• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Dissertação de Mestrado
DOI
10.11606/D.5.2009.tde-09122009-174537
Documento
Autor
Nome completo
Ilham El Maerrawi
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2009
Orientador
Banca examinadora
Carvalho, Heraclito Barbosa de (Presidente)
Azevedo, Leila Strazza de
Buchalla, Cassia Maria
Título em português
Desenvolvimento de um estudo piloto de uma pesquisa que visa identificar fatores de risco associados às infecções pelo HIV, hepatites B, C e sífilis em população carcerária
Palavras-chave em português
Estudo piloto
Fatores de risco
Hepatite B
Hepatite C
Infecções por HIV
Prisões
Sífilis
Resumo em português
Introdução: A população confinada é um segmento exposto a certas situações que aumentam sua vulnerabilidade frente às doenças sexualmente transmissíveis. Infecções pelo HIV, hepatites B e C e sífilis encontram no sistema prisional um ambiente favorável às suas propagações. Estudos em população confinada são cercados de entraves tanto burocráticos como relacionados com a ética e segurança. Assim, assume grande importância um estudo - piloto para, entre outras coisas, identificar pontos prós e contras que possam surgir durante a execução do estudo principal. Objetivo: Desenvolver um estudo piloto para uma pesquisa sobre fatores de risco comportamentais referentes à contaminação pelas infecções pelo HIV, hepatites B e C e sífilis numa população carcerária. Métodos: Estudo epidemiológico transversal. Em julho de 2007, numa amostra de conveniência, 107 reeducandos foram estrevistados usando um questionário padrão e tecnica face-face. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa do HCFMUSP. Resultados: Foram realizadas todas as etapas planejadas, a saber: Reuniões na unidade: entre a direção e diversas equipes da unidade prisional; Convite aos participantes: contato com representantes dos reeducandos; Assinatura do TCLE: após formalização do convite à participação do estudo e Aplicação do questionário. Realizadas reuniões sistemáticas para ajuste do questionário. Feita a capacitação de entrevistadores. Elaborado um banco de dados no Microsoft Office para receber os dados por meio de dupla digitação. Foram entrevistados 16,5% da população da unidade. Apresentaram um perfil jovem com média de 31,1 anos de idade. O tempo médio de prisão foi de 18,7 meses. A idade média de início de uso de drogas legais foi de 14,7 e ilegais de 16,6 anos. Após o confinamento, houve redução no consumo de drogas e sem relatado de droga injetável no presídio. 55,1% realizaram tatuagem na prisão. 41,2% relataram ocorrência de DST na vida e 34,0% no ultimo mês, 2,5% referiram serem soropositivos para o HIV. 53,8% mantiveram o numero de relações sexuais após o confinamento e dos 28,6% que faziam uso sistemático de preservativos, 26,3% mantiveram esta freqüência no presídio. Envolvidos com agressões: 78,5% verbais e 65,1% físicas, sendo que 33,6% referiram ameaças de morte. Maconha, álcool e crack foram as drogas envolvidas nestas situações. Discussão: O estudo piloto possibilitou testar o instrumento de pesquisa, sua aplicabilidade e capacidade de identificar fatores de riscos para transmissão das infecções citadas, tanto fora quanto dentro do ambiente prisional. O treinamento dos entrevistadores favoreceu tanto a familiarização com o instrumento, quanto o contato adequado ético e seguro - com os reeducandos. A vivência com esta realidade contribuiu para mapear pontos vulneráveis do planejamento para a execução do estudo principal. Limites do estudo: As análises e a obtenção da sorologia não faziam parte do estudo piloto, postergadas para o estudo principal com amostra adequada. Questionários, quando utilizados como instrumento de coleta, podem apresentar problemas relacionados com as informações obtidas. Muitas delas podem não condizer com a realidade, tanto de forma proposital viés de informação quanto de forma não proposital viés de memória.
Título em inglês
Desenvolvimento de um estudo piloto de uma pesquisa que visa identificar fatores de risco associados às infecções pelo HIV, hepatites B, C e sífilis em população carcerária
Palavras-chave em inglês
Hepatitis B
Hepatitis C
HIV infections
Pilot study
Prisons
Risk factors
Syphilis
Resumo em inglês
Introduction: Confined populations are exposed to circumstances that increase their vulnerability to sexually transmitted infections. HIV, hepatitis B and C, and syphilis, encounter at the prison system an environment favorable to their dissemination. Studies in confined populations are surrounded by bureaucratic, ethical and security barriers. Thus, a pilot study is of great importance -for identify obstacles and opportunities that may arise during the implementation of the main study. Objective: implementation of a pilot study on risk behaviors associated to the dissemination of HIV, hepatitis B and C, and syphilis in an incarcerated population. Methods: Cross Sectional study. In July of 2007, in a convenience sample, 107 prisoners were interviewed, face to face, using a standardized questioner. The study was approved by the Human Subject Committee of the Hospital das Clinicas of the School of Medicine from the University of Sao Paulo. Results: the research protocol was strict followed: institutional meetings of the direction and the different professional teams of the prison system; invitation to participants in close contact with prisoners representatives; signature of the consenting forms after the invitation and before the questionnaire was applied. Meetings were conducted to adjust the questionnaire. Interviewers were trained. A dataset using Microsoft Office was elaborated to allow insertion of the data collected. Subjects represented 16, 5% of the prison population. Participants were young, average of 31, 1 years of age. The length time in prison was 18, 7 months in average. The average of the initiation in the use of legal drugs was 14, 7 and illegal drugs 16, 6 years of age. After the arrestment there was a diminishment of the use of drugs, and no injection of drugs was reported. Tattoo inside of the prison was reported by 55, 1%. STI were reported by 41, 2% in life and by 34% in the last month, and 2, 5% reported to be HIV positive. 53, 8% maintained the same amount of sexual relation that they had outside of the prison. From the 28, 6% that regularly used condoms, 26, 3 regularly used inside of the prison too. Interviewed that were involved in aggression were 78, 5% verbal and 65, 1% physic, and 33, 6% refereed being threatened of dead. Marijuana, Alcohol and crack were the drugs involved in such circumstances. Discussion: The pilot study has tested the instrument of research, its applicability and ability to identify risk factors for transmission of the mentioned infections, both within or outside of the prison. The training of interviewers favored both the familiarity with the instrument, as the appropriate contact secure and ethical - with inmates. The experience with this reality has contributed to map vulnerabilities in the implementation of the main study. Limitations of the study: serology and analysis were not part of the pilot study, therefore postponed for the main study with adequate sample. Questionnaires may present problems with the information obtained. Many of the information may not match the reality; both, information or memory biases could be identified.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
IlhamElMaerrawi.pdf (270.13 Kbytes)
Data de Publicação
2010-01-07
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2021. Todos os direitos reservados.