• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
Documento
Autor
Nome completo
Simone de Barros Tenore
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2019
Orientador
Banca examinadora
Kallas, Esper Georges (Presidente)
Corrêa, Maria Cassia Jacintho Mendes
Ibrahim, Karim Yaqub
Rigato Junior, Otelo
Título em português
Efeitos imunológicos do uso de Lactobacillus casei Shirota em pessoas que vivem com o HIV em tratamento antirretroviral supressivo e com baixa recuperação de células T CD4+
Palavras-chave em português
Discordantes imunológicos
HIV
Lactobacillus
Lactobacillus casei Shirota
Linfócito T CD4-positivo
Probióticos
Resumo em português
Introdução: O tecido linfoide gastrointestinal é o principal reservatório de células T humanas e a depleção de células T CD4 + intestinais após a infecção pelo HIV leva a uma persistente disfunção da barreira mucosa, aumento da permeabilidade intestinal e translocação microbiana mesmo entre pacientes infectados pelo HIV em tratamento antirretroviral supressivo. Alguns estudos sugerem que os probióticos podem ajudar a restaurar a função intestinal. Métodos: Estudo randomizado duplo-cego, controlado por placebo, em pacientes adultos vivendo com HIV em terapia supressora e com baixa recuperação de LTCD4 +, para abordar o efeito do uso diário de 12 semanas de Lactobacillus casei Shirota oral na contagem de células T CD4 +, relação CD4 / CD8, ativação imune e avaliação do microbioma em 6 e 12 semanas de uso do composto ativo, e 12 semanas após a interrupção. Resultados: De jan / 2015 a jul / 2016, 48 pacientes foram randomizados para intervenção ativa (n = 24) ou placebo (n = 24). Os grupos tinham características demográficas e clínicas comparáveis; apenas o nadir de células T CD4 + foi estatisticamente diferente entre os grupos. Usando modelos mistos não ajustados, a intervenção foi associada com aumento médio de 58,8 células / mL em células TCD4 + nas visitas 6, 12 e 24 (IC 95% -11 a 129, p = 0,099) e aumento de 0,18 na relação CD4 / CD8 (IC 95% 0,03 a 0,33, p = 0,020). No entanto, essa diferença foi perdida após o ajuste para o nadir de células T CD4 +. Na visita 12, não foram encontradas diferenças significativas nos marcadores de ativação imune nas subpopulações CD4 + e CD8 +, níveis de sCD14 ou células NK entre os grupos. A avaliação do microbioma demonstrou um aumento estatisticamente significativo na família Bacteroidaceae na semana 12 (média 12,52% IC95% 5,89-19,06) em comparação com o valor basal (média 6,99%, IC 1,84-12,13; p=0,0422) restrito ao grupo que recebeu o composto ativo. Conclusão: Não encontramos nenhum efeito estatisticamente significativo do uso de Lactobacillus casei Shirota na contagem de células TCD4 + ou ativação imune entre pacientes vivendo com o HIV em terapia supressiva com baixa recuperação de LT CD4 +
Título em inglês
Immunological effects of oral Lactobacillus casei Shirota among HIV-infected patients on suppressive antiretroviral treatment with poor CD4+ T cell recovery
Palavras-chave em inglês
CD4-positive T lymphocytes
HIV
Imune discordant
Lactobacillus
Lactobacillus casei Shirota
Probiotics
Resumo em inglês
Background: Gastrointestinal lymphoid tissue is the main human T-cell reservoir and depletion of intestinal CD4+ T cells following HIV infection leads to persisting mucosal barrier disfunction, increased gut permeability and microbial translocation even among HIV-infected patients on suppressive antiretroviral treatment. Some suggest probiotics may help restore intestinal function. Methods: In this double-blind, placebo-controlled trial, we enrolled adult HIVinfected patients on suppressive ART with poor CD4+ recovery to address the effect of a 12-week daily use of oral Lactobacillus casei Shirota on CD4+ T cell count, CD4/CD8 ratio, immune activation and microbiome analysis at 6 and 12 weeks on study product, and 12 weeks after interruption. Results: From Jan/2015 to Jul/2016, 48 patients were randomized to active intervention (n=24) or placebo (n=24). Groups had comparable demographic and clinical characteristics; only CD4+ T cell nadir was statistically different between groups. All participants were virologically-suppressed under antiretroviral treatment. Using unadjusted mixed models, the intervention was associated with mean increase of 58.8 cells/mL in post-baseline CD4+ cells at visits 6, 12 and 24 (95%CI -11 to 129, p=0.099) and 0.18 increase in CD4/CD8 ratio (95%CI 0.03 to 0.33, p=0.020). However, this difference was lost following adjustment for CD4+ T cell nadir. At visit 12, no significant differences in immune activation markers on CD4+ and CD8+ subpopulations, sCD14 levels or NK cells were found between groups. Microbiome analysis showed a statistically significant increase in the Bacteroidaceae family at week 12 (mean 12.52% CI 95% 5.89-19.06) compared to baseline (mean 6.99%, CI 1.84-12 , 13; p = 0.0422) restricted to the group that received the active compound Conclusions: We found no statistically significant effect of Lactobacillus casei Shirota probiotic on CD4+ T cell counts or immune activation among HIVinfected patients on suppressive ART with poor CD4+ recovery
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2019-10-29
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2019. Todos os direitos reservados.