• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.5.2020.tde-19082021-104636
Documento
Autor
Nome completo
Leandro Nunes Sanches
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Zanoteli, Edmar (Presidente)
Caruso, Pedro
França Junior, Marcondes Cavalcante
Reed, Umbertina Conti
Título em português
Análise histológica e molecular do músculo diafragma após tratamento com diferentes glicocorticoides e sob a associação do ácido graxo ômega 3 e dexametasona em ratos
Palavras-chave em português
Ácidos graxos
Anti-inflamatórios
Atrofia muscular
Deflazacorte
Dexametasona
Diafragma
Efeitos dos fármacos
Glicocorticoides
ômega-3
Prednisolona
Resumo em português
Atrofia muscular é uma resposta debilitante e que pode ocorrer em diversas condições, como por exemplo na inatividade, imobilização e corticoterapia. Corticoides estão entre os medicamentos mais prescritos na prática médica, sendo amplamente utilizados no tratamento de doenças neuromusculares. No entanto, seu uso pode levar a fraqueza e atrofia muscular, dependendo do tempo de uso, dosagem e tipo de musculatura afetada, podendo variar, de acordo com cada tipo de corticoide. Omega-3 (N-3) é um ácido graxo amplamente recomendado e consumido, principalmente pelos benefícios cardiovasculares, contudo, quando associado a dexametasona (DX) pode aumentar seus efeitos colaterais no músculo periférico. Não há, no entanto, estudo quanto ao efeito desta associação sobre a musculatura diafragmática. Objetivos: Avaliar o impacto da associação de DX+N-3 e de diferentes glicocorticoides em equipotência, sobre o músculo diafragma, através da histologia, expressão gênica e proteica. Metodologia: Sessenta ratos Wistar foram divididos em seis grupos. Vinte ratos foram suplementados com N-3 por 40 dias (EPA/DHA-100mg/kg/dia), dos quais, 10 foram submetidos à administração de DX (1,25mg/kg/dia) nos 10 dias finais. Quarenta animais receberam de forma equipotente, DX (1,25mg/kg/dia), metilprednisolona (MP) (6,7mg/kg/dia), deflazacort (DC) (10 mg/kg/dia) ou solução salina (CT) nos últimos 10 dias. Avaliamos a área de secção transversa e proporção das fibras musculares por coloração metacromática de ATPase, expressão de RNAm de atrogenes por PCR em tempo real e análise proteica por Western Blotting. Resultados: Houve aumento na proporção de fibras tipo 2B e diminuição do tipo 1 no grupo N-3. O DC aumentou a proporção de fibras tipo 1 e juntamente com os grupos DX, DX+N-3 e MP, diminuiu a proporção de fibras 2A. A DX atrofiou fibras 1, 2A e 2B, não sendo influenciada pelo N-3. De forma isolada, o N-3 atrofiou as fibras 2A e o DC atrofiou fibras 2A e 2B. Entre os glicocorticoides a DX causou maior atrofia muscular de fibras 2A. A DX causou maior atrofia de fibras 2B vs DC. Todos os glicocorticoides diminuíram a expressão proteica de pAkt (ativo), sendo a DC a mais branda e apenas o grupo MP diminuiu a expressão total de Akt. A MP e DX diminuíram a expressão de pFoxO3a (inativo). Houve diminuição importante da expressão total de FoxO3a no grupo MP. Todos os glicocorticoides mostraram diminuição importante da expressão de pGSK3 beta (inativo) e aumento da expressão total no MP e DC. Notamos diminuição da expressão proteica de PGC1alfa nos grupos DX e DC e tendência de queda na expressão proteica de pFoxO3a no grupo DX+N-3 vs DX. A expressão de Atrogina-1, MuRF-1 e REDD-2 foi aumentada no grupo DX. Houve menor expressão de MuRF-1 e REDD-2 no grupo DX+N-3 vs DX. A expressão de Atrogina-1 foi aumentada em todos os grupos e com maior expressão no grupo MP. A expressão de MuRF-1 foi aumentada nos grupos MP e DX, enquanto REDD-2 foi aumentada nos grupos DC e DX. Conclusões: A administração de glicocorticoides por 10 dias em ratos mostrou ser lesiva ao tecido diafragmático, com efeitos mais brandos (tardios) no uso de DC comparados ao outros glicocorticoides. A associação de DX+N-3 parece ser favorável quanto a expressão proteica de PGC1alfa, pFoxO3a e RNAm de atrogenes
Título em inglês
Histological and molecular analysis of the diaphragm muscle after treatment with different glucocorticoids and under the association of omega 3 fatty acid and dexamethasone in rats
Palavras-chave em inglês
Anti-Inflammatory agent
Deflazacort
Dexamethasone
Diaphragm
Drug effects
Fatty acids
Glucocorticoids
Muscle atrophy
omega-3.
