatal esteve associada a complicações inerentes da prematuridade 15 casos (71%).
Título em inglês
Analysis of obstetrical and neonatal outcomes in pregnant women post renal transplantation
Palavras-chave em inglês
Hypertension pregnancy-induced
Pregnancy
Pregnancy outcome
Renal transplant
Resumo em inglês
Introduction: The pregnancy after organ transplant has become very common, especially after the technical advance related to new immunosuppressive therapy on the transplant. Objective: Analysis of the maternal and pregnancy outcomes of the patients that has renal transplant. Method: During the period between 1995 and 2007, it was analyzed retrospectively all the patient submitted on renal transplant, and also has had delivery in the Hospital das Clínicas of the University of São Paulo Medical School. Results: We have obtained a total of 31 pregnancies in 22 patients. The average age was 29 years of age (18- 39). In 52 % of the cases (16 cases) the pregnancy occurred 5 years after the transplant. In 21 patients (68%) the immunosuppressive treatment used was based on ciclosporine, azatioprine and prednisone. The incidence of abortion was 22% (7 cases), that was excluded. The hypertension was present in 21 cases (87,5%), followed by anemia 17 (70,83%) and prematurity 15 (71%). In the beginning of the pre-natal the renal function presented the following: serum urea in the beginning of prenatal care was 45±7,1 mg/dl (28-105)and the time of delivery was 68±27,6 (35-128); serum creatinine in the beginning was 1,28±0,55 mg/dl (0,9-3,6) and the time of delivery was 2,06±1,16 mg/dl (1,12- 6,4);serum uric acid in the beginning of prenatal care was 6,1±1,5 mg/dl (3,5-9,2) and the time of delivery was 8,54±2,79 mg/dl (2-14). The proteinuria 24 hours at the beginning of prenatal care was 0,19±0,09 g/vol.24h (0,03-0,31) and the time of delivery was 1,34±0,96 g/vol.24h (0,11-3,65). Cesarean section was performed in 16 (66%) cases, vaginal delivery in 8 (33%). The mean gestational age at delivery was 34,8±2,29 weeks (range: 28-38) and the mean birthweight at delivery was 2366,5±261,6g (range 1100-4650). The neonatal complications were observed during the study: ictericia 15 (71,5%); respiratory distress 10 (47,6%); hipoglicemia 5 (23,8%); anemia 4 (19%), orotracheal intubation 3 (14,3%), use of NPP 3 (14,3%), hipocalcemie 3 (14,3); pneumonie 2 (9,5%); intracranial hemorrhage 1 (4,8%) e sepses 1 (4,8). Occurred 3 fetal deaths. Conclusion: in the study the statistics of neonatal success was 88%, the most frequent maternal complication was the hypertension. The immunosuppressive therapy utilized didn't cause fetal malformation and the neonatal morbid was associated with prematurity complications itself in 15 cases (71%).
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2010-05-27
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.