• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
10.11606/T.5.2019.tde-13022019-153144
Documento
Autor
Nome completo
Janaina Campos Senra
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2018
Orientador
Banca examinadora
Andrade, Lisandra Stein Bernardes Ciampi de (Presidente)
Martinelli, Silvio
Francisco, Rossana Pulcineli Vieira
Júnior, Mario Dias Corrêa
Título em português
Avaliação do volume e da vascularização renais ao ultrassom tridimensional em fetos com restrição de crescimento intrauterino
Palavras-chave em português
Evento neonatal adverso
Imagem tridimensional/métodos
Retardo do crescimento fetal
Rim/anatomia & histologia
Rim/irrigação sanguínea
Ultrassonografia doppler/métodos
Resumo em português
INTRODUÇÃO: Na restrição de crescimento intrauterino, a resposta adaptativa a hipóxia, com priorização do fluxo sanguíneo para órgãos nobres, causa vasoconstricção periférica, com aumento da resistência nas artérias renais. Com isso, o desenvolvimento renal é prejudicado e fetos restritos apresentam volumes renais menores. No entanto, a literatura é escassa em estudos que utilizem a ultrassonografia tridimensional na avaliação renal e não descreve a relação desse possível dano renal com desfechos neonatais adversos. Tal técnica tem sido utilizada para mensurar volumes de órgãos e quantificar fluxos sanguíneos de baixa resistência, podendo ser também aplicada para melhorar a avaliação do volume e vascularização renal na restrição de crescimento. OBJETIVOS: Comparar a razão entre o volume renal total e o peso fetal estimado (VRT/PFE) entre fetos com e sem restrição. Além disso, correlacionar o VRT/PFE com a dopplervelocimetria fetal e os índices de vascularização renal e avaliar a associação dos parâmetros renais com eventos neonatais adversos nos fetos restritos. MÉTODOS: O volume total e a vascularização renal de fetos restritos e normais foram avaliados pela ultrassonografia tridimensional e a técnica VOCAL. Os índices de vascularização renal foram corrigidos pela profundidade renal (IVcp, IVFcp and IFcp). Os testes t para amostras independentes e Mann-Whitney foram utilizados para a comparação entre os grupos. Modelos lineares generalizados foram aplicados para avaliar a associação entre as características renais e os eventos neonatais adversos. RESULTADOS: Setenta e um fetos restritos foram comparados a 194 fetos com crescimento normal. O VRT/PFE foi menor no grupo restrito (p < 0,001). Porém essa razão não se correlacionaou com os parâmetros dopplervelocimétricos, os índices vasculares renais ou qualquer evento neonatal adverso. CONCLUSÃO: A razão entre o volume renal total e o peso fetal estimado tende a diminuir na restrição de crescimento intrauterino
Título em inglês
Evaluation of fetal renal volume and vascularization with the threedimensional ultrasound in intrauterine growth restriction
Palavras-chave em inglês
Adverse neonatal outcome
Fetal growth retardation
Imaging three-dimensional/methods
Kidney/anatomy & histology
Kidney/blood supply
Ultrasonography doppler/methods
Resumo em inglês
INTRODUCTION: In fetal growth restriction, the adaptive response to hypoxia, with prioritization of blood flow to noble organs, causes peripheral vasoconstriction, such as increased resistance in the renal arteries. Then, renal development is impaired and restricted fetuses have lower renal volumes. However, the literature is scarse in studies using three-dimensional ultrasound in renal assessment and does not describe the relationship of this potential renal damage with adverse neonatal outcomes. That technique has been used to mesure volumes and quantify blood flows of low resistance and could also be applied to improve the evaluation of renal volume and vascularization in fetal growth restriction. OBJECTIVES: To compare the ratio of total renal volume to estimated fetal weight (TRV/EFW) among fetuses with and without grown restriction. Fhurthermore, we aim to correlate TRV/EFW with fetal dopplervelocimetry and renal vascularization indexes and to evaluate the association of renal parameters with adverse neonatal events in restricted fetuses. METHODS: Total renal volume and renal vascularization of restricted and normal fetuses were evaluated by three-dimensional ultrasonography and the VOCAL technique. Renal vascularization indexes were corrected for renal depth (VIcd, VFIcd and FIcd). The t-tests for independent samples and Mann-Whitney test were used for comparisons between groups. Generalized linear models were applied to evaluate the association between renal characteristics and adverse neonatal events. RESULTS: Seventy-one restricted fetuses were compared to 194 normally growing fetuses. The TRV/EFW was lower in the restricted group (p < 0.001). However, this ratio did not correlate with Doppler velocimetric parameters, renal vascular indexes or any adverse neonatal events. CONCLUSION: The ratio of total renal volume to estimated fetal weight tends to decrease in intrauterine growth restriction
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-02-14
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.