Prednisolone
Resumo em inglês
Muscle atrophy is a debilitating tissue response that can occur in diverse conditions such as immobilization, inactivity and corticotherapy. Corticosteroids are one of the most prescribed drugs in medical practice, widely used in the treatment of neuromuscular diseases. Although its use can lead to weakness and muscle atrophy, depending on the time of use, dosage and muscle type, with different impact levels depending on the corticoid type. Omega-3 (N-3) is a fatty acid widely recommended mainly for its beneficial cardiovascular effects, however, when associated with dexamethasone (DX) can increase the side effects in the peripheral muscle, with no description effect on diaphragmatic muscle. Aim: We aimed to evaluate the impact of the DX in association with N-3 and different glucocorticoids in equipotency, on the diaphragm muscle, through histology, gene and protein expression. Methods: The experimental study was carried out with sixty Wistar rats, divided into six groups. Twenty Wistar rats were supplemented with N-3 for 40 days (EPA / DHA-100mg / kg / day), of which 10 were submitted to DX administration (1.25mg / kg / day) in the final 10 days. 40 animals received equipotent form, DX (1.25mg / kg / day), methylprednisolone (MP) (6.7mg / kg / day), deflazacort (DC) (10 mg / kg / day) or saline solution (CT) in the last 10 days. We assessed the crosssectional area and proportion of muscle fibers by ATPase metachromatic staining, atrogenes mRNA by real-time PCR and protein by Western Blotting technique. Results: There was an increase in the proportion of type 2B fibers and a decrease in type 1 in the N-3 group. The DC increased the proportion of fibers 1 and together with the groups DX, DX+N-3 and MP, decreased proportion of type 2A fibers. DX atrophied fibers 1, 2A and 2B, and was not influenced by N-3, which alone led to atrophy of 2A fibers. The DC atrophied fibers 2A and 2B. Among glucocorticoids, DX caused greater muscle atrophy in 2A and 2B fibers vs DC. All glucocorticoids decreased the protein expression of pAktT (active), with DC being the mildest; only the MP group decreased the total expression of Akt. DX decreased the expression of pFoxO3a (inactive), and in total expression (FoxO3a) there was an important decrease in the MP group. All glucocorticoids showed a significant decrease in the expression of pGSK3beta (inactive), when compared to CT, with an increase in total expression in the MP and DC. We noticed a decrease in PGC1alfa protein expression in the DX and DC. In pFoxO3a protein expression, we noted a downward trend in the DX + N-3 vs DX. The DX increased all atrogenes expression. There was less expression of MuRF-1 and REDD-2 in the DX+N-3 vs DX group. Atrogin- 1 expression was increased in all groups and with greater expression in the MP. The expression of MuRF-1 was increased in the MP and DX, and REDD-2 was increased in the DC and DX. Conclusions: The glucocorticoids administration for 10 days in rats proved to be harmful to diaphragmatic tissue, with milder effects in the use of DC compared to other glucocorticoids. The association of DX+N-3 was favorable for protein expression of PGC1alfa, pFoxO3a and reduction of mRNA atrogenes.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-08-19
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.