• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tesis Doctoral
DOI
10.11606/T.5.1996.tde-06042010-122152
Documento
Autor
Nombre completo
Lys Esther Rocha
Dirección Electrónica
Instituto/Escuela/Facultad
Área de Conocimiento
Fecha de Defensa
Publicación
São Paulo, 1996
Director
Tribunal
Ribeiro, Myriam Bruna Debert (Presidente)
Faria, Marcilia de Araújo Medrado
Fischer, Frida Marina
Oliveira, Rene Mendes de
Silva, Guilherme Rodrigues da
Título en portugués
Estresse ocupacional em profissionais de processamento de dados: condições de trabalho e repercussões na vida e saúde dos analistas de sistemas
Palabras clave en portugués
Condições de trabalho
Doenças ocupacionais/classificação
Estresse
Riscos ocupacionais
Sistemas de computação
Resumen en portugués
O estudo teve como objetivo avaliar as repercussões do trabalho sobre a vida e a saúde dos analistas de sistemas. Em termos metodológicos, optou-se pela abordagem interdisciplinar, buscando articular metodologia quantitativa e qualitativa. A metodologia qualitativa compreendeu a realização de entrevistas semi-estruturadas, observação dos postos de trabalho e análise ergonômica da tarefa. A metodologia quantitativa abrangeu a elaboração de questionário baseado em revisão da literatura e dados coletados através das entrevistas. O questionário foi auto-aplicado por 553 analistas de sistemas e 136 trabalhadores de diferentes ocupações definidos como população-comparação. Foram estudadas duas empresas de processamento de dados da Grande São Paulo, sendo uma estatal e a outra um banco privado. A análise estatística utilizada privilegiou uma abordagem macro, sem selecionar um fator ou repercussão em específico, com o objetivo de mostrar a complexidade, e os fatores mais importantes e suas associações, medidas através da análise de regressão. Em relação às características sócio-demográficas, 66,9% dos analistas de sistemas tinham entre 25 e 39 anos; 59,3% pertenciam ao sexo masculino, 84,1 % tinham curso superior completo e a maioria ganhava mais de 20 salários mínimos. Em relação ao processo de trabalho foram estudados os conteúdos das tarefas dos analistas de sistemas, analistas de suporte, analistas de produção e analistas de metodologia, além das transformações sofridas pelo trabalho em decorrência da evolução da informática. No que se refere às condições de trabalho, os principais fatores foram: a) exigência de tempo (prazos curtos em razão do impacto político/social do trabalho, sobrecarga e horário irregular de trabalho); b) carga mental de trabalho (trabalho constante com a mente, pensar detalhadamente e alto grau de responsabilidade); c) relação com o computador (descrita como absorvente, envolvendo raciocínio formal e binário e induzindo à busca pela perfeição, sob o ritmo rápido da máquina). As principais repercussões sobre a vida e a saúde foram: manifestações visuais; afecções musculares; fadiga; irritabilidade, perturbações do sono e o trabalho como fator de interferência na vida pessoal e familiar. Entre os fatores intervenientes, a satisfação com o trabalho revelou-se como fator protetor, reduzindo a freqüência de repercussões sobre a saúde e a vida dos analistas de sistemas, assim como o lazer, o suporte familiar e o apoio de colegas e chefes.
Título en inglés
Job stress among data processing workers: working conditions, health and life effects in systems analysts
Palabras clave en inglés
Computer systems
Occupational diseases/classification
Occupational risks
Stress
Working conditions
Resumen en inglés
This study aimed to evaluate work-related repercussions over the life and health of systems analysts. Qualitative and quantitative techniques were used by a multidisciplinary team. Qualitative procedures comprehended semi-structured interviews, work post observation and ergonomic analysis of work tasks. Quantitative procedures involved design of a questionnaire based on literature review as well as on inputs provided by interviews. 553 systems analysts and 136 workers from different occupations (control group) completed the questionnaire in two data processing enterprises (one state-owned and one private bank) in Great São Paulo. Socio-demographic data showed 66.9% of the systems analysts in the 25-39 age bracket; 59.3% were male; 84.1% had university level and most of them earned more than 20 minimum-salaries. Work content was described for four types of analysts: systems analysts, production analysts, methods analysts and software analysts. Work process changes due to the evolution of data processing activities were also described. Most important working conditions associated with repercussions over and life and health of systems analysts were: a) time pressure (short deadlines due to social/political impact of work, work overload and irregular working hours); b) work mental load (working constantly with the mind, detailed thinking and high level of responsibility); c) relation with computer (described as absorbing, with logical/binary thinking, inducing to perfectionism and done under machine rhythm). Most important work-related repercussions over life and health of the systems analysts were: fatigue; visual and muscular symptoms; psychosomatic and, particularly, work interfering on personal and family life. Among intervening factors, work satisfaction, entertainment, family support and work fellows and chiefs showed to be protective factors, reducing frequency of work-related repercussions over the life and health of the subjects.
 
ADVERTENCIA - La consulta de este documento queda condicionada a la aceptación de las siguientes condiciones de uso:
Este documento es únicamente para usos privados enmarcados en actividades de investigación y docencia. No se autoriza su reproducción con finalidades de lucro. Esta reserva de derechos afecta tanto los datos del documento como a sus contenidos. En la utilización o cita de partes del documento es obligado indicar el nombre de la persona autora.
LysEstherRocha.pdf (2.38 Mbytes)
Fecha de Publicación
2010-12-21
 
ADVERTENCIA: Aprenda que son los trabajos derivados haciendo clic aquí.
Todos los derechos de la tesis/disertación pertenecen a los autores
Centro de Informática de São Carlos
Biblioteca Digital de Tesis y Disertaciones de la USP. Copyright © 2001-2021. Todos los derechos reservados.