• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
https://doi.org/10.11606/D.5.2020.tde-28062021-164000
Documento
Autor
Nome completo
Adriana Pinheiro Carvalho
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2020
Orientador
Banca examinadora
Furtado, Juarez Pereira (Presidente)
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita
Cruz, Marly Marques da
Pires, Roberto Rocha Coelho
Título em português
Moradia Primeiro no contexto da política de drogas brasileira: análise da implantação de uma intervenção-piloto de moradia assistida para pessoas em situação de rua
Palavras-chave em português
Ciência da implementação.
Moradia
Pessoas em situação de rua
Saúde mental
Resumo em português
Intervenções de moradia assistida para pessoas em situação de rua vem sendo desenvolvidas no âmbito da política de drogas brasileira, tendo como referência o Housing First, modelo criado no norte da América para superar a situação de rua entre pessoas com agravos de saúde mental. Compreender como características locais influenciam a implantação dessa modalidade de intervenção em diferentes contextos pode ampliar o conhecimento acerca de iniciativa pouco estudada no Brasil e possivelmente contribuir para sua expansão. Por meio de dois estudos articulados - revisão sistemática de literatura e estudo de caso, apresentados nesta dissertação em formato de artigo, objetivamos analisar a experiência de implantação de uma intervenção de moradia assistida, inspirada no Housing First, desenvolvida nacionalmente. Analisando 68 artigos, publicados entre 2003 e 2020, selecionados por meio das bases de dados Scopus, PsychoInfo e Embase, sistematizamos os fatores que favorecem e dificultam a implantação do HF em quatro dimensões: características da intervenção, contexto de implantação, aspectos institucionais e processos de implantação. Verificamos que indisponibilidade de habitações, falta de coordenação dos serviços necessários aos moradores e resistência dos agentes implantadores aos princípios do HF são os principais fatores que dificultam a implantação. Agentes alinhados ao modelo e a oferta de formação permanente aparecem como principais facilitadores. Para compreender a influência do contexto brasileiro nesse processo, abordamos um projeto piloto de moradia assistida para pessoas em situação de rua desenvolvido em Brasília (DF). Utilizando documentos oficiais, observação participante e sistematização das perspectivas dos trabalhadores e gestores responsáveis pela iniciativa, realizamos análise da implantação da intervenção em três etapas: modelização da intervenção; mensuração do seu grau de implantação, com base nos critérios do modelo inspirador Housing First e análise dos fatores contextuais que influenciam o grau de implantação. Os resultados indicam que a intervenção local priorizou efetivamente a moradia sem condicionalidades, conforme proposto pelo HF. Entretanto, apontamos limitações relacionadas ao desenho da proposta, com destaque para o arranjo dos serviços de apoio que se mostrou insuficiente para concretizar o proposto pelo HF. Evidenciamos que indisponibilidade de moradias e a insuficiência de bens e serviços para atender as necessidades dos moradores constituem dificuldades persistentes de implantação no Brasil e em outros países e contextos, desafiando a expansão da iniciativa em escala e com sustentabilidade. Por fim, apontamos a necessidade de aprimoramento do componente lógico operacional do modelo HF, além de de inovações para garantir efetiva colaboração entre as políticas setoriais envolvidas.
Título em inglês
Housing First in the Brazilian drug policy context: implementation evaluation of a supportive housing pilot intervention for homeless people
Palavras-chave em inglês
Homeless people
Housing
Implementation science
Mental health
Resumo em inglês
Housing First, a model created in North America to overcome homelessness among people with mental health problems and/or drug abuse, has been used as a reference for supportive housing interventions for homeless people developed within the Brazilian drug policy context. Understanding how local characteristics influence the implementation of this type of intervention in different contexts can contribute to its expansion and produce knowledge about a subject still understudied in Brazil. Through two articulated studies, a systematic literature review and a case study, presented in this dissertation in article format, we aim to examine the implementing of a supportive housing intervention inspired by the Housing First model, developed locally. Analyzing 68 articles, published between 2003 and 2020, selected through the Scopus, PsychoInfo and Embase databases, we identified four sets of factors that potentially influence the implementation of HF: characteristics of the intervention, implementation context, institutional aspects and implementation processes. The main factors that hinder the implementation of HF are the unavailability of units in the housing market, the lack of coordination between services essential to the residents and the resistance of the implementing teams to the principles of HF. The main factors identified as favouring the implementation of HF were the adherence of implementing teams to HF principles and the provision of ongoing supervision and training for these teams. In turn, to understand how the Brazilian context can influence the implementation of HF intervention, we approached a pilot project of assisted housing for homeless people developed in Brasília (DF). Using official documents, participant observation and systematization of the perspectives of workers and managers responsible for the initiative, we analyzed the implementation of the intervention in three stages: modeling of the intervention, measurement of its degree of implementation, based on the criteria of the inspiring Housing First model and analysis of contextual factors that influence the degree of implementation. The results indicate that the local intervention effectively prioritized housing without conditionalities, as proposed by the HF. We also identified logical aspects of the HF model that need to be improved, with emphasis on the support services arrangement adopted that was insufficient to achieve the goals of HF. Housing unavailability, professional overload due to the accumulation of administrative and technical tasks and insufficient services to meet the needs of residents stand out as persistent difficulties of implementation in the different contexts considered, pointing to the need to refine the logical component of the model and improve the coordination mechanisms of health, social assistance and housing policies
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-07-05
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.