• JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
  • JoomlaWorks Simple Image Rotator
 
  Bookmark and Share
 
 
Tese de Doutorado
DOI
https://doi.org/10.11606/T.48.2022.tde-18052022-114635
Documento
Autor
Nome completo
Cristiane Borges de Oliveira
E-mail
Unidade da USP
Área do Conhecimento
Data de Defesa
Imprenta
São Paulo, 2022
Orientador
Banca examinadora
Pietri, Emerson de (Presidente)
Machado, Rodrigo Corrêa Martins Silva
Mota, Maria Nilda de Carvalho
Pereira, Fernanda Mota
Rosario, Andre Telles do
Título em português
Corpos plurais, Cânones plurais: efeitos de políticas de reestruturação, legitimação e ampliação do campo universitário e do campo de formação literária no Brasil
Palavras-chave em português
Acesso à educação
Cultura
Ensino
Literaturas
Movimentos sociais
Resumo em português
Novos corpos passaram a constituir o espaço universitário brasileiro nas últimas décadas, resultado da luta de diferentes movimentos sociais localizados nas fronteiras institucionais. Nesta pesquisa, constrói-se a perspectiva de que os movimentos ocorridos na sociedade, a partir dessas alterações, caracterizam, ao menos, duas diferentes ondas de inserção dos sujeitos na Academia. Em ambas, o sujeito periférico com acesso à formação universitária altera sua posição em relação à sociedade e ao espaço ao qual pertence; na primeira onda, examina-se como as propostas de inovação curricular, somadas às demandas constituídas pela presença ainda reduzida do Outro, operam mudanças em uma esfera mais individual do que coletiva, na qual o posicionamento do sujeito é mais regulado pelas formas de enquadramento da própria instituição; na segunda onda, analisa-se que a presença massiva do Outro, somada às lutas empreendidas durante a primeira onda, permite avanços na discussão sobre o processo de formação literária em que estes sujeitos se constituem. Para compreender o modo como são propostas reestruturações no campo universitário e como os sujeitos em formação produzem posicionamentos em relação ao campo literário navegando nestas diferentes ondas, realizamos entrevistas semiestruturadas com estudantes de quatro diferentes Universidades Federais do país: UFGD, Unila, Unilab e Unipampa. A partir da reestruturação universitária estabelecida no início dos anos 2000 por meio do REUNI (2005), estes espaços formativos elaboraram currículos para a área de Letras em que se projetava a ampliação do entendimento sobre o campo literário, incluindo a produção constituída por grupos minoritários como negros, gays, mulheres, indígenas e presidiários. Mapeadas as alterações projetadas institucionalmente, analisamos como os sujeitos em formação constroem discursos sobre o processo formativo no qual estão inseridos e o modo como se posicionam no interior do campo literário na luta por expansão e por legitimação de produções literárias que digam respeito a suas próprias identidades e representações raciais, de gênero ou de classe social. Nossos esforços para compreender o resultado produzido nestes espaços formativos ao longo da última década nos levam a dados de suma importância para o incontornável debate, de forma mais ampla, sobre a necessária consolidação de políticas públicas educacionais voltadas à expansão e à qualidade do ensino superior, e, de modo mais específico à área de Letras, à ampliação do campo literário, bem como a atualização de seus cânones como ferramentas fundamentais à legitimação de diferentes representatividades sociais. Defende-se a tese de que a inserção de novos corpos e novos cânones potencializa a construção da identidade dos sujeitos e lhes possibilita se posicionarem politicamente de forma mais organizada na luta por direitos sociais, econômicos e culturais no interior da Instituição de Ensino Superior brasileira.
Título em inglês
Plural Bodies, Plural Canons: effects of restructuring and legitimation policies and of the expansion of university field and literary education field in Brazil
Palavras-chave em inglês
Access to education
Culture
Literatures
Social Movements
Teaching
Resumo em inglês
New bodies have come to constitute the Brazilian university field in recent decades, effect of the struggle of different social movements located on institutional boundaries. In this research, it is built the perspective that the movements that have taken place, due to these changes, point out, at least, two different waves of insertion of individuals in the Academy. In both, the peripheral individual with access to university education change his position in relation to the society and to the space to which he belongs. In the first wave, it is examined how curriculum innovation proposals, in addition to demands constituted by the still reduced presence of the Other, bring about changes in a more personal than collective sphere, in which the placement of the individual is more regulated by the forms of framing of the institution itself. In the second wave, it is analyzed that the massive presence of the Other, in addition to struggles undertaken during the first wave, allows advances in the discussion about the process of literary education in which these individuals are constituted. To understand the way in which restructurings are proposed in the university field and how the individuals in educational training produce positions in relation to the literary field, we conduct, surfing the different waves, semi-structured interviews with students from four different Federal Universities around the country: UFGD (Federal University of Grande Dourados), Unila (Federal University of Latin-American Integration), Unilab (University of International Integration of the Afro-Brazilian Lusophony) and Unipampa (Federal University of Pampa). From the university restructuring established in the early 2000s through REUNI (Restructuring and Expansion of Federal Universities, 2005), these formative spaces elaborated curriculums for the areas of Language and Literature in which the expansion of understanding of the literary field was projected, including production made by minority groups such as blacks, gays, women, indigenous people and prisoners. Institutionally projected changes mapped, we analyzed how individuals in educational training build discourses about the formative process in which they are inserted and how they position themselves within the literary field in the struggle for expansion and for legitimation of literary productions that concern their own racial, gender or social class identities and representations. Our efforts to understand the result produced in these formative spaces over the last decade lead us to data of supreme importance for the unavoidable debate, in a wider basis, about the necessary consolidation of public educational policies aimed at the expansion and quality of higher education and, more specifically, at the Language and Literature area and at the expansion of the literary field, as well as the updating of its canons as fundamental tools for the legitimation of different social representations. It is argued that the insertion of new bodies and new canons potentialize the construction of the individuals identity and allows them to take a more organized political position in the struggle for social, economic and cultural rights within the Brazilian Higher Education Institution.
 
AVISO - A consulta a este documento fica condicionada na aceitação das seguintes condições de uso:
Este trabalho é somente para uso privado de atividades de pesquisa e ensino. Não é autorizada sua reprodução para quaisquer fins lucrativos. Esta reserva de direitos abrange a todos os dados do documento bem como seu conteúdo. Na utilização ou citação de partes do documento é obrigatório mencionar nome da pessoa autora do trabalho.
Data de Publicação
2022-05-20
 
AVISO: Saiba o que são os trabalhos decorrentes clicando aqui.
Todos os direitos da tese/dissertação são de seus autores
CeTI-SC/STI
Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP. Copyright © 2001-2022. Todos os direitos reservados.