• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-10092021-161808
Documento
Autor
Nome completo
Maria Gabriela dos Santos Ghilardi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Fonoff, Erich Talamoni (Presidente)
Alho, Eduardo Joaquim Lopes
Martinez, Raquel Chacon Ruiz
Hamani, Clement
Título em português
Comparação dos efeitos da estimulação cerebral profunda do núcleo subtalâmico versus globo pálido interno sobre os sintomas não motores da doença de Parkinson e sua correlação com
Palavras-chave em português
Doença de Parkinson
Estimulação encefálica profunda
Globo pálido interno
Manifestações não motoras
Microdiálise
Núcleo subtalâmico
Resumo em português
A estimulação cerebral profunda (ECP) do núcleo subtalâmico (NST) e do globo pálido interno (GPi) é reconhecidamente eficaz no tratamento das manifestações motoras da doença de Parkinson, entretanto o seu mecanismo exato de ação persiste indefinido. As manifestações não motoras também contribuem significativamente para perda da qualidade de vida dos pacientes, sendo que tais sinais e sintomas tem baixa resposta às medicações dopaminérgicas e os tratamentos específicos são escassos. O impacto da estimulação cerebral profunda de diferentes alvos cerebrais nas manifestações não motoras não é bem conhecido. Objetivos: Comparação da eficácia no controle das manifestações motoras e não motoras da doença de Parkinson entre os grupos com implantes na região do núcleo subtalâmico ou globo pálido interno. Secundariamente comparamos a concentração extracelular de neurotransmissores pré e após estimulação cerebral terapêutica aguda, em diferentes topografias cerebrais coletados através de microdiálise intraoperatória. Métodos: Foram incluídos 30 pacientes com Doença de Parkinson e indicação de tratamento cirúrgico complementar neste estudo comparativo, aleatorizado, prospectivo e encoberto. Os pacientes foram divididos aleatoriamente em 2 grupos que receberam implantes em NST ou GPi respectivamente. Eles foram avaliados basal, após 6 e 12 meses da cirurgia. Resultados: A análise comparativa demonstrou que estimulação do núcleo subtalâmico foi superior em relação ao globo pálido interno na redução da UPDRS parte III aos 6 (p=0,03) e 12 meses (p=0,04), nas distonias de OFF (p<0,005) e na dose equivalente de Levodopa (p=0,02) aos 12 meses. Não houve diferença estatística na melhora da qualidade de vida e no impacto global e em diferentes domínios das manifestações não motoras. A análise intragrupo, entretanto demonstrou padrões de melhora diversa entre os grupos em relação aos domínios das manifestações não motoras. A análise do material coletado demonstrou um aumento significativo nos níveis de GABA em GPi (F (1,2) = 5,53, p = 0,04), NST (F (1,2) = 5,44, p = 0,02) e Putâmen (F(1,2)=6,92 p=0,01) durante a estimulação e pósestimulação em comparação com os níveis da linha de base. Conclusão: o estudo apresenta uma análise comparativa sobre os efeitos da estimulação cerebral profunda do NST e GPi na qualidade de vida e seus componentes motores e não motores, auxiliando a personalizar o tratamento, combinando as características de cada alvo e as necessidades de cada paciente. Os achados da microdiálise intraoperatória sugerem que a estimulação teria efeito inibitório sobre NST mediado pelo GABA
Título em inglês
Comparison of the effects of subthalamic nucleus versus pallidal deep brain stimulation on non-motor symptoms of Parkinson's disease and their correlation with neurotransmitters and intracerebral amino acids
Palavras-chave em inglês
Deep brain stimulation
Internal globus pallidus
Microdialysis
Non-motor symptoms
Parkinson disease
Subthalamic nucleus
Resumo em inglês
Deep brain stimulation (DBS) of subthalamic nucleus (STN) and internal globus pallidus (GPi) is a recognized treatment for Parkinson's disease motor symptoms, yet its exact mechanism of action persists undefined. Non-motor manifestations also compromise significantly the quality of life of patients, besides such signs and symptoms have low response to dopaminergic medications and specific treatments are scarce. The impact of deep brain stimulation of different brain targets on nonmotor symptoms is not well known. Objectives: Compare the efficacy of DBS in controlling motor and non-motor manifestations of Parkinson's disease between groups with implants in the subthalamic nucleus or internal pale globe region. Secondarily, we compared the extracellular concentration of neurotransmitters collected by intraoperative microdialysis before and after acute therapeutic brain stimulation, in different brain topographies. Methods: Thirty patients with Parkinson's disease and indication for adjunctive surgical treatment were included in this comparative, randomized, prospective, blind study. Patients were randomized into 02 groups that received NST or GPi implants respectively. They were assessed at baseline, after 6 and 12 months of surgery. Results: Comparative analysis demonstrated that subtalamic nucleus stimulation was superior in relation to the internal globus pallidus in the reduction of UPDRS part III at 6 (p = 0.03) and 12 months (p = 0.04), in OFF dystonias (p <0.005) and the equivalent dose of Levodopa (p = 0.02) at 12 months. There was no statistical difference in the improvement of quality of life, global burden and different domains of non-motor manifestations. Intra-group analysis, however, showed different patterns of non-motor symptoms benefit between the groups. There was a significant increase in GABA levels in GPi (F (1,2) = 5.53, p = 0.04), NST (F (1,2) = 5.44, p = 0.02) and Putamen. (F (1,2) = 6.92 p = 0.01) during and post stimulation compared to baseline levels. Conclusion: the study provides a comparative analysis between STN and GPi deep brain stimulation effects on quality of life and its motor and non-motor components, assisting to tailor an individualized treatment, combining the target characteristics and each patient needs. Intraoperative microdialysis findings suggest that stimulation would inhibit STN activity mediated by GABA.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-09-10
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.