• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2020.tde-14062021-150737
Documento
Autor
Nombre completo
Karen Gonzaga Walter Rodrigues
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 2020
Director
Tribunal
Ayres, Jose Ricardo de Carvalho Mesquita (Presidente)
Feuerwerker, Laura Camargo Macruz
Campos, Gastão Wagner de Sousa
Germani, Ana Claudia Camargo Gonçalves
Título en portugués
Integralidade, Cuidado e Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (Nasf-AB): transformações de um dispositivo para a construção do SUS
Palabras clave en portugués
Atenção primária à saúde
Equipe de assistência ao paciente
Estratégia de saúde da família
Integralidade em saúde
Políticas públicas de saúde
Saúde pública
Resumen en portugués
Criados para atuarem na Atenção Primária à Saúde, os Núcleos de Apoio à Saúde da Família, equipe composta por diversas categorias profissionais, constituem-se em dispositivo considerado estratégico para a construção da integralidade do cuidado. Esse papel, contudo, nem sempre é compreendido pelas equipes e gestores, produzindo-se tensões e indefinições que tendem a comprometer a efetividade de seu processo de trabalho. Esse quadro se torna ainda mais complexo se considerarmos a diversidade de concepções e métodos de trabalho introduzida pela contratualização da gestão estabelecida entre Secretarias Municipais de Saúde e diferentes Organizações Sociais de Saúde. O presente estudo tem por objetivo identificar avanços e limites da incorporação do princípio da integralidade na atenção básica com a proposição e implementação dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família, posteriormente Núcleos Ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica. Toma-se, em particular, a perspectiva de sua articulação com os modelos de organização da atenção à saúde implementados no Município de São Paulo, no contexto da política de contratualização da gestão dos serviços. Trata-se de estudo qualitativo que combina a análise de portarias ministeriais regulamentadoras da proposta dos Núcleos e entrevistas em profundidade com vinte e seis informantes-chave inseridos em equipes dos Núcleos, em postos de gestão e no processo de elaboração e mudanças da proposta na Secretaria de Atenção Primária à Saúde do Ministério da Saúde. O processo de produção e elaboração do material empírico foi de caráter compreensivo-interpretativo, orientado pela Teoria do Processo de Trabalho em Saúde, de Mendes-Gonçalves, conforme sua aplicação ao quadro conceitual sobre Integralidade do Cuidado, de Ayres e colaboradores. Entre os resultados, destacam-se a força de concepções fragmentárias e biomédicas na apreensão das necessidades de atenção à saúde, mas também leituras mais amplas e integradoras, resultando na proposição de respostas originais e criativas, particularmente direcionadas à promoção da saúde; dificuldade de fazer operar finalidades específicas do trabalho propriamente interdisciplinar, em especial o apoio matricial, convivendo, por outro lado, com experiências exitosas de condução interprofissional de casos complexos; ambiguidades em relação a identidades e competências profissionais nas articulações internas à equipe, mas com impactos positivos sobre a capacidade de organização do cuidado em redes; interações pouco facilitadas por perfis de atuação tradicionais, porém positivamente sensíveis a modelos de gestão mais hábeis em integrar a equipe e manejar a dinâmica do trabalho no sentido da integralidade. Conclui-se pela potência dos Núcleos para a construção da integralidade do cuidado na Atenção Básica. Sua efetividade como processo de trabalho plenamente operante mostra-se, não obstante, dependente de investimentos de diversas ordens. Do ponto de vista técnico, é necessário um maior amadurecimento e legitimação de estratégias e instrumentos de intervenção, com destaque para o apoio matricial. Esse processo implica, porém, aspectos que extrapolam o plano estritamente técnico envolvendo a divisão social e técnica do trabalho em saúde, formação profissional, modelos gestão dos serviços de saúde e o próprio modelo de organização e financiamento do Sistema Único de Saúde, que se encontra em flagrante disputa, agudizada no contexto político atual do país
Título en inglés
Comprehensiveness, care and the Extended Family Health and Primary Care Center (Nasf-AB): instrument transformation for the SUS construction
Palabras clave en inglés
Family health strategy
Integrality in health
Patient care team
Primary health care
Public health
Public health policy
Resumen en inglés
Created to perform Primary Health Care, the Family Health Support, a team composed of several professional categories, constitute a strategic instrument for the construction of comprehensive care. This role, however, is not always understood by teams and managers, producing tensions and uncertainty that tend to compromise the effectiveness of their work process. This reality becomes even more complex if we consider the diversity of conceptions and working methods introduced by the contractualization of management established between Municipal Health Departments and different Social Health Organizations. The present study aims to identify advances and limits for the integrality principle incorporation in primary health care with the proposition and implementation of the Family Health Support, later Extended Family Health and Primary Care. The study is particularly focused in this process within the context of the contractualization of health management implemented in the city of São Paulo. This is a qualitative study that combines an analytical review of the ministerial regulatory documents concerning the Family Health Support proposal with in depth interviews with twenty-six key staff inserted in the Family Health Support teams, managers and policy influencers at the Health Ministry Primary Health Care Department. The construction of the empirical research materials and their analysis were based on a comprehensive-interpretive approach, supported by the Mendes-Gonçalves´ Work Health Process Theory, according to its application to the conceptual framework of Integrality and Care, by Ayres and collaborators. Among the results, we highlight the strength of fragmentary and biomedical conceptions in apprehending health care needs, but also broader and more integrated ones, resulting in the proposition of original and creative responses, particularly aimed at health promotion;; difficulty in operating specific purposes of a routine of an interdisciplinary oriented work, especially the interdisciplinary advice for case management (matrix support), nonetheless some successful experiences of specific interprofessional management of complex cases were reported;; ambiguities in relation to professional identities and competences in the team internal articulations, but with positive impacts on the organization of services networks; poor quality of team members interactions (between themselves and between them and service users), related to traditional performance of professional roles, on the other hand, management models more skilled in integrating the team and managing the work dynamics showed to be influential to move teams interactions towards integrality driven health care models. We concluded that the Primary Health Care Support team is a powerful mean for the construction of integrality driven care in Primary Health Care. Its effectiveness as a fully operational work process depend, however, of some different improvements. From a technical point of view, greater maturation and legitimation of intervention strategies and instruments are needed, especially the "matrix support". This process implies, however, aspects that goes beyond the strictly technical dimension, involving the social and technical division of health work, professional education, health service management models and the very organization and financing model of the Unified Health System, which is in flagrant dispute, sharpened in the current political context of the country
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
Fecha de Publicación
2021-06-14
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.