• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.5.2021.tde-28102021-142642
Documento
Autor
Nome completo
Armando Rosique Costa Aguiar
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2021
Orientador
Banca examinadora
Isaac, Cesar (Presidente)
Nicolosi, Julia Teixeira
Otoch, Jose Pinhata
Schiozer, Wandir Antonio
Título em português
Alterações moleculares de fibroblastos presentes no leito da ferida crônica de portadores de diabetes mellitus submetidos à terapia por pressão subatmosférica
Palavras-chave em português
Bandagens
Diabetes mellitus
Fibroblastos
Metaloproteinases
Úlcera cutânea
Vácuo
Resumo em português
No leito de úlceras cutâneas de membros inferiores em indivíduos diabéticos ocorre ausência de ordenação das fases do reparo cutâneo, com manifestações celulares e moleculares anormais em todos os estágios da cicatrização levando à cronicidade e não resolução dessas feridas. Há vários fatores que contribuem para justificar tal cronicidade. Os mais significativos são acúmulo dérmico de produtos de glicação avançada (advanced glycation end products - AGEs) e demais proteínas que interagem com ele como: receptores de AGES (RAGE), inibidores de metaloproteinases (TIMPS) e metaloproreinases (MMPs). Nesse estudo nos propusemos a analisar o microambiente do leito das lesões antes e após a utilização da Terapia por Pressão Negativa ou Subatmosférica (TPN). Os pacientes foram submetidos a biopsias no leito da ferida, pré TPN e após 7 dias quando foi avaliada resposta do leito da ferida e realizada enxertia cutânea nas lesões. Nessas amostras foram analisadas por Western-blot, as concentrações das referidas proteínas. Pudemos observar redução nas concentrações de AGEs (25,49%), de seu receptor RAGE (43,04%) e de MMPs (15,88%), associado ao aumento de TIMPs (24,77%), mesmo onde os marcadores bioquímicos demonstraram DM descompensada em todos pacientes. Esses resultados corroboram com a melhora clínica das úlceras após o uso de TPN. A redução da concentração de AGEs sugere o recomeço da atividade cicatricial, além de reduzir a interação com seu receptor RAGE o que gera menor agravo inflamatório local. A redução de MMPs sugere que o TPN possui uma capacidade de eliminar os resíduos da oxidação celular, promovendo um ambiente com maior teor de regenerabilidade, e consequentemente aumenta a expressão de seu regular TIMP. Dessa maneira o TPN, mostra-se uma alternativa consistente para o tratamento de úlceras diabéticas e promissor elemento para redução do período de internação desses pacientes
Título em inglês
Molecular changes in diabetic chronic wound fibroblasts submitted to subatmospheric pressure therapy
Palavras-chave em inglês
Diabetes
Fibroblasts
Metalloproteases
Negative pressure therapy
Skin ulcer
Vacuum
Resumo em inglês
Wound management in diabetic patient is an extreme clinical and social concern. The delayed and impaired healing may be justified by several events on the microenvironment. The most significant are the dermal accumulation of Advanced Glycation End Products (AGEs) and other proteins that interact with them, such as: AGEs receptors (RAGEs), metalloproteases (MMPs) and metalloproteases inhibitors (TIMPs). Researches on impaired healing process are proceeding hastily evident by new therapeutic approaches. In this study we aimed to analyze the effects of Sub atmospheric Pressure Therapy (TPN), on the most important healing mediators. Thus summoned patients were submitted to biopsies of the wound bed tissue before and after the use of TPN for 7 days. Proteins were extracted from the tissue samples using a proper method and analyzed by Western Blot. As results, there was a reduction in the concentrations of AGEs (25,49%), its RAGE (43,04%) receptor and MMPs (15,88%), associated with increased expression of TIMPs (24,77%).Our biochemical findings are consistent to the clinical improvement of the healing process. The reduction on AGEs concentration suggests the resumption of healing activities. In adiction the decreased interaction with RAGEs suggests less local inflammatory damage. So, TPN seems to be a consistent alternative for treatment of diabetic ulcers even in clinically decompensated patients
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2021-10-28
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2023. Todos os direitos reservados.