• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-10022021-124956
Documento
Autor
Nome completo
Sérgio Tadeu Fernandes
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Figueiredo, Eberval Gadelha (Presidente)
Zanini, Marco Antônio
Caldas, José Guilherme Mendes Pereira
Castro, Luiz Henrique Martins
Título em português
Aneurismas cerebrais paraclinóideos: definição precisa de suas relações anatômicas com os compartimentos intradural e intracavernoso por meio do uso da ressonância magnética 
Palavras-chave em português
Aneurisma intracraniano
Artéria carótida interna
Diagnóstico diferencial
Imagem por ressonância magnética
Resumo em português
Introdução: Os aneurismas localizados na curva anterior da artéria carótida interna (ACI) podem ter evolução variada e que depende diretamente de suas relações anatômicas com o seio cavernoso. A prática clínica atual não possui exame complementar capaz de predizer claramente estas relações e, consequentemente, sua provável evolução em caso de ruptura e ocorrência de hemorragia subaracnóidea. O uso da ressonância magnética (RM) tem se mostrado seguro, porém não há validação do método proposto através da visibilização direta da anatomia local, seja durante procedimentos cirúrgicos ou dissecção post-mortem. Objetivos: determinar a acurácia dos achados de RM por meio da visibilização direta das relações anatômicas entre os aneurismas cerebrais paraclinóideos e os elementos do seio cavernoso e calcular a sensibilidade, especificidade, valores preditivos positivo e negativo e razões de verossimilhanças positiva e negativa. Métodos: Trata-se de um estudo clínico transversal de acurácia diagnóstica, unicêntrico, em uma coorte prospectiva. Os indivíduos da pesquisa realizaram estudo de RM ponderada em T2 (Fast Spin Echo) com cortes coronais finos e, em seguida, foram submetidos à procedimento microeneurocirúrgico para exploração da região paraclinoidea e eventual tratamento do aneurisma. A concordância inter-observador para a localização do aneurisma foi analisada com o coeficiente de correlação "kappa" e o cálculo de acurácia, tomando como padrão ouro o diagnóstico intra-operatório. Resultados: 20 indivíduos, num total de 25 aneurismas (n=25), foram inclusos na análise final. A média de idade desta coorte foi de 51,4 ± 11,5 anos (média ± DP). A acurácia da RM encontrada foi: sensibilidade de 86,7% (IC 95%, 59,5 - 98,3), especificidade de 90,0 (IC 95%, 55,5 - 99,8), razões de verossimilhança positiva e negativa de 8,7 (IC 95%, 1,3 - 56,2) e 0,15 (IC 95%, 0,04 - 0,6), respectivamente, e valores preditivos positivo e negativo de 92,9 (IC 95%, 66,1 - 99,8) e 81,8 (IC 95%, 48,2 - 97,7), respectivamente. A análise de concordância inter-observador pelo método Kappa de Cohen demonstrou uma concordância substancial entre a os achados da RM e do procedimento cirúrgico, seja na classificação em duas (cavernoso e não cavernoso; Kappa 0,754, p < 0,001) ou três categorias (cavernoso, transicional ou intradural; Kappa 0,709, p < 0,001). Conclusões: A RM se mostrou método diagnóstico com boa acurácia, com elevada sensibilidade e espeficidade na avaliação dos aneurismas paraclinoideos e deve ser considerada método indispensável na tomada de decisão para o tratamento, seja no manejo conservador ou na intervenção
Título em inglês
Paraclinoid aneurysms: precise definition of their anatomical relationships with the intradural and intracavernous compartments using magnetic resonance image
Palavras-chave em inglês
Carotid artery internal
Diagnosis differential
Intracranial aneurysm
Magnetic resonance imaging
Resumo em inglês
Background: Aneurysms located in the anterior curve of the Internal Carotid Artery (ICA) may have different evolution and that depends directly on their anatomical relationships with the cavernous sinus. The current clinical practice does not have a complementary examination tool capable of predicting these relationships and its probable evolution in case of rupture and subarachnoid hemorrhage. The use of magnetic resonance imaging has been shown to be safe, however there is no validation of the proposed method through direct visualization of the local anatomy, either during surgical procedures or postmortem dissection. Objectives: the aim of the present study was to determine the accuracy of magnetic resonance imaging findings through direct visualization of anatomical relationships between paraclinoid and calculate the sensitivity, specificity, positive and negative predictive values and positive and negative likelihood ratios. Methods: This is a cross-sectional clinical study of diagnostic accuracy, unicentric in a prospective cohort. The subjects underwent a study of MR weights in T2 (Fast Spin Echo) with thin coronal sections and later submitted to the micro neurosurgical procedure for exploration of the paraclinoid region and eventual treatment of the aneurysm. The interobserver agreement for the location of the aneurysm was analyzed with the kappa correlation coefficient and the accuracy calculation was performed considering intraoperative findings as gold standard. Results: 20 patients, in a total of 25 aneurysms (n = 25), were included in the final analysis. The mean age of this cohort was 51.4 ± 11.5 years (mean ± SD). The MRI accuracy was found to be: sensitivity of 86.7% (95% CI, 59.5 - 98.3), specificity of 90.0 (95% CI, 55.5 - 99.8), positive likelihood ratios and X VIII negative of 8.7 (95% CI, 1.3-56.2) and 0.15 (CI 95%, 0.04-0.6), respectively, and positive and negative predictive values of 92.9 95% CI, 66.1 - 99.8) and 81.8 (95% CI, 48.2 - 97.7), respectively. The inter-observer agreement analysis by the Cohen Kappa method demonstrated a substantial agreement between the MRI findings and the surgical procedure, either in the classification at two (cavernous and non-cavernous, Kappa 0.754, p < 0.001) or three categories (cavernous, transitional or intradural, Kappa 0.709, p < 0.001). Conclusions: MRI proved to be a reliable diagnostic method in the evaluation of paraclinoid aneurysms and should be considered an indispensable tool in decision making process between conservative management and intervention
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-02-12
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.