• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
André Luiz Beer Furlan
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Figueiredo, Eberval Gadelha (Presidente)
Martins, Roberto Sergio
Sennes, Luiz Ubirajara
Vellutini, Eduardo de Arnaldo Silva
Título em português
Avaliação qualitativa e quantitativa de acessos cirúrgicos com microscopia e assistido por endoscopia à cisterna ambiens: estudo em cadáveres
Palavras-chave em português
Anatomia
Assistência Endoscópica
Cadáver
Cisterna ambiens
Endoscopia
Microcirurgia
Microneurocirurgia
Resumo em português
INTRODUÇÃO: A cirurgia endoscópica é um campo em expansão e uma técnica amplamente aceita no tratamento de lesões intracranianas seguindo a tendência atual de procedimentos minimamente invasivos em neurocirurgia. No entanto, sua aplicação em cirurgias na região da cisterna ambiens ainda não foi estudada. Este trabalho tem como objetivo realizar análises qualitativa e quantitativa de diferentes acessos cirúrgicos à cisterna ambiens utilizando a microscopia com e sem assistência da endoscopia. MÉTODOS: Utilizamos microscopia e assistência da endoscopia para conduzir uma análise objetiva de quatro acessos cirúrgicos comumente utilizados na cirurgia da cisterna ambiens: supracerebelar infratentorial (SC), occipital interhemisférico (OI), subtemporal (ST) e transcoróideo (TC). Adicionalmente, foi realizada ressecção do giro parahipocampal (STh) no contexto do acesso ST. Cada acesso cirúrgico (SC, OI, ST, TC) foi realizado em cadáveres. Após a dissecção anatômica microscópica, um endoscópio de 30 graus foi utilizado para explorar o campo cirúrgico. Finalmente, o giro parahipocampal foi ressecado através do acesso ST e a exposição cirúrgica foi avaliada. A análise quantitativa foi baseada na exposição linear de estruturas vasculares e na área de exposição da região da cisterna ambiens. RESULTADOS: Foi encontrada diferença significativa (p < 0.05) entre microscopia e assistência por endoscopia na exposição linear da artéria cerebral posterior (PCA) e artéria coróidea posterior (PChA) medial através do acesso ST. A assistência da endoscopia também melhorou exposição das áreas medial, superior e total através do acesso ST. CONCLUSÕES: Este estudo demonstrou que a assistência da endoscopia para cirurgia da região da cisterna ambiens é viável e melhorou a exposição através do acesso ST proporcionando exposição similar ao acesso STh
Título em inglês
Qualitative and quantitative analysis on microscopic and endoscopic-assisted surgical approaches to the ambient cistern: a cadaveric study
Palavras-chave em inglês
Ambient Cistern
Anatomy
Cadaver
Endoscopic-Assistance
Endoscopy
Microneurosurgery
Microsurgery
Resumo em inglês
INTRODUCTION: In the current minimally invasive trend in neurosurgery; endoscopic surgery is growing field and widely accepted as a mean of treating intracranial lesions. However; its application in the ambient cistern surgery has not been studied thus far. The objectives of the present study are to perform a qualitative and quantitative analysis of different microsurgical and endoscopic-assisted approaches to the ambient cistern. METHODS: We used microscopy associated with endoscopy assistance to conduct an objective analysis of four surgical approaches commonly used in the surgery of the ambient cistern: infratentorial supracerebellar (SC); occipital interhemispheric (OI); subtemporal (ST) and transchoroideal (TC). Additionally; we performed a parahypocamppal gyrus resection (STh) in ST context. Each approach (SC; OI; ST; TC) was performed in cadaveric heads. After the microscopic anatomical dissection; the 30-degree endoscope was used to explore the exposure. At last; the parahyppocampal gyrus was resected through a ST approach and the exposure evaluated. The quantitative analysis was based on the linear exposure of vascular structures (linear exposure) and the area of exposure of the ambient cistern region (area of exposure) RESULTS: There was significant difference (p < 0.05) in linear exposure of the PCA and medial PChA between microsurgery and endoscopic assistance on the ST approach. It also improved the medial; superior and total exposure of the ambient cistern region when used on the ST approach. CONCLUSIONS: This study demonstrates that endoscope assistance improved exposure of the ambient cistern region when using the ST approach. Endoscopic assistance was feasible and provided similar surgical exposure compared with ST associated with parahippocampal gyrus resection
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-09-03
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.